Felipão nega boatos de demissão e vê melhora no Palmeiras pós-pausa
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Felipão nega boatos de demissão e vê melhora no Palmeiras pós-pausa

Corinthians x Palmeiras - Felipão
Felipão negou intenção de deixar o Palmeiras (Foto: Renato Gizzi/Photo Premium)
LANCE! - 04/08/2019 - 22:17
São Paulo (SP)
O empate em 1 a 1 com o Corinthians, neste domingo, em Itaquera, pela 13ª rodada do Brasileirão frustrou as pretensões do Palmeiras de se aproximar do líder Santos. O resultado não ajudou a melhorar o clima com a torcida alviverde, que cobra o time pela queda de rendimento após a pausa para a Copa América. Os últimos dias foram de tensão e protestos em tom de ameaças. Após a partida, o técnico Luiz Felipe Scolari não quis comentar as manifestações dos torcedores e negou rumores de que teria intenções de pedir demissão do cargo. Para ele, a equipe mostrou melhora nos últimos três jogos. O treinador está confiante na recuperação da equipe e na volta dos bons resultados e atuações. 

– Quem te disse? Ouviram boatos. Então, está esclarecido. Quem cria deve ter algum interesse. Eu estou contente, tenho meu time para trabalhar, a comissão. Gosto do Palmeiras. Quem cria, responde para vocês. Eu não tenho nada para responder. Sobre a manifestação, nada a falar. Nos últimos três jogos voltamos a ter posicionamento, imposição física e parte técnica bem organizada. Eu vejo a minha equipe, o Palmeiras, melhorando dia a dia. Não foi bem nos primeiros vinte dias depois da Copa América, mas os últimos três jogos não tenho nada a cobrar, a não ser posicionamento de bola aérea que não acontecia. A mensagem que eu deixo é essa – disse o treinador. 


TABELA DO BRASILEIRÃO
> Confira a classificação e simule os próximos jogos


Sobre a partida, Felipão analisou como equilibrada e elogiou a atuação do goleiro rival Cássio e pregou respeito ao Corinthians. O treinador também gostou da entrada de Zé Rafael, no segundo tempo.

– Acho que foi um belo jogo. As duas equipes se apresentaram bem. Nós tivemos quatro oportunidades mais vivas de gol. Mas do outro lado, temos que saber que tem um Cássio. Além de uma pessoa íntegra, é um grande goleiro. Saímos contentes também, sabemos respeitar a equipe do Corinthians. Nos dez primeiros minutos eu acho que o Palmeiras foi bem. Em alguns momentos algumas coisas não saíram como queríamos. Cartão amarelo para o Diogo, que não pode ficar como último homem. Coisinhas que temos que corrigir. O Zé Rafael entrou muito bem no jogo de hoje, vem crescendo nos trabalhos das semanas. Ao ser substituído, trabalha mais e nos dá mais opção – analisou.

O treinador pediu calma e mostrou confiança na recuperação da equipe no Campeonato Brasileiro. A chegada dos reforços no ataque é vista com bons olhos pelo comandante alviverde.

– Com nove rodadas, já falavam que ganhamos o campeonato, mas tinham setenta pontos para disputar. Tem muito ponto, muita coisa vai acontecer, calma. Temos uma boa equipe, recebendo o Vitor Hugo, o Luiz Adriano amanhã, o Dourado, que vem se recuperando. Então está ótimo, devagar vamos chegando. Estamos pensando em dois atacantes também. Quando chegar o Luiz Adriano, ele já jogou com um atacante do lado dele fazendo esse trabalho. Podemos fazer porque temos jogadores. Só que não vamos ter muito tempo. Tentamos com Willian e Deyverson hoje. Tentamos com Willian e Borja no jogo do Godoy Cruz, lá.

O treinador também anunciou que só vai passar a dar entrevistas em caso de derrotas ou empates. Nas vitórias a função ficará com o auxiliar Paulo Turra.

– Semana que vem, quem vai dar entrevista para vocês é o Paulo Turra. Quando ganhar, é o Paulo Turra que vai dar entrevista. Quando perder ou empatar, sou eu. O chefe decidiu – concluiu.

O Palmeiras volta a campo no próximo domingo, às 16h, quando recebe o Bahia, no Allianz Parque, às 16h, pela 14ª rodada.

E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance