Luxa raiz? Para técnico do Palmeiras, base deveria treinar diferente
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Luxa raiz? Para técnico do Palmeiras, base deveria treinar diferente

Palmeiras x Ferroviária - Luxemburgo
Para ele, garotos deveriam treinar em campos menores e esburacados (Foto: Gil Guzzo/Ofotografico)
LANCE! - 20/05/2020 - 16:01
São Paulo (SP)
Campo irregular e nada de ‘frescura’. Foi mais ou menos assim que Vanderlei Luxemburgo, técnico do Palmeiras, defendeu que os meninos das bases dos clubes deveriam aprender a jogar bola para terem mais momentos de intuição dentro de campo.

Em uma live realizada em seu perfil oficial no Instagram no início da tarde desta quarta-feira, o treinador recebeu o amigo pessoal e ex-jogador Zico para um bate-papo mais descontraído, obviamente falando sobre futebol na maior parte do tempo. Foi aí que a genialidade do eterno ídolo do Flamengo veio à tona, e eles acabaram comparando jogadores antigos aos mais atuais.

- Não tinha esse negócio de não botar a bunda no chão. A gente botava a bunda no chão no barrão, jogava duro. Agora está meio diferente, o pessoal reclama. Eu sou adepto até, nos CTs modernos por aí, deveriam fazer para as categorias de 10 a 14 anos, campos menores e ruins, campo esburacado, porque aí que você pega toda a destreza de jogar futebol, a habilidade, a bola muda de direção e você tem que raciocinar rápido. Nós aprendemos assim, num terreno de 10 por 10, no paralelepípedo. Agora você vê e as escolinhas são todas com grama sintética, a bola não muda de direção nunca.



E MAIS:
- Hoje isso é esquecido, estão muito mais preocupados com a parte tática, mas essa é a nossa essência. Nós jogamos tantos anos juntos, quantos gols você fez, quantas situações foram criadas que você tinha que mudar na hora o seu raciocínio. Os campos eram ruins e obrigavam a gente a mudar o raciocínio. Zico concordou com o treinador e amigo pessoal:

- A grande diferença dos jogadores anteriores era essa, ter que usar a criatividade e a intuição na mudança de situação, do que iria acontecer. Não que os de hoje não façam isso, talvez se eles tivessem na mesma posição, eles poderiam utilizar mais esse tipo de raciocínio. Hoje isso não é tão necessário, porque os campos, veja o exemplo do Campeonato Paulista, são maravilhosos de se jogar. (...) Mas não dá para se comparar épocas, era diferente – finalizou.


Facebook Lance Twitter Lance