Vitor Hugo, do Palmeiras, relata como é treinar com instruções por vídeo
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Vitor Hugo, do Palmeiras, relata como é treinar com instruções por vídeo

Vitor Hugo Palmeiras
Vitor Hugo tem seguido a cartilha de treinar fisicamente durante a parada do futebol (Agência Palmeiras/Divulgação)
LANCE! - 23/03/2020 - 15:57
São Paulo (SP)
Começando a segunda semana de paralisação do futebol na América do Sul por conta da pandemia do coronavírus, Vitor Hugo relata como tem sido uma rotina inédita na sua vida. O zagueiro conta que tem recebido o suporte do Palmeiras com instruções de treinamentos por vídeo, diante da ordem para não se sair de casa, reduzindo drasticamente o risco de contágio.

- Estou me exercitando em casa. Instrutores via chamada de vídeo, orientações da parte física do Palmeiras que estão dando um suporte incrível para a gente tentar se adaptar com essa situação que nunca foi vista. Nunca passei por isso nem na carreira e nem na infância. É um momento que afetou e uniu o mundo inteiro e com certeza vai ficar marcado na história da humanidade - comentou o camisa 4, reforçando o pedido das autoridades.




E MAIS:
- Meu recado é o mesmo que todos estão falando: Fiquem em casa! Eu sei o quanto é difícil ficar “trancado” dentro de casa com a nossa família, também estou vivendo isso. Mas é uma necessidade no momento. Devemos seguir as orientações dos órgãos de saúde para evitar ao máximo que o vírus se espalhe. Se um não passar, o outro não vai se contaminar - disse, citando os profissionais de saúde neste momento de crise mundial.

- Logo, tudo voltará ao normal, mas, para isso, precisamos da ajuda de todos. Não podia deixar de agradecer aos guerreiros da saúde que estão literalmente arriscando suas vidas para ajudar a conter esse vírus. Muito obrigado - ressaltou o zagueiro.

Há uma semana, quando foi confirmada a paralisação do Campeonato Paulista, o Palmeiras liberou o elenco por tempo indeterminado - a Libertadores já tinha sido interrompida e a CBF informou que adiaria seus torneios de âmbito nacional. Desde então, a comissão técnica passou uma cartilha para que os jogadores mantenham o condicionamento.

A programação é parecida com a que ocorre em turnos com treinos físicos. Mas o recado principal foi de que a segurança é prioridade. Trabalhar em academias, por exemplo, não foi apontado como orientação. As atividades devem ser realizadas em lugares abertos e com o mínimo número de pessoas. Quanto menos contato, melhor. Para os jogadores e seus familiares.


Facebook Lance Twitter Lance