Para subir aproveitamento do Santos fora, Mota aposta no sucesso de Cuca
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Para subir aproveitamento do Santos fora, Mota aposta no sucesso de Cuca

Jean Mota
Jean Mota tem 34 partidas disputadas na temporada jogando como lateral-esquerdo e meia (Foto: Ivan Storti/Santos)
Ana Canhedo - 08/08/2018 - 06:00
São Paulo (SP)
Presente em 34 dos 43 jogos do Santos na temporada, o polivalente Jean Mota ganhará mais uma chance nesta quarta-feira, em duelo contra o Ceará, às 19h30, no estádio Presidente Vargas, em Fortaleza. Com Dodô suspenso pelo acúmulo de cartões amarelos, será do meia de 24 anos a função de proteger a ala esquerda do Peixe e ajudar o ataque com descidas rápidas. Otimista, espera uma vitória para ajudar a melhorar os baixos 38,33% de aproveitamento do Alvinegro fora de casa. 

No ano, são seis vitórias, cinco empates e nove derrotas jogando longe de Pacaembu ou Vila Belmiro. Com um resultado positivo, porém, os 38,33% subiriam para 41,27%. Desde que a Copa do Mundo da Rússia terminou e os campeonatos voltaram a transcorrer normalmente, o Santos ainda não venceu: empatou com Palmeiras, Chapecoense, Flamengo e Botafogo e perdeu para América-MG e Cruzeiro. Este último pela Copa do Brasil. Apenas dois gols foram marcados pelo time alvinegro e a equipe não esteve nenhuma vez à frente do marcador. 

Os maus resultados renderam ao Santos a 17ª colocação no Campeonato Brasileiro. Sair da zona de rebaixamento, neste momento, é o pensamento principal do grupo. Só depois, então, é que o time poderá voltar a pensar em como reverter a desvantagem nas quartas de final da Copa do Brasil. E para superar o momento ruim no torneio de pontos corridos, Jean aposta em um personagem especial: Cuca.

- Ele sabe ter em mãos um grupo muito focado em ajudar. Conversa conosco no dia a dia, fala com todos. Já vinha acompanhado nosso time, então sabe bem o que tem em mãos para nos armar da melhor maneira possível. Cuca é um grande treinador e chegou para nos ajudar. Nos passa confiança e externa a qualidade e experiência que tem. Conquistou títulos importantes por onde passou - pondera o jogador ao LANCE!, em tom animado, e completa:

- Nós fizemos boas partidas, mas infelizmente não saímos com o resultado positivo. Estamos ajustando nossos erros, evoluindo a cada dia. Todos estão com mesmo foco e objetivo em fazer o melhor. Então, tenho certeza que as vitórias virão e sairemos dessa situação no Brasileiro. Teremos confrontos complicados, mas estamos pensando jogo a jogo.

Nem mesmo o banco de reservas tirou o ânimo de Jean Mota em ajudar a equipe. Se com Jair Ventura era um dos mais acionados, agora terá de suar para reconquistar seu espaço e conseguir beliscar a vaga entre os 11 titulares nos próximos jogos. Contra o Botafogo, Cuca armou o meio-campo do Santos com Alison, Renato e Pato Sánchez. Bryan Ruiz e Diego Pituca ainda estão no páreo para ocuparem o setor.

- Estou tranquilo, fazendo o meu melhor no dia a dia para ajudar quando a chance aparecer. Onde Cuca precisar de mim, estarei à disposição. Vinha fazendo funções diferentes. Seja na lateral, seja no meio, entrarei para fazer o melhor que posso pela equipe - finaliza.


E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance