Palmeiras mudará estratégia para evitar novas lesões de Gabriel Veron
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Palmeiras mudará estratégia para evitar novas lesões de Gabriel Veron

Gabriel Veron
Gabriel Veron durante treinamento, na Academia de Futebol (Foto: Cesar Greco/Palmeiras)
LANCE!/NOSSO PALESTRA - 29/04/2021 - 19:00
São Paulo (SP)
O diretor de futebol do Palmeiras, Anderson Barros, explicou, em entrevista ao portal ‘ge’, que o clube planeja mudar a abordagem das lesões de Gabriel Veron no Departamento Médico. Desde a sua estreia no profissional, no final de 2019, o jogador vem apresentando diversos problemas físicos, especialmente musculares, que o impedem de ter uma grande sequência de jogos com time.


>> Chelsea pensa em opções para o ataque, Sancho atrai o interesse de gigante inglês… O Dia do Mercado

Avaliado como o jogador mais caro da Libertadores, o jovem de 18 anos é considerado uma das principais promessas, não apenas do Palmeiras, mas do futebol sul-americano. Devido ao seu potencial, a diretoria do Verdão entende ser necessário pensar em um método eficaz para reduzir o número de contusões do jogador.


– Existe uma frase que diz “se você fizer sempre as mesmas coisas, como vai ter resultados diferentes?”. Em algum momento nós precisamos corrigir esse entendimento em relação ao Veron, para que ele possa dar as respostas que sabemos que ele pode dar. Vamos, sim, fazer as correções. É responsabilidade nossa – afirmou Anderson Barros.

E MAIS:
Fora desde o jogo de volta da Recopa, no dia 14 de abril, contra o Defensa y Justicia-ARG, Veron está se recuperando de uma lesão na coxa esquerda e tem previsão de volta somente para junho. Na temporada passada, a Cria da Academia sofreu um grave trauma na coxa direita e ficou afastada por cerca de 180 dias.

Dada essa condição, o dirigente ponderou que não adianta repetir os processos de recuperação já utilizados, uma vez que eles não proporcionaram o resultado esperado. Por isso, o Núcleo de Saúde e Performance está analisando as correções a serem feitas.

– Se fizermos sempre as mesmas coisas, os resultados serão iguais. No caso dele, vai continuar tendo as lesões. Então vamos corrigir esse rumo. O Núcleo de Saúde e Performance e o nosso coordenador científico são extremamente capazes de corrigir esse rumo e dar a condição ao Veron de ser o que ele era, o que com certeza ele voltará a ser – completou o dirigente.

Gabriel Veron
Veron conquistou a tríplice coroa em 2020 (Foto: Divulgação)
Por fim, Anderson explicou que um dos motivos da vulnerabilidade física do atleta é o estilo de jogo de extrema velocidade, que exige muito comprometimento muscular.

– O Veron trabalha com uma velocidade extremamente elevada, fora de qualquer padrão que possamos imaginar. Precisamos entender isso para dar o padrão para ele seguir trabalhando nesse nível. E não temos dúvidas de que ele vai fazer – declarou.

Apesar das lesões, até o momento Veron tem 37 jogos, 9 gols e 5 assistências com a camisa do Palmeiras. Ele é o jogador mais jovem a marcar pelo Campeonato Brasileiro, Copa do Brasil e Libertadores com a camisa alviverde.

Facebook Lance Twitter Lance