Técnico do Santos comemora autorização para cinco substituições
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Técnico do Santos comemora autorização para cinco substituições

Jesualdo Ferreira
Jesualdo Ferreira aguarda o retorno do futebol brasileiro (Foto: Ivan Storti/SantosFC)
Fábio Lázaro - 11/05/2020 - 13:33
Santos (SP)
O técnico do Santos, Jesualdo Ferreira, comemorou a decisão da Fifa em autorizar até o fim do ano os treinadores a realizarem cinco substituições por partida.

Em sua coluna semanal no jornal “O Jogo”, de Portugal, Jesualdo comentou que não é de hoje que ele aborda a importância das medidas e que já havia proposto a aplicação nos fóruns da Uefa, quando ainda treinava o Porto-POR, entre 2007 e 2010.

– Concretamente a questão das cinco substituições já a coloquei há algum tempo, ainda não sonhávamos com esta tragédia, até nestas páginas, e que se tornam muito mais assertivas perante um quadro competitivo de alta intensidade. Dar a possibilidade aos treinadores de colocarem mais jogadores em ação ajuda na recuperação entre jogos, dá maior capacidade de rendimento aos jogadores, e dá mais ritmo aos próprios jogos, que é isso que se quer num jogo de futebol – escreveu.


– Julgo que a FIFA pensou, desta vez, no futebol, nos jogadores e na competição. Um maior número de substituições vai permitir-nos aumentar os ritmos competitivos enquanto se reduz o risco de lesões – completou.


E MAIS:
O comandante santista apontou também que fez sugestões para a continuidade do futebol no Brasil em um grupo com treinadores de outras equipes paulistas. Entre elas estão: controle de segurança, tempo para recondicionamento e harmonia na sequência do trabalho.

– Julgo que algumas destas minhas ideias sejam partilhadas por quem, como na Alemanha ou em Portugal, está a trabalhar para o regresso à competição – pontuou.

A decisão em aplicar as cinco substituições a partir do retorno do futebol em 2020, até o fim da temporada, foi anunciada pela Internacional Association Board (IFAB) e divulgada no último dia 8. No mesmo dia, o presidente da Comissão Nacional de Arbitragem da CBF, Leonardo Gaciba, em entrevista à rádio Itatiaia, da Minas Gerais, confirmou que a medida será aplicada nas competições brasileiras.

Facebook Lance Twitter Lance