Possível saída de Jean Mota mostra que base será fundamental em 2020
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Possível saída de Jean Mota mostra que base será fundamental em 2020

Jean Mota
Possível saída de Jean Mota abre espaço para a utilização de Meninos da Vila (Foto: Ivan Storti/Santos)
LANCE! - 29/06/2020 - 06:00
Santos (SP)
O Santos sempre foi conhecido por revelar muitos jogadores e ter uma base forte. E em 2020 os 'Meninos da Vila' podem ser fundamentais para a equipe comandada por Jesualdo Ferreira. Com a provável saída de Jean Mota, o Peixe terá trinta jogadores no elenco, sendo quinze formados na base santista. 

Em grave crise financeira e impedido de registrar novos jogadores por dívidas na FIFA, o Santos aposta nas categorias de base para ter sucesso na temporada. Um exemplo disso foram as saídas do meia Evandro, dispensado, e do lateral-esquerdo Romário, que foi emprestado ao Cuiabá.

Nesta temporada, Jesualdo Ferreira vem utilizando frequentemente os atacantes Kaio Jorge, Yuri Alberto e Renyer, além de ter dado oportunidades para Sandry e Arthur Gomes, que estava emprestado à Chapecoense em 2019. Nomes como o zagueiro Robson Reis, o lateral-esquerdo Lucas Sena, o meia Lucas Lourenço e o atacante Allanzinho são observados de perto pela comissão técnica. 

- A função do treinador é ensinar. Qualquer treinador é professor. Os torcedores do Santos precisam olhar com frieza e boa intenção para a realidade do clube. Elenco tem muitos jogadores novos. Eu faço questão de trazê-los para cima e têm jogado -  afirmou Jesualdo. 

O atual elenco santista tem jogadores formados no clube em quase todas as posições. O único setor que o Peixe não tem atletas da base são as laterais. A lista é formada por: Vladimir, João Paulo e John (goleiros), Lucas Veríssimo, Wagner Leonardo e Alex Nascimento (zagueiros), Alison, Anderson Ceará, Ivonei e Sandry (meias) e Kaio Jorge, Arthur Gomes, Yuri Alberto, Renyer e Tailson (atacantes).

A estratégia de utilização da base não é novidade no CT Rei Pelé. Em 2002, a geração de Robinho e Diego levou o Peixe a conquista do Brasileirão. Já em 2011, a turma de Neymar e Ganso conquistou a Libertadores. Agora, é esperar o resultado da nova safra de jovens talentos.

E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance