Com Robinho de espectador, Santos é derrotado pelo Atlético-GO em casa e vê invencibilidade cair
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Com Robinho de espectador, Santos é derrotado pelo Atlético-GO em casa e vê invencibilidade cair

Santos x Atlético-GO
Santos jogou mal e viu cair uma sequência de 12 jogs sem derrotas ( (Foto: Richard Callis/Fotoarena/Lancepress!)
Fábio Lázaro* - 14/10/2020 - 22:24
Santos (SP)
Caiu a invencibilidade de 12 jogos do Santos. Nesta quarta-feira (14), o Peixe foi derrotado por 1 a 0 para o Atlético-GO, na Vila Belmiro, pela 16ª rodada do Brasileirão. O único gol do jogo foi marcado pelo meia Chico, aos 23 minutos do segundo tempo, após grande jogada de Janderson.


ROBINHO NA VILA BELMIRO


Contratado no último sábado (10), Robinho que não compareceu a Vila Belmiro na vitória santista por 2 a 1 sobre o Grêmio, no último domingo (11), pela falta de tempo para realização de testes de Covid-19 e adequação aos protocolos de prevenção ao novo coronavírus, esteve presente no estádio nesta quarta-feira (14).

O atleta acompanhou o jogo das cadeiras sociais da Vila, tendo subido momentos antes da bola rolar. No intervalo, o atacante desceu ao vestiário.

PRIMEIRO TEMPO RUIM

Os primeiros 45 minutos foram sofríveis para quem assistiu. Nem Santos, nem Atlético estavam afim de agredir. Pelo contrário, as duas equipes se mostraram apáticas no primeiro tempo, abusaram das bolas longas, erros de passe e o único lance de perigo foi com o Peixe, aos 35 minutos, quando Felipe Jonatan avançou pelo lado esquerdo, tocou para trás e Jean Mota, de primeira, chutou da entrada da área e obrigou Jean a fazer boa defesa.

GOLAÇO DO DRAGÃO

O Santos voltou ao segundo tempo em busca de ajustar o seu meio-campo. Lucas Lourenço entrou no lugar de Jean Mota no intervalo. Aos 18 minutos da etapa final, Cuca promoveu as entradas de Marcos Leonardo e Tailson no lugar dos extremos Arthur Gomes e Luca Braga, apostando em Kaio Jorge na ponta direita, mas nada dava certo. Ao contrário, deu errado, quando aos 23 minutos, a qualidade técnica que faltava ao Atlético-GO sobrou para Janderson, que largou da ponta direita, deixou cinco santistas para trás e serviu o meia Chico na ponta esquerda, o camisa 10 do Dragão abriu o compasse e acertou um chute de extrema felicidade no ângulo esquerdo do goleiro João Paulo.

SANTOS PERDE CHANCE NO FIM

Pouco criativo, o Santos apelou para as bolas aéreas ao fim da partida. Em uma delas, Madson cruzou pela direita, a bola quicou na altura do primeiro pau e se ofereceu para Marcos Leonardo, que cabeceou em cima do goleiro Jean, que cresceu no lance. Foi a melhor oportunidade do Peixe na etapa final.

E MAIS:
FICHA TÉCNICA
SANTOS 0 X 1 ATLÉTICO-GO


Estádio: Vila Belmiro, Santos (SP)
Data/hora: 14/10/2020, às 20h40 (horário de Brasília)
Árbitro: Igor Junio Benevenuto de Oliveira (MG)
Assistentes: Guilherme Dias Camilo (MG) e Marcus Vinicius Gomes (MG)
Árbitro de vídeo: Rodrigo D´Alonso Ferreira (SC)
Cartões amarelos: Pará, Diego Pituca e Sandry (Santos); Marlon e João VItor (Atlético-GO)

GOL: 0-1 Chico (23'/2T)

SANTOS: João Paulo; Madson, Laércio, Luan Peres e Felipe Jonatan; Pará (Sandry, 28'/2T), Diego Pituca e Jean Mota (Lucas Lourenço. intervalo); Lucas Braga (Tailson, 12'/2T), Kaio Jorge (Anderson Ceará, 20'/2T) e Arthur Gomes (Marcos Leonardo, 12'/2T). Técnico: Cuca. 

ATLÉTICO-GO: Jean; Dudu,  João Vitor, Éder e Nicolas; Marlon Freitas, Wiliam Maranhão e Chico (Natanael, 43'/2T); Janderson (Junior Brandão, 43'/2T), Zé Roberto (Hyuri, 21'/2T) e Gustavo Ferrareis (Matheus Vargas, 18'/1T). Técnico: Eduardo Souza. 

* Sob supervisão de Vinícius Perazzini

Facebook Lance Twitter Lance