Mano quebra jejum fazendo o que Felipão não conseguiu: uma virada
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Mano quebra jejum fazendo o que Felipão não conseguiu: uma virada

Goiás x Palmeiras
Verdão conseguiu uma virada no último minuto contra o Goiás (Foto: Divulgação/Palmeiras)
William Correia - 07/09/2019 - 23:50
São Paulo (SP)
A vitória por 2 a 1 sobre o Goiás, na estreia de Mano Menezes, marcou mais do que o fim de um jejum de sete partidas do Palmeiras pelo Campeonato Brasileiro. O novo técnico conseguiu algo que seu antecessor Luiz Felipe Scolari, mesmo tendo conquistado a edição do torneio no ano passado, não atingiu: uma virada. Um bom início para o comandante.

O último triunfo saindo atrás no placar do clube ocorreu ainda com Roger Machado como treinador: 3 a 1 sobre o São Paulo, em 2 de junho de 2018, pelo Brasileiro. O Verdão saiu atrás, no Allianz Parque, sofrendo gol contra de Edu Dracena aos 30 minutos do primeiro tempo, mas marcou na segunda etapa com Willian, duas vezes, e Dudu para fazer 3 a 1.

- Confira a classificação atualizada do Brasileirão

Desde então, o Palmeiras acabou eliminado nas Copas do Brasil de 2018 e 2019 e na Libertadores do ano passado sofrendo o primeiro gol na partida que definiu seu destino na competição. No torneio continental deste ano, sofreu uma virada do Grêmio, perdendo por 2 a 1 como mandante, no Pacaembu, e ficou fora da competição. Ficando claro como não atingir viradas com Felipão custava caro para a equipe.



E MAIS:
Neste sábado, o time alcançou o triunfo por 2 a 1 por insistir na vitória. O gol que definiu o placar saiu aos 55 minutos do segundo tempo, com Gustavo Scarpa aproveitando rebote, como prêmio a um time que tentou incessantemente. De acordo com o Footstats, o Palmeiras finalizou 15 vezes, sendo nove na direção da meta. O Goiás, por sua vez, tentou concluir contra as redes de Jailson em nove oportunidades, sendo duas na direção correta.

A insistência por balançar as redes foi uma marca da equipe. O gol de Rafael Vaz, em falha de Jailson, abrindo o placar aos 20 minutos do primeiro tempo, acabou deixando a bola ainda mais para o Verdão de Mano trabalhar. Antes do intervalo, não ocorreram muitas chances claras, mas o treinador e os jogadores continuaram buscando acabar com o jejum de vitórias no Brasileiro.

No segundo tempo, Mano expôs sua intenção de vencer. Trocou Zé Rafael por Willian, bem mais incisivo, abriu mão de Ramires para organizar melhor a saída de bola com Lucas Lima e optou por uma referência mais fixa no ataque com Borja na vaga de Luiz Adriano.

O Verdão deu oportunidade para o Goiás atacar somente nos minutos finais do segundo tempo, quando já aparentava desgaste por tanto atacar. A equipe teve o domínio da maior parte da partida, principalmente depois do intervalo. Acabou premiado com os gols de Willian, aos 36 minutos do segundo tempo, e Gustavo Scarpa, nos acréscimos. Com a persistência necessária para se virar uma partida.

Facebook Lance Twitter Lance