Michele Oliveira finaliza em estreia no Shooto e destaca uso do Jiu-Jitsu
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

LUTAS

Michele Oliveira finaliza em estreia no Shooto e destaca uso do Jiu-Jitsu

Michele conquistou uma importante vitória na estreia pelo Shooto Brasil (Foto: Marcell Fagundes)
Michele conquistou uma importante vitória na estreia pelo Shooto Brasil (Foto: Marcell Fagundes)
TATAME - 06/11/2020 - 13:39
Rio de Janeiro (RJ)
Dois anos após fazer a primeira luta no MMA profissional, Michele Oliveira voltou ao cage para estrear pelo Shooto Brasil 102, no último dia 25. A faixa-preta mostrou toda a categoria do seu Jiu-Jitsu para finalizar Cláudia Alves com um mata-leão, ainda no primeiro round, e ficar com a vitória. À TATAME, a atleta da Nova União, que também é Embaixadora do projeto Lutadoras, dedicado ao combate à violência contra mulher, analisou o triunfo e a eficiência do seu jogo.

- O Jiu-Jitsu foi o primeiro esporte da minha vida e eu sou grata a tudo que ele me proporciona, é uma paixão. Quando eu entro pra lutar, busco usar o que tenho de melhor, se for necessário usar a parte em pé, eu farei, mas não tem nada melhor que fazer o dever de casa usando o que mais amo, o Jiu-Jitsu. Muitos amigos pediram pra que durasse mais tempo, mas quando eu entro ali quero resolver a luta o quanto antes (risos) - comentou a peso-palha.

Nos últimos anos, Michele participou do Abu Dhabi Grand Slam do Rio de Janeiro, mas nesta edição de 2020 não estará presente. A lutadora está, na Bahia, auxiliando no camp de Virna Jandiroba que vai encarar Mackenzie Dern, no UFC 256, dia 12 de dezembro. A faixa-preta comentou sobre o momento.

- Sempre falo que se pudesse, eu lutaria Jiu-Jitsu e MMA, mas não da pra abraçar o mundo. Nesse momento, estou em Feira de Santana, a convite do Renato Velame e da Virna Jandiroba, vim ajudar o camp dela para próxima luta e, com isso, não estarei no Rio pra poder participar do Grand Slam - disse.


E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance