Marinho vê potencial em Tailson, mostra polivalência no Santos e crê em 'campanha de candidato ao título'
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Marinho vê potencial em Tailson, mostra polivalência no Santos e crê em 'campanha de candidato ao título'

Marinho
Marinho vê Santos com potencial para título na temporada (Foto: Ivan Storti/Santos)
Gabriela Brino - 15/10/2019 - 06:00
Santos (SP)
Dos 17 jogos de Marinho no Santos, os três últimos tiveram um diferencial na ponta oposta a sua. Tailson, um jovem de 20 anos recém chegado ao profissional do Santos e, até o momento, titular na equipe do técnico Jorge Sampaoli. E o atacante mais experiente vê potencial no Menino da Vila.

Por partilharem a mesma função, Marinho crê que é importante recebê-lo ao time e trocar experiência para ajudá-lo a evoluir como jogador. Vale lembrar que o garoto já marcou um gol pelo Peixe apesar das poucas partidas.

- Tailson é um grande jogador, em formação ainda e que vai evoluir muito. Ele tem um grande potencial e vai ajudar muito o Santos agora e no futuro. Busco sempre conversar com todos. É importante passar tudo que passamos ao longo de anos no futebol aos mais novos e que estão iniciando - disse Marinho em entrevista exclusiva ao LANCE!.

E para se diferenciar de um ponta tradicional, o camisa 11 busca mostrar polivalência no Peixe e aparece até mesmo na defesa. Para Marinho, a cobertura defensiva é tão importante quanto marcar no ataque. E, segundo o jogador, requer muito treino. 

- No futebol de hoje não tem como você ter uma função, apenas. E sempre foi uma característica minha ajudar na parte defensiva sempre. Em todos os clubes que passei foi assim. Tenho procurado me esforçar para contribuir. É sempre importante o atacante fazer a cobertura defensiva também. E isso passa por muito treinamento - explicou.


E MAIS:
TABELA
> Veja a classificação e simulador do Brasileirão clicando aqui


Com três gols no Campeonato Brasileiro, o jogador de 29 é um dos que ainda projetam título para esta temporada. No momento, o Santos é o terceiro colocado com 48 pontos, a 10 do líder Flamengo. Mas apesar disso, Marinho crê que o time de Jorge Sampaoli faz "campanha de candidato ao título".

- Estamos fazendo uma grande campanha. Conquistamos 10 dos últimos 12 pontos. É campanha de quem é candidato ao título. A gente tem que pensar jogo a jogo. Só que o Flamengo vem tendo um aproveitamento ainda melhor. Restam ainda 13 rodadas. Vamos manter os pés no chão e a intensidade para continuarmos na briga até o fim - concluiu.

Veja abaixo mais respostas de Marinho:

L!: Você voltou a tomar um cartão amarelo que te tirou do próximo jogo (Ceará, quinta-feira, na Vila Belmiro). Você se considera "caçado" em campo? Como lida com isso?

M: Não sou caçado. De jeito nenhum. Acontece. Muitas vezes a gente não vai concordar, mas tem que respeitar a arbitragem. Eles estão fazendo o trabalho deles. Sou muito tranquilo em relação a isso. Não sou mais um menino iniciando. A experiência nos ajuda a ter tranquilidade.

L!: A falta é um artifício que você usa muito, justamente por ser marcado com mais frequência. Inclusive, já saiu gols do Santos por meio de uma falta em você. Acaba sendo algo que você utiliza para agregar no seu futebol?

M: É a minha característica partir para cima, buscar o drible. A consequência disso, muitas vezes, é a falta mesmo do adversário. Faz parte do jogo

L!: Você rende muito fisicamente. Dificilmente cansa, aparece em muitas partes do campo. O que você faz na sua rotina para manter a parte física? Faz treinos a parte? Investe de qual forma? Há algo diferenciado nesse sentido?

M: Sempre fui um atleta que trabalha muito no dia a dia. Sou muito dedicado em relação a isso. Busco me cuidar sempre, principalmente fora de campo. É uma característica que tenho

Facebook Lance Twitter Lance