Felipão relata problemas na China, e conversa e reza para Dudu ficar
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Felipão relata problemas na China, e conversa e reza para Dudu ficar

Dudu recebe elogios de Felipão pelo seu empenho nos treinos na pré-temporada do Palmeiras
Dudu recebe elogios de Felipão pelo seu empenho nos treinos na pré-temporada (Agência Palmeiras/Divulgação)
William Correia - 08/01/2019 - 12:18
São Paulo (SP)
Luiz Felipe Scolari deu entrevista coletiva nesta terça-feira ressaltando a todo momento que nenhuma oferta formal da China chegou ainda ao Palmeiras para levar Dudu. Mas se colocou como um dos que torcem e até rezam pela permanência do camisa 7. O técnico diz ser uma espécie de conselheiro do atacante e, inclusive, relata problemas que existem no país asiático, onde Felipão trabalhou por dois anos e meio.

- Continuo conversando com Dudu, brinco em campo. No dia a dia, concentrados, falamos bastante. Tenho recebido o Dudu na sala, alertando sobre determinadas situações, China, clubes que conheço, como funcionam, valores - relatou o treinador.




E MAIS:
- Na China, tem algumas situações que estão sendo vividas e nos fazem pensar um pouco, raciocinar. Alguns clubes da segunda divisão estão sem pagar há três, quatro meses ou fechando portas, e clubes da primeira com problemas. Vale a pena trabalhar na China por uma série de detalhes, principalmente a parte financeira. Mas dependa da ideia de cada um. O Dudu é um exponencial no Brasil, pode pensar em Seleção, jogar em um grande europeu...

- Quanto é uma proposta boa para um jogador que foi o melhor do Brasileiro? Cinco milhões? 10? 15? 50? É muito fácil falar que tem de sair, mas tem valores, determinados por quem tem direito. No futebol europeu, tem muita equipe grande que, com imposto, o salário fica o mesmo daqui, e não vale a pena - continuou Scolari.


O treinador chegou a conversar com Dudu por alguns minutos no gramado, depois do treino dessa segunda-feira, e segue dialogando com o astro enquanto o elenco se concentra na pré-temporada. Felipão apela até à fé para manter seu principal jogador em 2019.

- Se aparecer proposta, clube e jogador analisam, e vamos ver o que vai acontecer. Gostaria e rezo para o Dudu permanecer. Ele tem trabalhado com dedicação espantosa. Não está nem preocupado com isso, pelo que vejo nos treinos. Tem se mostrado um profissional maravilhoso, como sempre foi - elogiou, questionando rumores que não transformaram em proposta.

- Quem disse (que tem oferta)? Tem papel? Precisa ter papel, proposta, valores... Não só Dudu, com todos os jogadores. O correto não é oferecer valores aos jogadores, mas ao clube. Quem tem contrato, cumpre. Ou paga a multa. O Barcelona, quando quis o Paulinho, foi lá e pagou 40 milhões de euros, integral. Quarentinha... - lembrou, falando até em aumento para Dudu, que prorrogou em fevereiro o seu contrato até o final de 2022.

- Pode aparecer alguma situação, mas, até agora, não existe nada. Se aparecer algo, ele e o Palmeiras vão ouvir e se manifestar. Para isso, temos uma pessoa espetacular, que é o Alexandre (Mattos, diretor de futebol). Existe uma sintonia muito grande entre ele e os atletas e dos atletas comigo. Vamos orientando e esperando o que vai acontecer. Mas o Palmeiras sabe reconhecer o Dudu, com valores financeiros também. Ele é o principal ídolo da torcida e sabe disso.

Facebook Lance Twitter Lance