Três estrangeiros aparecem como mais prováveis a assumir o Inter
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Três estrangeiros aparecem como mais prováveis a assumir o Inter

Eduardo Coudet
Divulgação/Rosario Central
Futebol Latino - 15/10/2019 - 09:58
Porto Alegre (RS)
Com relação ao novo técnico do Internacional, as informações que estão sendo apuradas tanto no Rio Grande do Sul como também na Argentina fortalecem uma ideia: o comandante será não apenas estrangeiro como natural do país vizinho.

Nesse momento, o favorito da diretoria e foco das negociações por ora é Eduardo Coudet, profissional que teve como trabalho de grande destaque o período no Rosario Central e que, desde a temporada 2017/2018, dirige o Racing após curta passagem entre esses dois clubes pelo Tijuana, do México.

O fato do treinador de 45 anos de idade não ter multa rescisória junto ao clube de Avellaneda é elemento que anima os dirigentes do Colorado que, segundo informação do portal Globo Esporte, já estão em solo argentino para tentarem avançar com as tratativas.

E MAIS:
Apesar do desejo do Internacional ser a chegada de Coudet, parece que o clube tem se planejado bem pensando já na ideia de não ter sucesso nas conversas e outros dois nomes são tratados como alternativas viáveis ao clube: Ariel Holan e Jorge Almirón.

Campeão da Copa Sul-Americana e da então Copa Suruga (hoje Final J.League YBC Levain Cup/CONMEBOL Sul-Americana) pelo Independiente, Ariel segue sem clube desde que deixou o Rojo em maio desse ano tendo sido substituído por Sebastián Beccacece, ex-assistente de Jorge Sampaoli.

Além do arquirrival do Racing, Holan acumula experiência no futebol também tendo dirigido o Defensa y Justicia entre 2015 e 2017 já que, antes disso, trabalhou com extremo sucesso por muito tempo em outro esporte, o hóquei de grama.

O outro especulado para chegar ao Internacional é Jorge Almirón, ganhador de destaque no cenário sul-americano quando chegou a decisão da Libertadores em 2017 com o Lanús sendo que, antes disso, ele já havia trabalhado em Defensa y Justicia, Tijuana, Godoy Cruz e Independiente. Depois do Granate, Almirón não conseguiu repetir o sucesso e passou com mais considerações negativas que positivas por Atlético Nacional e San Lorenzo estando, nesse momento, no Al-Shabab, da Arábia Saudita.


Facebook Lance Twitter Lance