Na Vila, Palmeiras tem primeira chance de jogar pressão no líder
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Na Vila, Palmeiras tem primeira chance de jogar pressão no líder

Mano Menezes Palmeiras
Em Santos, Mano Menezes encara seu primeiro clássico à frente do Palmeiras (Foto: Agência Palmeiras/Divulgação)
Thiago Ferri e William Correia - 09/10/2019 - 08:00
São Paulo (SP)
O Palmeiras encara nesta quarta-feira, às 21h30, na Vila Belmiro, a sua primeira grande decisão sob o comando de Mano Menezes. Diante do Santos, a equipe não pode perder, caso contrário cairá para a terceira posição do Campeonato Brasileiro, mas também tem a missão de vencer para, depois de seis rodadas jogando antes, fazer o Flamengo atuar pressionado com seu mais próximo seguidor ainda mais perto.

Desde que perdeu por 3 a 0 para o Flamengo, em 1 de setembro, na partida que gerou a saída de Luiz Felipe Scolari, o Verdão jogou depois do clube carioca nas seis rodadas seguintes, sempre pressionado a ter seus resultados para ter o líder à vista. Nesta 23ª rodada, a sequência se inverteu, já que o Rubro-Negro atua somente nesta quinta-feira, recebendo o Atlético-MG, no Maracanã.

TABELA
> Veja classificação e simulador do Brasileirão clicando aqui




E MAIS:
Somar três pontos no litoral nesta noite derrubaria a vantagem rubro-negra para dois pontos, a menor desde que o time do técnico português Jorge Jesus ultrapassou o Palmeiras. Até agora, os atuais líderes estiveram a mais de cinco pontos apenas quando o atual campeão brasileiro tinha uma partida a menos.

O embalo sob o comando de Mano Menezes parou nas duas últimas rodadas. Depois de cinco vitórias consecutivas, o Verdão segue invicto com o técnico, mas vem de dois empates. O mais lamentado no domingo, com 1 a 1 diante do Atlético-MG, no Allianz Parque. Mas já tinha obtido o mesmo placar ao visitar o Inter, em Porto Alegre, no fim de semana anterior. Com uma vitória em um desses dois jogos, teria chance de terminar esta quarta-feira como líder.

O primeiro clássico com o novo treinador traz a possibilidade de retomar a força na caça ao Flamengo. Ao mesmo tempo, há o risco de ficar ainda mais para trás. O Palmeiras soma 47 pontos, contra 44 do Santos, terceiro colocado. Se perder, o rival o iguala na pontuação e ultrapassa na tabela porque acumularia sua 14ª vitória, uma além do Verdão, tornando-se superior no primeiro critério de desempate.

É a primeira grande decisão no caminho do técnico, contratado há pouco mais de um mês. E uma prova da qualidade de seu trabalho. Mano Menezes venceu Goiás, Fluminense, Cruzeiro, Fortaleza e CSA, seus primeiros adversários, porém todos integrando a metade de baixo da tabela quando encararam o Palmeiras. Depois, vieram os empates que interromperam o embalo.

A expectativa de voltar a vencer vem em meio a desfalques. O Palmeiras não contará com o goleiro Weverton e o zagueiro Gustavo Gómez, ambos já a serviço das seleções de Brasil e Paraguai, respectivamente. Também está vetado o centroavante Deyverson, que é reserva, porque cumpre suspensão por acúmulo de cartões amarelos.

Por outro lado, Luiz Adriano, dono da posição de referência no ataque, volta depois de ficar fora por desgaste físico. Fernando Prass é o principal candidato a assumir o gol, deixando Jailson no banco, e Luan deve formar a zaga com Vitor Hugo. A dúvida fica na armação, já que Lucas Lima ficou com a vaga de Gustavo Scarpa no último jogo, mas não agradou, enquanto o antigo titular mostrou que pode retomar a titularidade e deu assistência para Dudu.


Facebook Lance Twitter Lance