Há 52 anos, Santos conquistava o Campeonato Paulista pela 11ª vez
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Há 52 anos, Santos conquistava o Campeonato Paulista pela 11ª vez

Pameiras 1 x 3 Santos - Campeonato Paulista de 1968
Em 1968, Pelé conquistou o seu nono Paulistão pelo Santos (Foto: Reprodução/Santos FC)
LANCE! - 19/05/2020 - 18:51
Santos (SP)
No dia 19 de maio de 1968, o Santos conquistou o seu 11º título paulista da história. Já imortalizada, com os bicampeonatos da Libertadores e Mundial, de 1962 e 1963, a “Era Pelé” vivia uma espécie de segunda fase, com o comando do time nas mãos de Antoninho Fernandes, e não mais Lula.

O campeonato teve uma série de polêmicas referente a descenso, mas um Peixe como campeão incontestável, com quatro rodadas de antecedência, contra o Palmeiras, principal rival à época, em pleno Palestra Itália.

Do lendário time de 62/53, os únicos remanescentes naquela conquista era Lima e Pelé. No entanto, o Alvinegro Praiano contava com uma geração posterior de ídolos, como Carlos Alberto Torres, Ramos Delgado e Edu.


E MAIS:
O jogo do título

O Palmeiras vivia o fim da Primeira Academia, e tinha em seu elenco grandes nomes, como Djalma Santos e Baldochi. Era considerado o único elenco a altura do Alvinegro Praiano.

O Alviverde chegou para aquela partida como atual campeão brasileiro, mas três dias antes havia sido derrotado na decisão da Copa Libertadores, contra o Estudiantes-ARG, no jogo desempate que aconteceu no Estádio Centenário de Montevidéu-URU.

Devido a competição continental, o time da capital tinha 14 jogos atrasados e, com isso, embora muito atrás do Santos, caso vencesse o clássico, ainda teria chances de ultrapassar o rival e ser campeão. Mas, diante de mais de 16 mil pessoas, o Peixe de Pelé e companhia não tomou conhecimento do Verde que, após um primeiro tempo sem gols, saiu na frente no primeiro minuto da etapa final, com China. Mas a virada santista foi aplicada em 21 minutos, com Edu aos nove, Pelé aos 15 e Toninho aos 21.

Com a vitória, nem o próprio Palmeiras, muito menos o Corinthians, segundo colocado conseguiriam ultrapassar o Peixe, que sagrou-se bicampeão estadual (seria tri no ano seguinte).

O Alvinegro Praiano que entrou em campo naquele confronto tinha: Cláudio; Carlos Alberto, Ramos Delgado, Joel Camargo e Rildo; Lima e Clodoaldo; Toninho, Douglas, Pelé e Edu.

Com 86,5% de aproveitamento, o time venceu 22 das 26 partidas disputadas no campeonato, empatou apenas uma vez e perdeu três vezes.

Facebook Lance Twitter Lance