Com cinco titulares formados nas categorias de base, Palmeiras repete marca que não acontecia desde 2015
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Com cinco titulares formados nas categorias de base, Palmeiras repete marca que não acontecia desde 2015

Palmeiras x Coritiba
Lucas Esteves e Gabriel Veron em ação contra o Coritiba (Foto: Cesar Greco)
LANCE!/NOSSO PALESTRA - 16/10/2020 - 12:05
São Paulo (SP)
O jogo entre Palmeiras e Coritiba na última quarta-feira (14), no Allianz Parque, não marcou somente a despedida de Vanderlei Luxemburgo do comando técnico. A terceira derrota seguida do Verdão no Brasileirão contou com cinco titulares formados nas categorias de base.

Gabriel Menino, Renan Victor, Lucas Esteves, Patrick de Paula e Gabriel Veron iniciaram o confronto no Allianz.

Isso não acontecia desde 2015, quando o Verdão encarou o Ituano, em Itu, pela última rodada da primeira fase do Paulistão daquele ano. O time comandado até então por Oswaldo de Oliveira, entrou em campo com cinco jovens criados na sua categoria de base: Nathan, João Pedro, Victor Luís, Renato e Rafael Marques.


E MAIS:
Rafael Marques é contado pelo clube como uma Cria da Academia, uma vez que entrou em campo pelo extinto Palmeiras B antes de receber uma chance de Jair Picerni.

Antes disso, o jogo em que o Verdão havia utilizado mais jovens da base, tinha sido diante do Atlhetico-PR, no jogo que salvou o clube do rebaixamento no Brasileirão de 2014.

Naquela ocasião, Dorival Júnior também escalou cinco crias no time que iniciou a dramática partida: Nathan, João Pedro, Victor Luís, Renato e Gabriel Dias.

De 2015 pra cá, com a chegada de Alexandre Mattos e a Crefisa, o Palmeiras fez um ótimo trabalho de investimento na base, porém pouco se viu jovens receberem chances, e só neste ano a política de aproveitamento dos atletas formados em casa foi levada ao profissional.

Facebook Lance Twitter Lance