Executivo de Marketing do Santos fala em dificuldades para encontrar patrocínio máster: 'Desafio'
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Executivo de Marketing do Santos fala em dificuldades para encontrar patrocínio máster: 'Desafio'

Marcelo Frazão
Com passagem pelo Flamengo, Frazão é o atual Executivo de Marketing e Comunicação do Santos (Foto: Divulgação)
Fábio Lázaro - 23/05/2020 - 06:00
Santos (SP)
O Santos está há um ano e cinco meses sem patrocínio máster. Desde o fim do contrato com a Caixa Econômica Federal, o clube tem procurado parcerias que estejam dentro dos padrões financeiros desejados.

No primeiro contrato firmado com o banco estatal, ainda em 2017, na gestão do ex-presidente, Modesto Roma Jr., o valor pago foi de R$ 16 milhões. Já na renovação, no primeiro semestre de 2018, dessa vez no mandato de José Carlos Peres, a quantia diminuiu para R$ 10 milhões – que já foi considerada baixa pela diretoria à época.

Segundo o Executivo de Marketing santista, Marcelo Frazão, a aposta atual do departamento está alcançar um orçamento com patrocinadores que independam necessariamente do máster.

– Optamos, em paralelo à busca do patrocínio máster, desenvolver ao máximo as demais modalidades de patrocínios para nos aproximarmos da meta anual de patrocínio em orçamento. Temos hoje um leque importante de parceiros distribuídos no profissional, base e feminino, e seguimos sempre em busca de maximizar essa linha de receita – disse com exclusividade ao LANCE!.

Atualmente, o Alvinegro Praiano conta com 11 patrocinadores, além da Umbro, fornecedora de material esportivo, são eles: Algar, Brahma, Casa de apostas, Kikaldo, Kodilar, Orthopride, Philco e Unicesumar (profissional), Orthopride e Matrix Fitness (categorias de base) e Orthopride, Sono Quality e Unisanta (futebol feminino). Além disso, o clube possui parcerias com Vitafor, Água Levity e Gatorade para fornecimento de produtos.

E MAIS:
Dificuldades

Frazão comentou também sobe os problemas que mercado apresenta os diferentes modelos de negócio que têm se apresentando aos clubes de futebol, gerando um leque maior de alternativas.

– A dificuldade de buscar um parceiro máster om um modelo adequado de formato e investimento é um desafio de todo o mercado que obviamente aumentará com a crise econômica originada pela pandemia – afirmou.

– Alguns clubes optaram por experimentar modelos de performance com bancos digitais, outros buscam opções no formato habitual de investimento. São escolhas de caminhos – completou.

Marcelo Frazão ocupa o cargo de Diretor de Comunicação e Marketing no Santos. O profissional chegou ao clube em abril de 2018 para gerir o setor de marketing, mas foi o escolhido de Peres para ficar à frente da integração dos departamentos, três meses depois.

Facebook Lance Twitter Lance