Goulart revela infância palmeirense e se vê um reforço importante no Brasil
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Goulart revela infância palmeirense e se vê um reforço importante no Brasil

Apresentação de Ricardo Goulart no Palmeiras
Ricardo Goulart foi apresentado em uma unidade da FAM nesta quarta (Fabio Menotti/Ag. Palmeiras/Divulgação)
William Correia - 06/02/2019 - 13:00
São Paulo (SP)
No final da manhã desta quarta-feira, finalmente, Ricardo Goulart foi apresentado à imprensa no Palmeiras. O evento ocorreu em uma unidade da Faculdade das Américas, patrocinadora do clube, e coube a Leila Pereira, conselheira e proprietária da empresa, entregar a camisa 11 ao jogador. Mas o meia-atacante, que se coloca entre os principais reforços da temporada no Brasil, avisou que já usa verde desde quando era criança.

- Eu vestia (essa camisa na infância). Minha família inteira é palmeirense. Hoje, vestindo a camisa, com certeza (o clube) ganhou mais um torcedor. Fico muito feliz. Sou de São José dos Campos, minha proximidade com o futebol de São Paulo era grande. Peguei o caminho totalmente inverso, fui para a China e voltei para vestir essa camisa. Olhar para trás e ver todo esforço que fiz para estar vestindo essa camisa me deixa muito, mas muito feliz - declarou Goulart, emprestado pelo Guangzhou Evergrande até o fim do ano, mas que chegou a dizer na entrevista que seu "ciclo na China acabou".


E MAIS:
Com esse espírito, Ricardo Goulart chega com a maioria dos torcedores lembrando do seu desempenho no Cruzeiro bicampeão brasileiro, em 2013 e 2014, quando foi chefiado e criou amizade com Alexandre Mattos, hoje diretor de futebol do Palmeiras. E o meia-atacante é sincero ao dizer que é, sim, uma das principais contratações feitas por clubes brasileiros em 2019.

- Não me coloco como grande reforço do futebol brasileiro. Tenho que respeitar outros profissionais envolvidos. Hernanes tem sua carreira brilhante, Gabigol... Mas me coloco em um patamar muito importante do futebol. Desde 2013, meus números sempre foram altos. Depois de ganhar dois Brasileiros conseguir se manter em quatro anos na China é uma dificuldade imensa, mas me consegui me manter lá em cima. Por onde eu passei, meus números foram ótimos, espero que nessa temporada eu consiga manter - falou, sonhando em retornar à Seleção Brasileira.

- Com certeza. Eu me coloco em uma posição considerável pelos meus números. Não vou falar que meus números são péssimos. Meu futebol, nesses quatro anos de China, diziam por aí que sumiu, estava apagado, mas sempre tinha alguém olhando. E a Seleção hoje está mais próxima, estou vestindo uma camisa muito vitoriosa. Vou fazer de tudo para retomar meu futebol em alto nível. Parei em outubro, vou me adaptar ao futebol brasileiro novamente e fazer meu melhor. Quando tiver a oportunidade de vestir a camisa da Seleção vou ficar muito feliz.

Palmeirense de infância e com discurso de acordo com a repercussão que sua contratação teve entre os torcedores, Goulart aproveitou sua primeira entrevista coletiva como jogador do Verdão para agradecer a todos os envolvidos na sua contratação e, também, na sua recuperação. O meia-atacante passou por artroscopia no joelho direito no fim de outubro e teve todo o tratamento feito sob supervisão do Palmeiras, muito com a ajuda de Luiz Felipe Scolari, que o comandou na China.

- O Felipão é um cara fenomenal. Quem o conhece sabe o tamanho do coração que ele tem. É um cara vitorioso no futebol. Tive uma conversa franca com ele. Ele disse assim: 'Se você conseguir a liberação dos chineses, vou falar com o Alexandre e a diretoria para te trazer para cá, está afim?' Falei que estava. Não é fácil negociar com os chineses, mas, graças a Deus, deu certo e espero retribuir da melhor maneira: fazendo gols, conquistando títulos e fortalecendo a nossa amizade - declarou, citando também Alexandre Mattos.

- Consegui construir uma amizade muito forte com o Alexandre Mattos, é um cara que respeito muito. Desde quando estava no Goiás, foi um cara que sempre apostou no meu futebol e acreditou em mim. Eu já tinha em mente, depois de três anos e meio na China, voltar para o futebol brasileiro. Em 2017, já teve uma leve conversa, e também de outros clubes, mas, com a nossa amizade e nosso conhecimento, isso acabou ajudando. Quero agradecer a todos envolvidos, ao Avanti, aos palmeirenses, ao presidente e a Leila. Estou feliz em estar vestindo essa camisa tão vitoriosa.


Garanta um desconto em eletrônicos, roupa ou viagens com cupons Lance:

- Cupons de desconto Vivara
- Promoções Fast Shop
- Cupons de desconto Época Cosméticos


Facebook Lance Twitter Lance