São Paulo já arriscou 100 chutes e Hernanes quer ao menos 20% de gol
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

São Paulo já arriscou 100 chutes e Hernanes quer ao menos 20% de gol

Hernanes
Hernanes em ação durante a partida contra o Santo André - FOTO: Rubens Chiri/saopaulofc.net
Fellipe Lucena - 10/02/2020 - 08:41
São Paulo (SP)
O São Paulo já finalizou 100 vezes no Paulistão de 2020, mas apenas seis dessas tentativas terminaram em gol. Os dois jogos em que a equipe mais criou oportunidades foram justamente os dois maiores tropeços: empate por 1 a 1 com o Novorizontino no Morumbi (26 finalizações) e derrota por 2 a 1 para o Santo André no Bruno José Daniel (22 finalizações). Todos os números são do Footstats.

Após a partida no ABC, Hernanes disse que já estaria satisfeito se o São Paulo conseguisse converter 20% das chances criadas em gol. Hoje, o índice é de 6%.



E MAIS:
- É a proposta de jogo, a estratégia que o Diniz tem, que a gente tem, de controlar o jogo e ser uma equipe ofensiva. Como em toda estratégia, tem o ponto forte e o ponto fraco. Ele tem trabalhado junto com a gente para corrigir isso. A gente tem tentado. E ele mais do que a gente, com essa situação que não é só de agora (na carreira dele), tem tentado encontrar a solução para que suas equipes convertam pelo menos 20% das chances. Já estaria bom - analisou o Profeta, quando um repórter lembrou que o Fluminense de Fernando Diniz também era marcado por criar muito e marcar poucos gols.

O São Paulo é a equipe que mais finaliza no Campeonato Paulista, com 14 tentativas a mais que o Palmeiras. Em números absolutos, é quem mais acerta o alvo (39 contra 33 do Palmeiras) e quem mais erra (61 contra 53 do Palmeiras). Como efeito de comparação, o rival alviverde já marcou 10 gols na competição, quatro a mais que o Tricolor.

- As outras equipes já sabem como a gente joga, então eles vão marcar lá atrás. Se a gente conseguir um gol inicial, eles vêm para cima e o jogo fica bom para a gente. Mas a gente não está conseguindo fazer e está tomando, então eles ficam mais retrancados. Temos que encontrar a solução o mais rápido possível e caprichar um pouquinho mais. Na verdade, não é nem caprichar. Eu chutei, bateu na mão do cara, bateu na trave, passou em cima da linha, enfim.. É o futebol. Quero acreditar que falta só o start para a gente começar a transformar em gols as chances criadas - emendou o Profeta.

O ponto positivo é que o São Paulo melhorou muito a criação de jogadas em relação ao ano passado. A média de finalizações por jogo após a chegada de Fernando Diniz foi de 12 em 2019. Em 2020, é de 20 (média de oito certas e 12 erradas).

O Tricolor tem um clássico pela frente: sábado, às 19h, contra o Corinthians, no Morumbi.


Facebook Lance Twitter Lance