Vasco supera o Botafogo e consegue primeira vitória em clássicos no ano
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Vasco supera o Botafogo e consegue primeira vitória em clássicos no ano

Botafogo x Vasco - Comemoração
Ribamar fez o primeiro gol do Vasco no clássico (Foto: Maga Jr/Ofotografico)
Fernanda Teixeira - 13/09/2020 - 22:26
Rio de Janeiro (RJ)
O Vasco conseguiu a primeira vitória em clássicos em 2020, ao vencer o Botafogo, por 3 a 1, neste domingo. Com gols de Ribamar, Cano e Ygor, o time comandado por Ramon Menezes levou a melhor na partida válida pela 10ª rodada do Campeonato Brasileiro e subiu na tabela de classificação. Matheus Babi fez os dois gol dos donos da casa.


Com o resultado, o Alvinegro permanece no Z-4, em 17º lugar, com nove pontos, enquanto o Cruz-Maltino assumiu a quarta colocação, com 17 e um jogo a menos que o líder Internacional, com 20. Os dois times voltam a se enfrentar na próxima quinta-feira, às 19h, no duelo de ida da quarta fase da Copa do Brasil, novamente no Nilton Santos.

Equilíbrio inicial 
O equilíbrio deu o tom dos minutos iniciais do clássico no Nilton santos. O Vasco começou explorando lados do campo com Pikachu pela direita e Talles Magno, pela esquerda. Do outro lado, o Botafogo chegava com perigo quando Bruno Nazário e Honda iniciavam as jogadas, dando qualidade ao toque de bola alvinegro.

Vasco na frente
​Aos 18, o Cruz-Maltino chegou a marcar um gol com Talles Magno, que pegou rebote de chute de Pikachu de fora da área, mas em condição de impedimento, apontada pelo VAR. O Glorioso respondeu com chutes de fora da área perigosos de Rhuan e Vitor Luis. Kevin também teve grande chance após confusão na área, mas Fernando Miguel salvou o Vasco. Finalmente aos 35, o placar foi aberto pelo time de São Januário. Benítez cruzou na área, Kevin errou o corte, Benevenuto furou e Ribamar, atento,  empurrou para a rede.

Tudo igual
O Botafogo voltou com Kalou para o segundo tempo e colocou intensidade nos minutos iniciais. O marfinense acionou Nazário pela esquerda e Bruno Nazário assustou o goleiro vascaíno. Na sequência, Matheus Babi finalizou com categoria de fora da área para igualar. 


Atacantes resolvem
O Botafogo era melhor na partida até a metade do segundo tempo, mas o Vasco conseguiu equilibrar novamente. E no momento certo na partida os atacantes cruz-maltinos resolveram. Primeiro Cano, aos 26, aproveitando cruzamento de Benítez cabeceou e não perdoou o rebote de Cavalieri. No minuto seguinte, após boa trama coletiva, Marcos Júnior ajeitou para Ygor finalizar com força para marcar o terceiro.

Pressão final
Quando o jogo parecia decidido a favor do Vasco, o Botafogo voltou a entrar no jogo com mais um gol de Matheus Babi, aos 38, após bela jogada de Kalou. O Alvinegro passou a pressionar e quase conseguiu o empate aos 43, mas Fernando Miguel fez um milagre em nova finalização de Babi à queima roupa para garantir a primeira vitória vascaína em clássicos no ano. 

FICHA TÉCNICA

BOTAFOGO 2 x 3 VASCO

​Data/Hora: 13/09/2020, às 20h30 (de Brasília)
Local: Nilton Santos, Rio de Janeiro (RJ)
Gramado: Regular
Público/Renda: Portões fechados
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (Fifa/GO)- NOTA L! -6,5 - Controlou bem o jogo e usou o VAR com justiça.
Assistentes: Bruno Raphael Pires (Fifa/GO) e Leone Carvalho Rocha (GO)
VAR: Elmo Alves Resende Cunha (GO)
Cartões amarelos: Rafael Forster, Paulo Autuori (BOT); Benítez, Fellipe Bastos (VAS)
Cartão vermelho: -

Gols: Ribamar (35'/1ºT, 0-1), Matheus Babi (3´/2ºT, 1-1 e 37'/2ºT, 2-3), Cano (26'/2ºT, 1-2) e Ygor (27'/2ºT, 1-3).

BOTAFOGO: Diego Cavalieri; Kevin (Barrandeguy, 12'/2ºT), Kanu, Marcelo Benevenuto (Kalou, intervalo), Rafael Forster e Victor Luis; Honda (Rentería, 42'/1ºT), Bruno Nazário e Caio Alexandre (Luiz Otávio, 42'/1ºT); Matheus Babi e Rhuan (Pedro Raúl, 12'/2ºT). Técnico: Paulo Autuori.


VASCO: Fernando Miguel; Yago Pikachu, Ricardo Graça (Miranda, 6'/2ºT), Leandro Castan e Henrique; Fellipe Bastos, Marcos Júnior e Benítez (Neto Borges, 40'/2ºT); Ribamar (Ygor, 12'/2ºT), Cano e Talles Magno (Bruno Céesar, 40'/2ºT). Técnico: Ramon Menezes.

Facebook Lance Twitter Lance