Em seis minutos, Flamengo 'executa' o Corinthians e chega à marca histórica
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Em seis minutos, Flamengo 'executa' o Corinthians e chega à marca histórica

Flamengo x Corinthians
Bruno Henrique fez três gols contra o Corinthians, no Maraca (Foto: Marcelo Goncalves/Photo Premium/Lancepress!)
Matheus Dantas - 03/11/2019 - 18:05
Rio de Janeiro (RJ)
Com três gols de Bruno Henrique, o Flamengo venceu o Corinthians por 4 a 1 no Maracanã, neste domingo, e manteve-se a oito pontos de distância do vice-líder Palmeiras. O Rubro-Negro caminha rumo ao título do Brasileirão e chegou a 17 jogos de invencibilidade no campeonato, um recorde na história do clube.

Depois do show de BH27, Mateus Vital fez o gol e honra para o Corinthians, que em nada diminuirá a pressão em cima do time - que não vence há oito rodadas e saiu do G6 - e do técnico Fabio Carille. Vitinho, com um golaço de pé esquerdo, definiu o placar.Confira abaixo mais destaques do jogo no Maracanã.

E MAIS:
MARCA HISTÓRICA!

Flamengo x Corinthians
17 jogos de invencibilidade no BR-19 (Foto: Marcelo Cortes / Flamengo)
Com o resultado deste domingo, o time da Gávea chegou à 17ª partida de invencibilidade no Campeonato Brasileiro. São 15 vitórias e dois empates na sequência, o que coloca a equipe de Jorge Jesus em igualdade com o Flamengo de 1980. Comandado por Zico, o Rubro-Negro também ficou 17 jogos sem ser derrotado naquele Campeonato Brasileiro - o qual foi conquistado pelo clube.

Estas são as maiores sequências invictas do Flamengo em todas edições do Campeonato Brasileiro, disputado desde 1971. Na próxima quinta, o atual time terá a chance de estabelecer nova marca contra o Botafogo, no Nilton Santos.

VAPO!

Flamengo x Corinthians
BH27 em ação (Foto: Delmiro Junior/Photo Premium/Lancepress!)
Foram necessários seis minutos para o Flamengo 'executar' o Corinthians, como virou moda dizer entre os rubro-negros. O time encontrou dificuldades para entrar na área adversária, demorou a finalizar contra a meta de Cássio e abusou do chuveirinho. Quando pôs a bola no chão, as chances apareceram.

O primeiro foi de pênalti, sofrido por Arrascaeta após passe de Everton Ribeiro, aos 45 minutos da primeira etapa. Dois minutos depois, Bruno Henrique fez mais um após assistência de Gerson. O jogo foi até os 49 minutos. Na volta do intervalo, o camisa 27 precisou de outro minuto para deixar o placar em 3 a 0.

SOBRA QUALIDADE

Flamengo x Corinthians
Vitinho fez o dele no Maracanã (Foto: Marcelo Cortes/Flamengo)
A vitória do Flamengo teve a marca do time de Jorge Jesus, com belos gols e em jogadas trabalhadas. Os três primeiros contaram com a participação fundamental do trio de meio-campistas: Everton Ribeiro, Gerson e Arrascaeta. Com muita qualidade, os passes perfeitos quebraram a defesa do Corinthians, deixando Bruno Henrique em condições de marcar. A qualidade fez a diferença.

O quarto gol também foi de se aplaudir. Finalização perfeita de Vitinho, com a perna esquerda que não é "a boa" - o atacante é destro -, mas também é boa.

ENTROU NA BRIGA PELA ARTILHARIA

Flamengo x Corinthians
BH27 em ação (Foto: Marcelo Goncalves/Photo Premium/Lancepress!)
Com 20 gols, Gabriel Barbosa é o artilheiro isolado do Brasileirão e, até este domingo, parecia que não seria incomodado pelos concorrentes até o fim do campeonato. Contudo, com os três gols contra o Corinthians, Bruno Henrique entrou de vez na briga. O atacante rubro-negro tem 15 gols e é o vice-artilheiro.

Na próxima rodada, contra o Botafogo, Gabigol retorna ao time titular - o camisa 9 cumpriu suspensão contra o Corinthians pelo terceiro cartão amarelo - do Fla e os companheiros continuarão "brigando" pelo posto de goleador.

FESTA NA FAVELA!

Torcida do Flamengo
Nação fez bonito no Maracanã (Foto: Alexandre Vidal/Flamengo)
Mais de 60 mil rubro-negros, outra vez, foram ao Maracanã empurrar o Flamengo e fizeram uma bonita festa na ensolarada tarde deste domingo. Como não poderia deixar de ser, Bruno Henrique foi ovacionado, porém a torcida também aplaudiu Vitinho - outrora vaiado, e pediu a entrada de Diego - sendo atendida por Jorge Jesus. No fim, a festa na favela terminou com "olé".

Facebook Lance Twitter Lance