Churrasco com Aguirre e vida como na China: Felipão esbanja bom humor
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Churrasco com Aguirre e vida como na China: Felipão esbanja bom humor

  •  Palmeiras x Colo Colo
    Palmeiras x Colo Colo Luis Moura / WPP
  •  Valdivia - Colo-Colo x Palmeiras
    Valdivia - Colo-Colo x Palmeiras (Foto: NELSON ALMEIDA / AFP)
  •  Valdivia - Palmeiras x Colo-Colo
    Valdivia - Palmeiras x Colo-Colo Photosport
  •  Palmeiras x Colo-Colo
    Palmeiras x Colo-Colo Luis Moura/WPP
  •  Palmeiras x Colo-Colo
    Palmeiras x Colo-Colo Luis Moura/WPP
  •  Palmeiras x Colo Colo
    Palmeiras x Colo Colo Luis Moura / WPP
  •  Palmeiras x Colo Colo
    Palmeiras x Colo Colo Luis Moura / WPP
  •  Palmeiras x Colo Colo
    Palmeiras x Colo Colo Luis Moura / WPP
  •  Palmeiras x Colo-Colo
    Palmeiras x Colo-Colo Luis Moura/WPP
  •  Palmeiras x Colo-Colo
    Palmeiras x Colo-Colo Marcello Fim/OFotografico
  •  Palmeiras x Colo Colo
    Palmeiras x Colo Colo Luis Moura / WPP
  •  Palmeiras x Colo Colo
    Palmeiras x Colo Colo Anderson Rodrigues / Agencia F8
  •  Palmeiras x Colo Colo
    Palmeiras x Colo Colo Luis Moura / WPP
  •  Palmeiras x Colo Colo
    Palmeiras x Colo Colo Luis Moura / WPP
Thiago Ferri e William Correia - 04/10/2018 - 01:34
São Paulo (SP)
Logo após vencer o Colo-Colo por 2 a 0 e alcançar a classificação para a semifinal da Libertadores, Luiz Felipe Scolari chegou para dar entrevista coletiva cheio de bom humor. Logo avisou que não falaria sobre o clássico de sábado, contra o São Paulo, pelo Campeonato Brasileiro. Mas falou até em torcer para enfrentar o Grêmio na decisão do torneio continental.

- Torço por nosso país, nossos treinadores, nosso futebol. Não vejo por que não valorizar o que é bom e o que é nosso. E o Renato... Espero encontrá-lo na final, que seja assim: Palmeiras x Grêmio - disse Felipão, que elogiou nominalmente todos os técnicos de times brasileiros classificados na Libertadores e na Copa Sul-Americana, inclusive indicando que torce para o Cruzeiro de Mano Menezes eliminar o Boca Juniors (nesta quinta-feira, no Mineirão, precisa reverter a derrota por 2 a 0 na ida, na Argentina).

- Do jogo de sábado só posso falar que terei a maior alegria de encontrar o Diego Aguirre e espero que ele me pague o churrasco que paguei em Porto Alegre e ele não me devolveu. Sou amigo do peito do Aguirre. Antes dos Gre-Nais, jantávamos juntos em churrascarias. É amizade de alguém que conheci no Brasil e me tratou de forma muito respeitosa. Ele treina do meu lado, tentei subir o muro para gritar bobagem, mas não dá, ergueram 3, 4 metros de muro. Com Carpegiani (como técnico do São Paulo), gritei e caí. Agora, não dá tempo. Encontrar o Aguirre é sempre bom. Que eles se matem em campo e eu e o Aguirre que nos lembremos do tempo de Porto Alegre. Será ótimo - avisou, sorrindo, sem se preocupar com qualquer repercussão de suas declarações.



- A única coisa que prometi para a minha mulher quando disse que vinha para o Palmeiras é que não ouviria nada, nem programa de televisão ou rádio, para não ficar respondendo. Não estou escutando nada, se é bom, se tem ranço. Vou cumprir promessa porque aí não tem que discutir, ficar bravo. É a mesma coisa de quando eu estava na China: não entendo nada.


Veja outros temas abordados por Felipão após a classificação:

Deyverson
Tem tomado Maracugina para ficar calminho. Não foi o Deyverson que deu uma peitada no zagueiro do Cruzeiro. Foi o zagueiro do Cruzeiro. os árbitros estão interpretando o que não existe. Se ele parou e deu um drible, não é menosprezo, ou ninguém pode driblar. É que hoje é bonito falar do Deyverson, Chico Anysio, não sei o que. É bom jogador, comete deslizes, mas que comecem por outros jogadores, e que os árbitros pensem nisso em vez de punir Deyverson porque o cabelinho dele é loiro.


Vitória sobre Colo-Colo
Mérito de equipe que se dedica. Quando idealizamos o time do Colo-Colo, fizemos modificações e tivemos a participação de dois ou três jogadores jogando de forma diferente, mas pela equipe. É um elenco trabalhando sério e tentando resultados para um possível título.

Dudu
Dudu foi meu jogador no Grêmio. Na primeira semana, estava chateado, na reserva, o Murtosa o colocou na linha e, comigo, ele é isso aí. Sempre foi assim. Trocamos de posição baseado no que o conhecemos e nas informações do Palmeiras de 2016, em alguns jogos, e como aquela equipe ia nos complicar jogando daquela maneira, optamos pelo Dudu nessa posição, e ele foi fundamental. Ele se sente bem comigo e eu me sinto bem com ele.

Borja
Borja é um excelente jogador e, por isso, tem sempre que trabalhar para evoluir. Hoje, jogou muito bem no aspecto tático, evoluiu 30% dos outros jogos. Se ele se porta dessa forma em outros jogos, é espetacular para a equipe. Ele precisa jogar como sabe, mas com aplicação tática que ele, muitas vezes, por não ter sido cobrado e ensinando no tempo certo, tem dificuldade. Está melhorando nesse sentido. Melhor para o Palmeiras.

Thiago Santos
O Thiago faz o que sabe fazer bem: tem grande poder de marcação, antecipação, boa bola alta. Ele te dá, em uma equipe, a função que é dada. Não pode cobrar dele ser armador e finalizador, mas faz muito bem a função. Por isso, nossa zaga sofreu muito pouco.

E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance