Atletismo do Brasil retoma treinos específicos de olho na Olimpíada
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Atletismo do Brasil retoma treinos específicos de olho na Olimpíada

Alison dos Santos, o Piu, é ouro nos 400m com barreira
Alison Santos está qualificado para a Olimpíada nos 400 m com barreiras (Foto: Wander Roberto/COB)
LANCE! - 29/07/2020 - 15:09
Rio de Janeiro (RJ)
Depois de um período de mais de quatro meses com treinamentos improvisados, forçados pela pandemia e pelas restrições causadas pelo novo coronavírus, o atletismo brasileiro recomeçou a preparação em instalações adequadas e de olho nos Jogos Olímpicos de Tóquio, adiados para 2021.

O Centro Nacional de Desenvolvimento do Atletismo (CNDA), da Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt), reabre na segunda-feira exclusivamente para atletas moradores na cidade de Bragança Paulista (SP) e dentro das restrições determinadas pelas autoridades sanitárias municipais.

Em São Paulo, os atletas e treinadores receberam a notícia da reabertura do Núcleo de Alto Rendimento Esportivo (NAR) mesmo de forma muito controlada por determinações da Portaria 747, que regula o funcionamento dos centros esportivos no município.



Outro alento importante é a iniciativa do Comitê Olímpico do Brasil (COB) ao lado da CBAt, que levará atletas para a Missão Europa, na segunda quinzena de agosto. Alguns representantes do atletismo, que fazem parte do Programa de Preparação Olímpica, devem treinar em Rio Maior, em Portugal.

- O meu grupo principal retorna segunda-feira ao NAR. Teremos 1 hora e 50 minutos à tarde para usar a pista, três vezes por semana, seguindo as orientações - comentou o treinador Katsuhico Nakaya, que tem atletas como Vitória Rosa, Ana Cláudia Lemos, Eduardo de Deus, Jailma Sales de Lima e Ana Carolina Azevedo, entre outros. Vitória e Eduardo já estão qualificados para Tóquio nos 200 m e nos 110 m com barreiras, respectivamente.

- Enquanto isso, continuamos a treinar perto do Obelisco do Ibirapuera até o fim desta semana. Meus atletas estão fazendo musculação em suas academias, que foram reabertas. No NAR, os equipamentos de peso ainda estão indisponíveis - lembrou Nakaya, atleta olímpico em Moscou-1980 e Los Angeles-1984.

O treinador pretende tomar todas as cautelas neste reinício dos trabalhos específicos.

- Eles estão treinando apenas de tênis e agora passarão a utilizar novamente as sapatilhas. O período é de uma retomada gradativa para evitar lesões. Meus atletas ficarão treinando comigo e não vão para a Europa - completou.

Victor Fernandes passará também a reunir seu grupo de atletas novamente no NAR. Vitor Hugo dos Santos e Rodrigo Nascimento, dois dos principais velocistas do Brasil (foram campeões mundiais do revezamento 4x100 m no Japão e quarto colocados no Mundial de Doha, no Catar) deixarão a preparação que vinham fazendo na Escola de Educação Física do Exército, na Urca, no Rio de Janeiro, por serem militares, e voltam para São Paulo.

- O NAR reabriu sua área externa com restrição de 20% da capacidade de atendimento e cumprindo todos os protocolos da Prefeitura de São Paulo e do Instituto Península. Teremos equipes menores para manter o afastamento. A prioridade no momento são os atletas de alto rendimento - comentou o treinador.

Já Felipe de Siqueira continua a rotina de treinamentos na região do Parque do Ibirapuera.

- O Pinheiros reabriu para associados, ainda assim com uma frequência bem controlada. Depois de treinarem em casa, meus atletas retomaram um bom ritmo de preparação. Fiz uma parceria com uma academia, que reservou um horário apenas para eles - disse o treinador.

São do grupo atletas importantes como Alison Santos, Derick Souza, Jorge Vides, Lucas Carvalho, Lorraine Martins e Andressa Fidelis. Alison, finalista no Mundial de Doha e campeão no Pan-Americano de Lima, está qualificado para a Olimpíada nos 400 m com barreiras.

No CNDA, com todas as restrições impostas neste momento, cerca de 30 atletas estão autorizados a retomar os treinos, incluindo Darlan Romani, recordista sul-americano e quarto colocado no Mundial de Doha no arremesso do peso.

Já os atletas de Neilton Moura esperam a reabertura da pista de Guarulhos, prevista também para segunda-feira (3/8). Alexsandro Melo, o Bolt, por exemplo, continua treinando em sua casa, em Londrina (PR). Ele está qualificado para o salto triplo para Tóquio.

Também qualificado no triplo, Almir Junior mantém-se em preparação com o técnico José Haroldo Loureiro Gomes, o Arataca, na Sogipa, em Porto Alegre (RS).

E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance