Poupado no 1º tempo, Luiz Adriano comemora quartas de final em casa
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Poupado no 1º tempo, Luiz Adriano comemora quartas de final em casa

Luiz Adriano Palmeiras
Luiz Adriano aproveitou rebote do pênalti que desperdiçou e garantiu a vitória do Palmeiras (Agência Palmeiras)
LANCE! - 26/07/2020 - 19:49
São Paulo (SP)
Luiz Adriano não foi titular neste domingo por sentir dores musculares, mas entrou no intervalo e graças a um gol seu, aos 42 minutos do segundo tempo, aproveitando rebote de pênalti que ele mesmo perdeu, o Palmeiras venceu o Água Santa por 2 a 1. O resultado deixa o time atuar de novo no Allianz Parque no jogo único das quartas de final do Campeonato Paulista, contra o Santo André, em data ainda a ser confirmada pela Federação Paulista de Futebol.

- Jogar em casa é importante. Se jogássemos fora, seria um pouco mais difícil. Agora, em casa, é dar o máximo, como se fosse fora. É um jogo só ainda, sem jogo de volta. Não tem como a outra equipe ficar esperando o tempo todo, vão ter que atacar. E o fator casa é muito importante para nós - disse o camisa 10, elogiando o Verdão pelo comportamento contra um adversário retrancado.

E MAIS:
- O importante foi que tivemos paciência de rodar bastante a bola e procurar achar espaço. É como o professor falou no intervalo: paciência, porque uma hora encontraríamos espaço. E fizemos os gols assim, apesar de que o pênalti foi porque o zagueiro errou e a bola bateu na mão dele - analisou o atacante.

- Foi um jogo de muita paciência. É difícil ficar só atacando, com 11 dentro do gol. A posse de bola foi só nossa. A equipe está de parabéns por ter se comportando assim, mantendo a paciência e a cabeça dentro do jogo para virar - prosseguiu Luiz Adriano.

A ausência do centroavante da escalação que iniciou o confronto surpreender, deixando o setor ofensivo com Lucas Lima, Raphael Veiga, Rony e Willian. Mas Luiz Adriano, que chegou ao sétimo gol na temporada - apenas Willian o supera no time, com um a mais - ficou fora somente por questões físicas.

- O Luiz Adriano tinha dor muscular. Poderia jogar e não ter problema para o jogo seguinte, mas correira de maneira diferente e ter problema, ficaria exposto a lesão. Conversei com os médicos e eles me falaram que era melhor deixá-lo fora. Ele foi para o banco para jogar se precisássemos, e precisamos - explicou o técnico Vanderlei Luxemburgo.


Facebook Lance Twitter Lance