Pré e pós-jogo, Grêmio protestou contra sequência do Gauchão
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Pré e pós-jogo, Grêmio protestou contra sequência do Gauchão

Jogadores do Grêmio entram cem campo usando máscaras de proteção
LUCAS UEBEL/GREMIO FBPA
Futebol Latino - 16/03/2020 - 09:14
Porto Alegre (RS)
Ficou bastante evidente qual é a opinião de jogadores e da comissão técnica do Grêmio acerca da continuidade do Campeonato Gaúcho em meio a pandemia do coronavírus que, inclusive, fez com que o jogo diante do São Luiz no último domingo (15) não tivesse público na Arena.

Antes da bola rolar, os jogadores e também o técnico Renato Portaluppi entraram no gramado e inclusive se posicionaram para a execução do hino nacional usando máscaras de proteção como forma de protesto diante da sequência da competição.

Finalizada a partida onde o Tricolor saiu perdendo por 2 a 0 e precisou buscar a virada, as palavras do meia Thiago Neves e de Renato ratificaram a ideia de que os atletas do Imortal querem a paralisação das atividades.



- Agora vamos ver o que vai acontecer. Sou a favor da pausa. Não é brincadeira. Se o nosso torcedor pode pegar o vírus, os jogadores também podem. Temos que ter uma conscientização geral - disse o atleta.

- Está na hora do Grêmio se pronunciar, nossa forma foi com as máscaras para alertar as autoridades. Jogador de futebol é gente. Não estamos imunes. Não adianta nada fechar portões. A torcida fica protegida e dane-se quem trabalha no futebol? O mundo todo parado. Será o que o futebol brasileiro não tem que parar? As pessoas no futebol tem que conversar e fazer greve? Precisa chegar nesse ponto? É um telefonema para alguns líderes em clubes e a coisa acontecem. Esperamos que as autoridades se liguem e parem os campeonatos. É o bom senso. Se não vai ser pior. Não queremos chegar nesse ponto. É para ontem essa decisão. Jogador quando se une, está bem unido - complementou o treinador gremista.

E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance