Sem dizer data, Goulart quer estar 110% para estreia e fala sobre posição
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Sem dizer data, Goulart quer estar 110% para estreia e fala sobre posição

Ricardo Goulart começou a treinar com o elenco nessa terça-feira, mas ainda sem bola
Ricardo Goulart começou a treinar com o elenco nessa terça, mas ainda sem bola (Agência Palmeiras/Divulgação)
William Correia - 06/02/2019 - 13:21
São Paulo (SP)
Ricardo Goulart ainda está em recuperação de artroscopia no joelho direito realizada em outubro, mas já tem treinado fisicamente com o grupo no gramado e existe a expectativa de estar à disposição no fim deste mês. Mas o novo camisa 11 ainda prefere não estipular uma data para estreia no Palmeiras. Só avisa a quem o pede como centroavante que, apesar de fazer a função, sua posição é de meia-atacante.

- Sempre joguei como meia-atacante. No futebol brasileiro, todos me conhecem como meia-atacante e fui para a China assim. Mas, durante a competição, o treinador fala 'vai para a ponta, para o ataque', e eu vou. Ajudei todos os treinadores. Mas deixo claro que sou meia-atacante - disse Goulart, emprestado pelo Guangzhou Evergrande, da China, até dezembro.

- Joguei dois anos e meio com o Felipão na China, consegui manter o nível que estava tendo no Cruzeiro. Já joguei pela ponta, pelo meio e como centroavante. Onde ele escolher e preferir, posso garantir que farei o meu melhor. Se quiser contar comigo como atacante, vou fazer o meu melhor para a equipe sair vencedora - completou.


E MAIS:
Enquanto se discute a sua posição em campo, a expectativa fica para a estreia de Ricardo Goulart. Ele já está com a documentação regularizada e há uma vaga restante para inscrição no Campeonato Paulista, que deve ser preenchida até o dia 1. Mas, por enquanto, o foco principal do meia-atacante é trabalhar para ter condições físicas de entrar em campo.

- Se pudesse jogar ontem, já jogava. Tenho que respeitar esse período de tratamento. Eu sempre brinco, peço para me liberarem, mas eles pedem calma. Todos os dias, quando acordo e vou treinar, bate a ansiedade. Enquanto vejo os meus companheiros com chuteira, caneleira, treinando, acaba tocando um pouco em mim. Ninguém quer fazer nada para me prejudicar, querem me deixar 110% nas mãos de Felipão, e para entrar naquele grupo tem que estar 110%, 120% - declarou.

- Está sendo um processo. Como todos sabem, passei por uma artroscopia, graças a Deus está evoluindo todo dia. Ontem, já comecei a treinar com o grupo, infelizmente não foi com bola, mas já devo começar isso durante a semana e comecei a me enturmar. Espero que seja o mais rápido possível. Temos uma programação e espero cumprir. Hoje, estar vestindo essa camisa aqui é uma emoção muito grande, espero dar o meu melhor e ser muito feliz.

Por enquanto, o que se espera de Ricardo Goulart é que o camisa 11, ao menos, tenha condições de ser relacionado para a estreia do clube na Libertadores, no próximo dia 6, contra o Junior Barranquilla, na Colômbia. Mas o próprio Luiz Felipe Scolari já admitiu a chance de usá-lo antes, no Paulista.

Facebook Lance Twitter Lance