Jobson é suspenso pelo Brasiliense e deve deixar a equipe... Relembre as polêmicas envolvendo o atacante
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Jobson é suspenso pelo Brasiliense e deve deixar a equipe... Relembre as polêmicas envolvendo o atacante

Jobson sonha em voltar a atuar em grandes clubes
Hoje com 30 anos, Jobson coleciona casos controversos na carreira (Lucas Bolzan/Brasiliense)
LANCE! - 22/01/2019 - 15:23
Brasília (DF)
Nem estreou e já está suspenso. Nesta segunda-feira, o Brasiliense anunciou a suspensão do atacante Jobson, que nem sequer entrou em campo com a camisa do time do Distrito Federal. O jogador tinha retornado recentemente de uma punição após quatro anos sem disputar uma partida de futebol. A diretoria alegou conflitos internos com o jogador de 30 anos. O LANCE! fez uma lista com as polêmicas envolvendo o atacante. Confira:

PRIMEIRO CASO DE DOPING EM 2009

Jobson - ex-Botafogo
Jobson confessou uso de crack (Foto: Gilvan de Souza/Lancepress!)
O primeiro caso controverso da carreira do centroavante aconteceu em 2009, quando se destacava pelo Botafogo. O jogador foi pego no exame anti-doping em duas partidas do Campeonato Brasileiro, contra Coritiba e Palmeiras e foi suspenso por dois anos.

O teste deu positivo para substâncias presente na cocaína e o próprio atleta confessou, na época, ter usado crack. Após novo julgamento no ano seguinte, a pena de Jobson foi diminuída para seis meses e o atleta retornou aos gramados em julho de 2010.

CONFUSÃO COM TORCEDORES DO AVAÍ

Jobson - Treino do Botafogo (Foto: Wagner Meier/LANCE!Press)
Jobson foi suspenso por um dia em 2010 (Wagner Meier/LANCE!Press)
Meses depois de retornar as atividades no Botafogo, o atacante se envolveu em outra polêmica. Após um empate contra o Avaí na ressacada, a delegação do Botafogo deixava o estádio no ônibus e o atacante mostrou o órgão genital para torcedores do time catarinense.

Na época, o atleta foi conduzido até a delegacia da região, mas foi liberado no mesmo dia.

AGRESSÃO CONTRA A ESPOSA

Jobson - São Caetano
Jobson foi levado à delegacia por agredir a esposa (Arquivo Lance!)
Depois de deixar o Botafogo por problemas disciplinares, como atraso em treinos, Jobson vagou por algumas equipes no futebol brasileiro até parar no São Caetano, em 2013. Nesse mesmo ano, o atacante foi acusado de agredir fisicamente a esposa Thayne Bárbara.

Jobson foi à um hospital de São Caetano do Sul com alguns ferimentos alegando que se cortou acidentalmente em casa. No entanto, a ex-mulher do atleta disse que os machucados foram originados por uma briga entre o casal. O atacante foi encaminhado à delegacia, mas foi liberado momentos depois.

INDISCIPLINA E ENTREVISTAS POLÊMICAS

Jobson - Atlético-MG
Jobson não se firmou em diversos clubes (Divulgação/Site Atlético-MG)
Antes de assinar com o São Caetano, o atacante teve breve passagens por clubes como Atlético Mineiro, Bahia e Grêmio Barueri. No entanto, em nenhuma dessas passagens o jogador obteve sucesso. Em todas as três equipes, Jobson apresentou problemas disciplinares.

No Grêmio Barueri a situação foi a mais conturbada. Além dos atrasos em treinamentos e desentendimentos com comissão técnica e atletas, o atacante deu uma declaração controversa, dizendo que "Não queria mais jogar em um time sem torcida.". Logo depois, teve o contrato rescindido pela equipe paulista e assinou com o São Caetano.

DESACATO À AUTORIDADE

Jobson
Jobson xingou policiais e não parou em blitz (Reprodução/Internet)
Ainda na passagem pelo São Caetano, Jobson colecionou mais um caso. Em 2013, mesmo ano que foi acusado de agredir a mulher, Jobson foi levado à delegacia por acelerar seu carro e ofender policiais de São Caetano do Sul em uma blitz.

No Azulão, Jobson só realizou três partidas e marcou apenas dois gols. Meses depois, assinou com o Al-Ittihad, da Arábia Saudita.

RECUSA AO ANTIDOPING E SUSPENSÃO DO FUTEBOL ÁRABE

Jobson - Al Ittihad FC
Jobson pelo Al-Ittihad, da Arábia Saudita (Divulgação/Al Ittihad FC)
Contratado em 2014 pelo Al-Ittihad, da Arábia Saudita, Jobson chegou ao país badalado e fez boas partidas pela equipe no início de 2014, marcando cinco gols em 13 partidas. No entanto, tudo degringolou em março daquele mesmo ano.

Jobson se recusou a realizar um exame anti-doping e foi suspenso pela Federação Árabe e não poderia atuar no país pelos próximos anos. Na época, o jogador desmentiu a informação e disse que o clubes não pagava os salários.

RETORNO AO BOTAFOGO E SUSPENSÃO PELA FIFA

Jobson - Botafogo
Jobson retornou ao Glorioso em 2014 (Foto: Vitor Silva/SS Press)
Como a punição só era válida para solo saudita, o atacante desembarcou no Botafogo em 2014. Em 2015, seu futebol voltou a entrar nos eixos, na boa equipe que chegou à final do Campeonato Carioca.

No entanto, a Fifa decidiu que a suspensão do Comitê Antidoping da Arábia valia para todo o mundo, às vésperas do jogo de ida da decisão estadual, contra o Vasco. Jobson teve de ficar fora dos gramados até março de 2018.

DENÚNCIA DE ESTUPRO DE VULNERÁVEL

Jobson - ex-Botafogo
Jobson esteve preso em 2016 e 2017 (Foto: Cleber Mendes/Lancepress!)
Suspenso do futebol profissional, Jóbson seguiu com sua luta para jogar bola. O atacante começou sua luta para manter a forma na várzea de Conceição do Araguaia (a 979km de Belém, capital do Pará). Mas, no campeonato amador da cidade, causou confusão em 2016, por se inscrever em dois times diferentes.

Meses depois, Jobson ganharia as páginas policiais, ao ficar preso por sob acusação de estuprar quatro menores em uma chácara no interior no Pará. Segundo a acusação, ele entorpecia e embriagava as meninas. Foi solto em setembro daquele mesmo ano, mas voltou à prisão por determinação judicial em maio de 2017.

ACIDENTE DE CARRO E EMBRIAGUEZ

Jobson - batida de carro
Jobson se envolveu em acidente de carro no Pará (PM/Divulgação)
Ainda em 2017, o atacante foi solto mediante pagamento de fiança. Porém, ainda no mesmo ano, voltou a ter visibilidade pelas confusões. Primeiro, seu carro capotou em um grave acidente em Tocantins, e, além do jogador se ferir, seu cunhado não resistiu. Dentro do veículo, foram encontradas latas de cerveja e uma garrafa de uísque.

 Já em um campeonato amador de Conceição do Araguaia, Jobson aprontou. Irritado com uma dividida, o atacante agrediu um adversário e, irritado por ser expulso, deu um tapa no árbitro.

RETORNO AO BRASILIENSE E RESCISÃO COM A EQUIPE

Jobson
Jobson foi suspenso pelo Brasiliense (Foto: Divulgação/Brasiliense)
Jobson acertou seu retorno ao futebol com o Brasiliense, no entanto, já teve desentendimentos com a diretoria, que o suspendeu. Com o afastamento, o jogador fica fora da última semana de atividades da pré-temporada da equipe. Além disso, não será relacionado para a estreia do Brasiliense no Campeonato Brasiliense - a equipe enfrenta o Santa Maria no sábado.

Ao Blog Drible de Corpo, do Correio Braziliense, o atacante disse que pediu para deixar o clube porque recebeu proposta do futebol carioca: "Eu sei que eu tenho uma proposta para ir embora, jogar bola no Campeonato Carioca. Faz dias que chegou essa proposta para mim e eu havia sido liberado. Agora, estão com esse papo aí. Eu vazo, não tem problema não." reclamou.

Facebook Lance Twitter Lance