Em 1º grande teste, Palmeiras mostra: sabe se recuperar até dentro do jogo
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Em 1º grande teste, Palmeiras mostra: sabe se recuperar até dentro do jogo

Internacional x Palmeiras - Dudu
Dudu apareceu quando time precisou para provar que Verdão estava vivo em campo (Everton Pereira/O Fotográfico)
William Correia - 29/09/2019 - 18:38
São Paulo (SP)
Depois de vencer partidas contra times da segunda metade da classificação do Campeonato Brasileiro, o Palmeiras teve seus piores momentos sob o comando de Mano Menezes no começo de seu grande teste, diante do Inter, no Beira-Rio. Mas mostrou uma capacidade de recuperação que não transformou o 1 a 1 em virada, com a distância encurtada para o líder Flamengo, por conta de um gol anulado com muita polêmica, já nos minutos finais.

A marca da partida, obviamente, será a bola que toca na mão de Willian, após sofrer choque de zagueiro do Inter, no começo da jogada que terminou com gol de Bruno Henrique - e a anulação do árbitro, com auxílio do vídeo. Mas todo esse lance é a consequência de uma recuperação até inimaginável diante do que se viu no primeiro tempo.

O Verdão não conseguia nem jogar nem marcar durante os primeiros 30 minutos de partida. O Inter anulou a saída de bola, principal trunfo implantado por Mano Menezes. De nada adiantou o técnico se esgoelar na beira do gramado, reclamando que os volantes, principalmente Felipe Melo, estavam recebendo a bola de costas para o gol adversário, e já giravam encontrando um marcador. A pressão imposta pelos donos da casa não permitia nem pensar.

TABELA
> Veja classificação e simulador do Brasileirão clicando aqui


E MAIS:
O Palmeiras foi acumulando erros, sequer conseguindo passar do meio-campo. Quando Patrick abriu o placar, aos 27 minutos, em lance no qual Felipe Melo foi facilmente driblado e Marcos Rocha não viu o autor do gol chegar para cabecear, estava óbvio que os colorados abririam o placar. Weverton já tinha feito milagre para salvar uma equipe completamente acuada.

Foi quando o Verdão fez o básico de qualquer time pressionado: procurar o seu melhor jogador. Dudu passou a pedir e receber as bolas, mostrando ao Inter que o atual campeão brasileiro estava vivo. Mas a mudança ocorreu de vez no intervalo: Willian, que tinha ficado no banco por desgaste físico, entrou no lugar de Hyoran. Aí, sim, o Palmeiras ganhou qualidade para se impor e atacar, bem diferente do desânimo que se via até então.

Os comandados de Mano Menezes se recuperaram completamente. Ocuparam o campo adversário, inclusive com Willian perdendo grande chance em boa troca de passes. Aos 13, fez um golaço, aproveitando bola mal afastada pela zaga do Inter em cruzamento de Marcos Rocha. O técnico ainda melhorou o time com Lucas Lima na vaga de Gustavo Scarpa. E renovou fôlego na frente com Borja na posição de Luiz Adriano.

O Palmeiras não acuou o Inter como foi acuado, mas tinha a partida nas mãos. E fez o polêmico gol que valeria três pontos, reduzindo para um ponto a distância para o Flamengo. Mas fica a imagem de recuperação até mesmo dentro da partida. O que dá esperança ao torcedor alviverde de que o título pode vir nas 16 rodadas que faltam.

Facebook Lance Twitter Lance