Lucão vinga? Veja jogadores que atuaram por Corinthians e São Paulo
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Lucão vinga? Veja jogadores que atuaram por Corinthians e São Paulo

Lucão - São Paulo
Lucão em ação com a camisa do São Paulo (Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net)
LANCE! - 07/02/2019 - 17:08
São Paulo (SP)
O Corinthians surpreendeu e anunciou nesta quinta-feira a contratação do zagueiro Lucão, que estava encostado no São Paulo e não disputa uma partida oficial desde maio do ano passado. O jogador de 22 anos será mais um na história a ter vestido a camisa dos dois rivais, estendendo uma lista já muito pomposa. 

Só nos últimos anos, foram alguns casos de jogadores que vestiram a camisa de Corinthians e São Paulo. Atualmente, por exemplo, o Timão conta com o meia Jadson, que defendeu o clube do Morumbi entre 2012 e 2013, quando se transferiu para o Alvinegro em troca por Alexandre Pato, outro da lista. O Tricolor, por sua vez, conta com o zagueiro Anderson Martins e o volante Jucilei que já atuaram pelo Corinthians.

Confira abaixo alguns jogadores que atuaram pelos dois rivais nos últimos anos: 

EMERSON SHEIK 

Emerson Sheik - Corinthians
Sheik pelo Corinthians (Foto: Marcelo Machado de Melo/Fotoarena
Emerson Sheik está marcado na memória do torcedor do Corinthians como autor de dois dos gols mais importantes da história do clube, os do título da Libertadores em 2012 sobre o Boca Júniors (ARG). Mas o que muita gente não sabe é que ele iniciou a carreira no São Paulo. Depois da base, o atacante ficou no Tricolor entre 1998 e 1999, mas passou sem deixar saudade. 

Sheik chegou ao Corinthians em 2011 e participou ativamente da era vitoriosa do clube desde então. Foi duas vezes campeão brasileiro (2011-2015), duas do Paulista (2013-2018), Recopa Sul-Americana (2013), Libertadores e Mundial (2012). Voltou ao clube no ano passado para encerrar a carreira aos 40 anos e hoje é coordenador do clube. 

PETROS 

Petros cumpriu suspensão em Alagoas, mas volta a ficar à disposição
Petros com a camisa do São Paulo (Foto: Érico Leonan/saopaulofc.net)
O volante Petros, de 29 anos, não deixou muita saudade nas duas torcidas, mas foi melhor no Corinthians. Ele chegou ao clube em 2014 após se destacar pela Penapolense no Campeonato Paulista. Chamou a atenção pela garra e também polêmicas. Foi suspenso por ter dado uma trombada no árbitro Raphael Claus no clássico contra o Santos na Vila Belmiro pelo Campeonato Brasileiro. Deixou o clube em 2015 rumo ao Bétis (ESP) e ficou marcado mais pelo pênalti desperdiçado na semifinal do Paulista daquele ano contra o Palmeiras, que se classificou, do que por ter participado pouco da campanha do título brasileiro na sequência. 

Em 2017, foi contratado pelo São Paulo, esperançoso de que teria uma força no meio de campo e uma liderança no vestiário. Porém, a passagem durou pouco, sem grandes marcas. No ano seguinte, Petros foi negociado com Al-Nassr, da Arábia Saudita, onde está até hoje. 

ALEXANDRE PATO 

Pato - Corinthians
Pato pelo Corinthians em 2013 (Foto:Eduardo Viana/Lancepress!)
O Corinthians tinha acabado de ser campeão mundial sobre o Chelsea (ING) e a diretoria anunciou, ainda no fim de 2012, uma contratação bombástica. O clube desembolsou 15 milhões de euros (cerca de R$ 40 milhões na época) para tirar o renomado atacante do Milan (ITA). Com passagens pela Seleção e sempre visto como um grande talento, Pato chegou com pompa, mas não vingou e acabou virando uma dor de cabeça. Com salário superior a todos os demais jogadores do grupo, teve problemas internos e passou a desagradar o técnico Tite dentro de campo. Com a torcida, nunca houve lua de mel, mesmo com gols. O estopim para o fim da linha foi um pênalti perdido com cavadinha nas quartas de final da Copa do Brasil de 2013 contra o Grêmio em Porto Alegre. O Timão foi eliminado e Pato ficou sem clima. 

Pouco depois, o atacante foi envolvido em uma troca com Jadson, do São Paulo. No Morumbi, ganhou moral com funcionários, passou a jogar bem e conquistou a torcida. Acabou negociado em 2016 com o Villareal (ESP) após o término de seu contrato de empréstimo com o Tricolor e sem ter voltado a vestir a camisa do Corinthians. Hoje os são-paulinos pedem a volta do atacante que está no Tianjin Quanjian, da China. 

DANILO 

Danilo no São Paulo
Meia Danilo com a camisa do São Paulo 
O meia Danilo, de 39 anos, é um caso raro de jogador que teve grande sucesso tanto pelo Corinthians quanto pelo São Paulo. Na verdade, ele conseguiu conquistar praticamente todos os títulos possíveis por ambos os clubes. Foi campeão paulista, brasileiro, da Libertadores e do Mundial pelo São Paulo e depois repetiu a mesma linha pelo Corinthians, mas foi além. 

Após defender o Tricolor entre 2004 e 2006, Danilo voltou ao Brasil em 2010 após passagem pelo Japão para jogar no Corinthians, pois havia sido rejeitado pelo São Paulo. Virou um dos maiores vencedores da história do Timão, com três Paulistas (2013-17-18), Três Brasileiros (2011-15-17), Libertadores (2012), Mundial (2012) e Recopa Sul-Americana (2013). Deixou o clube no fim do ano passado após não ter seu contrato renovado e hoje defende o Vila Nova-GO, onde deve encerrar a carreira. 

RIVALDO 

Rivaldo - Corinthians
Rivaldo em ação com a camisa do Corinthians (Foto: Reprodução)
Um dos maiores jogadores brasileiros de todos os tempos, o ex-meia Rivaldo, de 46 anos, também jogou o Majestoso pelos dois lados. Acabou não conquistando título por nenhum dos dois clubes, embora a passagem pelo Corinthians tenha sido ligeiramente melhor. Do São Paulo, saiu após uma polêmica com o então técnico Paulo César Carpegiani, que o deixou na reserva. Rivaldo ficou furioso. 

A passagem pelo Timão, antes da consagração, foi entre 1993 e 94, após se destacar pelo Mogi Mirim no que ficou conhecido como Carrossel Caipira. Foi um dos melhores do Timão no Brasileiro de 93 e acabou sendo comprado pelo rival Palmeiras no ano seguinte. De verde, se destacou mais e conquistou título,s inclusive o Brasileiro sobre o Corinthians em 94. No Tricolor, chegou já veterano e consagrado em 2011, mas disputou apenas 46 partidas e marcou sete gols. Após um bom início, deixou o clube sem deixar saudade e perambulou por clubes menores até encerrar a carreira em 2015 no Mogi Mirim, do qual virou proprietário. 

Facebook Lance Twitter Lance