Aaron Gordon brilha e Orlando Magic derrota Flamengo em amistoso
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Aaron Gordon brilha e Orlando Magic derrota Flamengo em amistoso

Orlando Magic x Flamengo
AFP
LANCE! - 05/10/2018 - 22:20
Orlando (EUA)
No duelo entre uma equipe da NBA e um pentacampeão do NBB, deu a lógica: apesar de apresentar boas ideias dentro de quadra, o Flamengo não conseguiu se impor, nesta sexta-feira, no Amway Center, para cima do Orlando Magic, que venceu por 119 a 82 e manteve a escrita de um clube brasileiro nunca derrotar uma franquia da principal liga de basquete do mundo.

A partida fez parte da prepração do Orlando Magic antes do começo da temporada da NBA. Antes do Fla, a equipe da terra da Disney havia sofrido uma derrota para o Philadelphia 76ers, por 120 a 114. O Rubro-negro, por sua vez, carregava o fardo de ter sido campeã carioca, vencendo o Botafogo na última semana, no Ginásio Oscar Zelaya. 

AARON GORDON COMEÇA 'ON FIRE'
​Apesar de ser, teoricamente, uma equipe inferior tecnicamente, o Flamengo tentou atacar com base na criação de jogadas por meio do movimento de bola e de passes rápidos, características das equipes do treinador Gustavo de Conti. Porém, o rubro-negro encontrou dificuldade para executar esse planejamento por conta da forte defesa do Orlando Magic, que não dava espaços. 

Desse jeito, a equipe norte-americana apostou nas rápidas transições para pontuar. Nesse contexto, Aaron Gordon, grande estrela da franquia, foi o protagonista, aproveitando sua força física e passadas largas para sempre criar vantagens em velocidade para superar o garrafão rubro-negro. 

FLA SENTE A INTENSIDADE
​O rubro-negro até iniciou o segundo quarto de maneira produtiva, marcando seis pontos em sequência e, em certo momento, até equilibrando as ações com a equipe adversária. Porém, com a chegada da metade do período, o Flamengo cansou e, sentindo a intensidade da velocidade de um time de NBA, teve uma drástica queda de rendimento. 

A resposta do Magic veio com uma sequência de doze pontos seguidos, restaurando uma grande vantagem no placar. Aproveitando muitas faltas feitas pelos jogadores do Flamengo no garrafão e, aproveitando os lances livres gerados por essas infrações, a equipe americana saiu com um placar positivo de 67 a 43 para o intervalo do primeiro tempo.

BOLAS DE TRÊS CAEM E FLAMENGO EQUILIBRA PERÍODO
Na volta do intervalo, foi possível ver o Flamengo com a mesma postura de rodar o jogo e buscar a melhor alternativa para arremessar por meio de passes. Algumas jogadas, porém, eram desperdiçadas pela escolha ruim na 'hora h' - isso foi possível notar principalmente com Leandrinho, que, apesar da experiência na NBA, não contribuiu muito para a construção do jogo, perdendo muitos duelos no campo ofensivo.  

Apesar disso, foi possível ver um Flamengo com um melhor aproveitamento nos arremessos de quadra. No terceiro período, o rubro-negro conseguiu três bolas de 3, além de ter melhorado a marcação no perímetro do Magic. Desse jeito, a equipe brasileira viu uma evolução, perdendo o período por 'apenas' seis pontos de diferença.

ORLANDO VOLTA A DOMINAR ÚLTIMO QUARTO
Com rotações muito distintas em relação ao início da partida - algo natural pelo tipo de jogo e o resultado parcial -, o jogo perdeu em qualidade técnica. Por conta da falta de entrosamento e ritmo de alguns atletas, foi possível enxergar confrontos mais físicos, com, por exemplo, intensas batalhas pelos rebotes. 

No fim, pesou a equipe que possuía a melhor qualidade de rodagem de elenco. Apesar da contínua quantidade de arremessos de três pontos caindo por parte do Flamengo, o Orlando Magic contou com um show do novato Mohamed Bamba, que teve uma boa atuação durante todo o jogo, para vencer o período por 26 a 19 e, consequentemente, terminar a partida com 119 a 82. 

DESTAQUES DA PARTIDA
Flamengo:
Marquinhos - 19 pontos, 6 rebotes, 1 assistência e 1 roubada
Varejão - 14 pontos, 12 rebotes e 2 roubadas
Franco Balbi - 2 pontos, 1 rebote e 7 assistências

Orlando Magic:
Aaron Gordon - 29 pontos, 8 rebotes, 2 assistências, 1 roubada e 1 toco
Nikola Vucevic - 21 pontos, 7 rebotes, 2 assistências, 1 roubada e 2 tocos
Mo Bamba - 12 pontos, 9 rebotes, 1 assistência e 4 tocos

E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance