UFC Vegas 5: Brunson nocauteia Shahbazyan; brasileiros brilham
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

LUTAS

UFC Vegas 5: Brunson nocauteia Shahbazyan; brasileiros brilham

Brunson levou a melhor na luta principal do UFC Vegas 5 e segue o crescimento nos médios (Foto: Reprodução/Combate)
Brunson levou a melhor na luta principal do UFC Vegas 5 e segue o crescendo até 84kg (Foto: Reprodução/Combate)
TATAME - 02/08/2020 - 01:46
Las Vegas (EUA)
O retorno do Ultimate à Las Vegas (EUA), na noite de sábado (1), com o UFC Vegas 5, teve a importante e expressiva vitória de Derek Brunson – considerado azarão nas casas de apostas – por nocaute técnico sobre a promessa Edmen Shahbazyan no peso-médio. Além disso, o Brasil saiu com o saldo positivo. No co-main event, Jennifer Maia finalizou Joanne Calderwood e Vicente Luque venceu Randy Brown por nocaute técnico.

Este retorno aos Estados Unidos, após uma passagem em Abu Dhabi (EAU), na “Ilha da Luta”, também foi marcado por baixas em cima da hora, fazendo o card ter apenas oito lutas. Gerald Meerschaert testou positivo para o novo coronavírus, enquanto Trevin Giles passou mal no aquecimento para a luta.

Brunson nocauteia ‘promessa americana’

Após um primeiro instante de estudo, Derek Brunson tomou a iniciativa, conquistou uma queda e quase pegou as costas do oponente. Já Edmen Shahbazyan “acordou” para o embate, foi mais para cima e respondeu com bons golpes. O segundo assalto seguiu com o mesmo equilíbrio, mas entrando na parte final, Brunson passou a trabalhar no chão e, nos últimos segundos, conectou uma série de golpes e “Golden Boy” foi salvo pela sirene anunciando o fim do round. O peso-médio chegou a ser avaliado pelo médico.

No começo do terceiro round não teve jeito. Brunson aproveitou que o adversário estava abatido, acelerou o ritmo, derrubou e trabalhou mais golpes até Herb Dean encerrar o combate. Esse é a terceira vitória seguida do lutador, enquanto Shahbazyan, promessa do UFC, conhece a primeira derrota no MMA.

Jennifer tem atuação de gala e finaliza “Jojo”

Jennifer Maia começou soltando seu jogo na trocação e levando a melhor sobre Joanne Calderwood, que resolveu levar o combate para o chão. Na luta de solo, mesmo por baixo, a brasileira seguiu bem no combate, encontrou uma brecha no jogo da escocesa e finalizou com uma chave de braço ainda no primeiro round. Em entrevista, a peso-mosca, que volta a vencer, desafiou a campeã Valentina Shevchenko – que aceitou o desafio em um post no Twitter. “Jojo”, que vinha de vitória, conhece mais um revés no UFC.

Luque domina e vence por nocaute técnico

Apesar da maior envergadura de Randy Brown, Vicente Luque encontrou a distância e conectou os melhores golpes com combinações de jab-direto e low kicks. O brasileiro ainda conquistou um knockdown e quase terminou o combate. Já no começo do segundo assalto, Luque seguiu na mesma pegada e voltou a castigar a perna esquerda do jamaicano, que sentiu os ataques na região e precisou alternar a base.

Como resposta, Brown tentou usar o clinch do Muay Thai para aplicar joelhadas e ainda chegou a derrubar o brasileiro. Mas, Luque se recuperou e encaixou uma joelhada que fez o oponente sentir. Na sequência, colocou mais golpes em Randy até o árbitro Mark Smith encerrar o confronto nos instantes finais do segundo round. O brasileiro registra a segunda vitória seguida, enquanto “Rude Boy” volta a ser derrotado.

Green vence revanche contra Vannata

Após empate majoritário no primeiro encontro em 2017, desta vez o combate teve um vencedor. O duelo foi mais uma vez disputado, mas Bobby Green foi mais incisivo e derrotou Lando Vannata por decisão unânime. “King” engata a segunda vitória seguida no peso-leve. “Groovy” segue com cartel irregular.

Baixas durante card do UFC Vegas 5

Os problemas da pesagem, na sexta-feira (31), que teve o cancelamento de uma luta – que envolvia o brasileiro Markus Maluko – e quatro lutadores retirados do card, continuaram também neste sábado. Poucas horas antes de o evento começar em Las Vegas, alguns sites especializados divulgaram que o peso-pesado Gerald Meerschaert, que iria participar do card principal contra Ed Herman, havia testado positivo para Covid-19. O UFC confirmou e anunciou que o combate estava retirado do card imediatamente.

Já com o evento em andamento, Trevin Giles iria fazer a luta de abertura do card principal. No entanto, o peso-médio se sentiu mal, desmaiou e precisou sair da luta contra Kevin Holland. Segundo informações da equipe médica do Ultimate, o atleta deve problema de desidratação por conta do corte de peso. 

Destaques do card preliminar

Fechando o card preliminar, Jonathan Martinez colocou um ritmo forte e quase nocauteou Frankie Saenz no segundo round. Mas, no terceiro e último assalto, o lutador não deixou escapar a oportunidade e venceu por nocaute técnico. “Dragon”, que não bateu o peso e terá que passar 30% da bolsa para o oponente, volta a vencer peso-galo do Ultimate. Já Saenz amarga a segunda derrota seguida. Em duelo de estreantes, Nate Maness levou a melhor em três rounds e derrotou Johnny Munoz por decisão unânime no peso-pena.

Vince Cachero assumiu a luta há um dia e deu um enorme trabalho para Jamall Emmers que, mesmo assim, impôs o seu jogo e saiu com a vitória. “Pretty Boy” conhece o primeiro triunfo no Ultimate após ser derrotado na estreia. Já o havaiano estreia com revés na companhia, mas um futuro promissor. A luta de abertura do evento terminou empatada após 15 minutos de equilíbrio. Chris Gutierrez tem a sequência de três vitórias interrompidas, porém mantém a invencibilidade. Já Cody Durden debutou na organização.

CONFIRA OS RESULTADOS:

UFC Fight Night 173
Sábado, 1º de agosto de 2020
UFC Apex, em Las Vegas (EUA)

Card principal
Derek Brunson derrotou Edmen Shahbazyan por nocaute técnico no 3R
Jennifer Maia finalizou Joanne Calderwood com uma chave de braço no 1R
Vicente Luque derrotou Randy Brown por nocaute técnico no 2R
Bobby Green derrotou Lando Vannata por decisão unânime dos jurados

Card preliminar
Jonathan Martinez derrotou Frankie Saenz por nocaute técnico no 3R
Nate Maness derrotou Johnny Munoz por decisão unânime dos jurados
Jamall Emmers derrotou Vince Cachero por decisão unânime dos jurados
Chris Gutierrez e Cody Durden empataram por unanimidade

E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance