Verdão testa time com dois atacantes pensando em opção com Luiz Adriano
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Verdão testa time com dois atacantes pensando em opção com Luiz Adriano

Corinthians x Palmeiras
Deyverson jogou com Willian mais próximo no Dérbi (Foto: Ricardo Moreira/Fotoarena)
Thiago Ferri - 04/08/2019 - 22:48
São Paulo (SP)
Sem virar uma partida desde 22 de julho de 2018, o Palmeiras esteve próximo de conseguir o feito nesse domingo, não fosse o milagre de Cássio aos 48 minutos do segundo tempo. Após bons dez minutos iniciais e a recuperação na etapa final, o Verdão mostrou no 1 a 1 com o Corinthians mais do que o de costume quando sai atrás do placar.

Ainda adepto do 4-2-3-1, Luiz Felipe Scolari tem usado Dudu centralizado, com Willian pela direita e Raphael Veiga pela esquerda - foi esta a escalação no Dérbi. Mas durante o clássico, o técnico mexeu no posicionamento, especialmente sem a bola, quando muitas vezes a equipe ficou no 4-4-2.

Ele diz que já testou esta alteração em parte do empate com o Godoy Cruz (ARG), fora de casa. Uma motivação, além de entender que o esquema que moldou o time campeão brasileiro de 2018 está conhecido pelos rivais, é a chegada de Luiz Adriano.


O ex-atacante do Spartak Moscou (RUS) é centroavante, mas sabe atuar saindo pelos lados. No Dérbi, Deyverson teve a presença de Willian mais próximo, enquanto o meio-campo se posicionava em linha.

- Algumas situações novas fizemos no jogo. Estamos pensando em dois atacantes também, porque quando chegar o Luiz Adriano, ele também já jogou com um atacante do lado dele fazendo esse trabalho, que a gente pode realizar também. Tentamos com Willian e Deyverson hoje (domingo), com Willian e Borja lá contra o Godoy Cruz. São variações mínimas, mas são. Só que não vamos ter muito tempo - analisou.

TABELA DO BRASILEIRÃO
> Confira a classificação e simule os próximos jogos


E MAIS:
Depois de cinco jogos sem vencer e a eliminação para o Internacional na Copa do Brasil, o técnico entende que a equipe tem se recuperado, com o triunfo sobre o Godoy Cruz (ARG), no Allianz, e os empates com Vasco e Corinthians. 

No Dérbi, o segundo tempo foi o melhor momento alviverde. O gol logo após o intervalo ajudou, depois de o Corinthians conseguir se fechar muito bem entre a abertura do placar e o intervalo. A partir do 1 a 1, o Palmeiras encontrou os espaços para contra-atacar e criou até mais perigo que os donos da casa.

A distância para o líder Santos aumentou para quatro pontos, mas o Palmeiras não sai abalado com o empate em Itaquera. Aliás, acalma o ambiente depois do protesto ocorrido sábado, na porta da Academia de Futebol. 

- Eu vejo a minha equipe melhorando dia a dia. Não foi bem nos primeiros vinte dias depois da Copa América, mas os últimos três jogos não tenho nada a cobrar, a não ser posicionamento de bola aérea que não acontecia. A mensagem que eu deixo é essa. Tem muito ponto, muita coisa vai acontecer, calma. Temos uma boa equipe, recebendo o Vitor Hugo, o Luiz Adriano amanhã, o Dourado, que vem se recuperando. Então está ótimo, devagar vamos chegando - completou.


E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance