Klauss Câmara fala que sempre lutou para 'legitimar trabalho' na passagem pelo Grêmio
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Klauss Câmara fala que sempre lutou para 'legitimar trabalho' na passagem pelo Grêmio

Klauss Câmara
Lucas Uebel/Grêmio
Futebol Latino - 05/10/2020 - 15:54
Porto Alegre (RS)
Uma das consequências internas no Grêmio na época que a equipe estava com sérios problemas na Libertadores após perder no Chile por 2 a 0 para a Universidad Católica foi a saída do executivo de futebol, Klauss Câmara.

E, falando pela primeira vez publicamente após deixar o cargo gerencial no clube gaúcho, ele disse em entrevista ao portal 'ge' que os seus 21 meses à frente da área foram de buscar por "legitimar" o seu trabalho. Fazendo com que, no fim das contas, a sua saída não lhe pegasse totalmente desprevenido:

- São coisas do futebol. O nosso trabalho, infelizmente, sofre grandes questionamentos quando há uma instabilidade nos resultados. Mas a minha demissão, se formos olhar pelo ponto de vista do meu posicionamento de brigar sempre em prol do departamento de futebol, já era esperada. Pois sempre busquei legitimar a função do executivo dentro do clube.




O ex-dirigente falou também sobre elementos relacionados as contratações e o fato de algumas delas terem sido alvo de críticas fortes por parte, principalmente, da torcida gremista. Como, por exemplo, a vinda de Thiago Neves, hoje no Sport.

- Nunca realizei absolutamente nada sozinho dentro do Grêmio. As indicações para as contratações eram sempre discutidas entre todo o departamento de futebol (eu, Renato e a Central de Dados Digitais). Após um consenso, eu ia ao mercado para verificar as condições, interesses e possibilidades. Depois disso, era encaminhada ao CEO e a diretoria para aprovação ou não - afirmou Klauss, agregando:

- O Thiago sempre foi pretendido pelo Grêmio, antes mesmo que eu estivesse no clube. Ele foi contratado em razão do grande jogador que é e também com interesse e aprovação de todos que fazem parte do contexto interno. Ele é um atleta com um currículo incrível. Foi campeão por onde passou, inclusive no Grêmio. E devido a essa carreira vitoriosa, seria natural que ele, estando livre no mercado, fosse pretendido por grandes equipes do futebol brasileiro. Aliás, assim que ele saiu do Grêmio, o Jorge Sampaoli pediu a contratação dele no Atlético-MG, líder do Campeonato Brasileiro.

Apesar dos pesares, Klauss Câmara reforçou que não guarda qualquer ressentimento da passagem pelo Tricolor, ao contrário. Para ele, o que mais ficou marcado foi a participação na atual gestão gremista:

- Os sentimentos pelo Grêmio sempre serão os mesmos, pois ele é muito maior que qualquer um de nós. Sempre levarei comigo e com minha família os grandes momentos que vivi aqui. Tenho certeza que esse tempo foi de muita coisa boa, sem dúvida o saldo é positivo do trabalho. As conquistas e essa torcida incrível ficarão marcadas eternamente em minhas lembranças. Sempre terei honra, orgulho e a satisfação de poder ter contribuído com o Grêmio e de poder ter feito parte da história dele.



E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance