Luxa diz que fez 'jogo de estratégia' para avançar e tirou Rony por lesão
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Luxa diz que fez 'jogo de estratégia' para avançar e tirou Rony por lesão

Luxemburgo - Palmeiras x Santo André
Vanderlei Luxemburgo diz que foi adaptando o time ao longo do jogo para vencer (Cesar Greco/Agência Palmeiras)
LANCE! - 30/07/2020 - 00:58
São Paulo (SP)
Mais uma vez, o Palmeiras esteve longe de encantar, mas está na semifinal do Campeonato Paulista. O time voltou a apresentar dificuldades para criar oportunidades claras, porém, com dois gols nos minutos finais, venceu o Santo André por 2 a 0 em um jogo que Vanderlei Luxemburgo classificou como "de estratégia". O técnico disse que foi utilizando a possibilidade de fazer cinco substituições para ir se adaptando ao que via no campo do Allianz Parque.

- Foi uma classificação difícil, contra um adversário muito bem trabalhado e treinado, que sabe o que quer fazer e tem jogadores que já atuaram em time grande, finalizam bem. Tanto que ficaram a maior parte da competição na primeira colocação geral. Era um time que preocupava, e fizemos a estratégia certa de trabalhar cada momento, usando a possibilidade das cinco substituições - explicou o treinador.


E MAIS:
- Eles vinham marcando no seu campo, saindo nos contragolpes, mas conseguimos criar algumas possibilidade, e eles também, mas é quando aparece o goleiro de time grande, e o Weverton fez duas boas defesas que garantem o jogo. Nós trabalhamos mais a bola e eles se fecharam muito. Finalizaram mais porque estavam congestionando e tivemos que ir pelos lados. Mas nossa estratégia funcionou e o importante é que chegamos à semifinal, como queríamos - concluiu, falando mais do primeiro tempo.

No intervalo, Luxemburgo sacou Gabriel Menino, indicando que o volante machucou a mão e poderia levar um segundo amarelo, e Rony, ficando sem nenhuma opção de velocidade ao longo de todo o segundo tempo. A saída do atacante, contudo, foi por lesão, segundo o técnico.

- Não tirei o Rony porque quis. Ele saiu lesionado. Não sou louco de tirar um jogador de velocidade, que puxa pelo lado do campo e joga o adversário para trás. Ele queria sair já na hora em que levou uma pancada no primeiro tempo. Então, coloquei o Gustavo Scarpa porque, como entrou também o Lucas Lima, fiquei mais vulnerável, e o Ramires não é mais um menino. Botei o Scarpa para mantermos a bola - argumentou.

- Tirei o Menino porque já tinha cartão e estava com a mão machucada, imaginei que tomaria cartão de novo. Depois, vi que o Felipe Melo precisava sair de onde estava, porque estava discutindo com o árbitro e poderia dar problema. Eu o coloquei onde sempre jogo, com qualidade para sair com a bola, e liberei o Bruno Henrique, jogando o Santo André para trás, com os laterais passando para a linha de fundo diversas vezes. E coloquei o Luan, mais uma zagueiro, para ter mais alguém alto na bola parada. Valeu a pena - prosseguiu, explicando por que Felipe Melo virou volante no final.

O Palmeiras já sabe que atuará em casa no jogo único da semifinal, no fim de semana, em data a ser definida, por ter, certamente, uma das duas melhores campanhas da competição - se o Red Bull Bragantino não vencer o Corinthians, nesta quinta-feira, o Verdão será quem tem a maior pontuação. O time de Luxemburgo ainda aguarda a definição do adversário.

Facebook Lance Twitter Lance