Relembre os jogadores estrangeiros que 'percorreram' times pelo Brasil
menu button lance
lancelogo lancelogo lance
LANCE
LANCE
X
Compartilhe



10/08/2018 | 07:30

Relembre os jogadores estrangeiros que 'percorreram' times pelo Brasil

  •  Guerrero - Flamengo
    PAOLO GUERRERO (Corinthians, Flamengo e Internacional) - O atacante da seleção peruana chegou ao Corinthians em 2012 e no mesmo ano conquistou o Mundial de Clubes. Ele deixou o time paulista em 2015 para assinar com o Flamengo, onde venceu o Campeonato Carioca de 2017. Atualmente, Guerrero atua no Internacional (Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)
  •  Montillo -Treino do Botafogo
    MONTILLO (Cruzeiro, Santos e Botafogo) - O meia argentino desembarcou no Brasil em 2010 e assinou com o Cruzeiro, conquistando o Campeonato Mineiro de 2011. Montillo também vestiu a camisa do Santos, entre 2013 e 2014, e atuou no Botafogo na disputa da Libertadores de 2014. Atualmente está no Tigre (ARG) Vitor Silva/SSPress/Botafogo
  •  Guiñazu - Treino do Vasco (Foto: Cleber Mendes/LANCE!Press)
    GUIÑAZU (Internacional e Vasco) - o volante assinou com o Inter em 2007 e conquistou diversos títulos pela equipe, com destaque para a Copa Sul-Americana (2008) e a Libertadores de 2010. Em 2013, o argentino assinou com o Vasco, onde ficou duas temporadas e faturou os Cariocas de 2015 e 2016. Atualmente está no Córdobas (ARG) Guiñazu - Treino do Vasco (Foto: Cleber Mendes/LANCE!Press)
  •  Barcos foi apresentado na manhã deste sábado pelo presidente Wagner Pires de Sá e o diretor de futebol Marcelo Djian
    HERNÁN BARCOS (Palmeiras, Grêmio e Cruzeiro) - O atacante assinou com o Palmeiras em 2012 e no mesmo ano se conquistou a Copa do Brasil. No ano seguinte, o argentino transferiu-se para o Grêmio e tornou-se o maior artilheiro estrangeiro do clube, com 45 gols. Atualmente, Barcos está no Cruzeiro Foto: Vinnicius Silva / Cruzeiro
  •  Canteros - Chapecoense
    CANTEROS (Flamengo e Chapecoense) - O volante argentino desembarcou no Rio em 2014 para assinar com o Flamengo, mas teve atuação modesta na equipe e foi emprestado para a Chapecoense, clube em que trabalha atualmente (Foto: Divulgação/Chapecoense)
  •  Marcelo Moreno
    MARCELO MORENO (Vitória, Cruzeiro, Grêmio, Flamengo e Cruzeiro) - No Brasil, o atacante boliviano tornou-se profissional no Vitória, onde conquistou dois estaduais, teve passagens de pouco destaque pelo Cruzeiro e Grêmio e foi emprestado ao Flamengo em 2013. Entretanto, no ano seguinte voltou à Raposa, também por empréstimo, e faturou o Campeonato Brasileiro Divulgação
  •  Conca - Flamengo
    DARÍO CONCA (Vasco, Fluminense e Flamengo) - O meia assinou empréstimo com o Vasco em 2007, mas foi contratado pelo Fluminense no ano seguinte e construiu uma bela história nos seis anos em que vestiu a camisa tricolor, conquistando o título do Campeonato Brasileiro de 2010. Em 2017, o argentino foi emprestado ao Flamengo, mas esteve em campo em apenas um jogo e rompeu tanto com o Rubro Negro quanto com o Shanghai SIPG. Atualmente está sem clube (Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)
  •  Herrera - Vasco
    HERRERA (Grêmio, Corinthians, Grêmio, Botafogo e Vasco) - O atacante foi emprestado ao Grêmio pelo San Lorenzo em 2006, quando foi campeão gaúcho e retornou ao clube no ano de 2009, sem muito destaque. Em 2008, assinou com o Corinthians e faturou o Brasileirão Série B, ajudando a equipe a retornar à primeira divisão. Seu vínculo mais longo foi com o Botafogo (2010-2012), clube em que se tornou campeão carioca. Em 2015, Herrera assinou com o Vasco, mas sem realizar grandes feitos, foi negociado com o Rosário Central (Foto: Arquivo LANCE!)
  •  Escudero Vasco
    DAMIÁN ESCUDERO (Grêmio, Atlético-MG, Vitória e Vasco) - Emprestado pelo Boca Juniors (ARG), o meia chegou ao Grêmio em 2011 como reforço para a disputa da Libertadores, mas o título não veio e Escudero foi emprestado pela segunda vez, ao Atlético-MG, clube em que se tornou campeão mineiro em 2012. Seu terceiro empréstimo no Brasil foi para o Vitória, que comprou os direitos do jogador, mas acertou sua transferência para o Vasco em 2017. Atualmente está sem clube (Foto: Paulo Fernandes/Vasco)
  •  Lucas Pratto
    LUCAS PRATTO (Atlético-MG e São Paulo) - Foi no Atlético-MG que o atacante marcou o centésimo gol da carreira, tornou-se campeão mineiro e venceu a Florida Cup de 2016. No ano seguinte, o argentino foi transferido para o São Paulo, clube em que ajudou a sair da zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro de 2017. Atualmente, Pratto está no River Plate (Foto: Maurício Rummens/Fotoarena/Lancepress!)
  •  Um dos principais jogadores da Copa Libertadores, o goleiro paraguaio Gatito Fernández, do Botafogo, viu do banco de reservas seu Paraguai não se classificar
    GATITO FERNÁNDEZ (Vitória, Figueirense e Botafogo) - Campeão carioca pelo Botafogo em 2017, o goleiro teve sua primeira experiência brasileira quando defendeu o Vitória, em 2014-15. No ano seguinte, Gatito se transferiu para o Figueirense, onde despertou a atenção do Glorioso, que contratou o atleta até 2021 (Foto: YASUYOSHI CHIBA / AFP)
  •  Pablo Armero
    PABLO ARMERO (Palmeiras, Flamengo e Bahia) - Criador do "Armeration", dança que virou febre entre os palmeirenses nos anos de 2009 e 2010, o lateral-esquerdo se despediu do Brasil para viver uma experiência italiana e retornou em 2015 para defender o Flamengo, até assinar com o Bahia, em 2017, quando foi campeão da Copa do Nordeste. Atualmente, Armero defende o América da Cali (COL) Divulgação Bahia
  •  Erazo durante treino em São Januário
    FRICKSON ERAZO (Flamengo, Grêmio, Atlético-MG e Vasco) - O zagueiro chegou ao Flamengo em 2014, com contrato por três temporadas, mas acabou ficando no banco o ano inteiro e foi emprestado ao Grêmio em 2015. A passagem por Porto Alegre também foi modesta e o jogador só ganhou destaque no Atlético-MG, onde conquistou a Florida Cup e o Campeonato Mineiro de 2017. No ano seguinte, Erazo foi emprestado ao Vasco. Atualmente defende o Barcelona de Guayaquil Paulo Fernandes/Vasco.com.br
  •  Alejandro Martinuccio
    ALEJANDRO MARTINUCCIO (Fluminense, Cruzeiro, Coritiba, Chapecoense e Avaí) - O meia chegou ao Fluminense em 2011 cercado por polêmicas após assinar um pré-contrato com Palmeiras dias antes. Apesar da expectativa, o resultado não foi tão rentável e Martinuccio foi emprestado ao Cruzeiro, onde se tornou bicampeão brasileiro, e para o Coritiba. Em 2016, o argentino assinou com a Chapecoense, conquistando a Sul-Americana do ano. Atualmente está no Avaí Foto: Reprodução Facebook Avaí
  •  Mena
    EUGENIO MENA (Santos, Cruzeiro, São Paulo, Sport e Bahia) - O chileno chegou ao Santos em 2013, mas acabou rescindindo contrato em 2014 motivado por atrasos salariais. No ano seguinte, o meia assinou com o Cruzeiro, mas não conseguiu de destacar na equipe e foi emprestado ao São Paulo e ao Sport, clube em que realizou boas atuações. Em janeiro de 2018, Mena acertou sua transferência para o Bahia e conquistou o Estadual. Atualmente está no Racing (ARG) Felipe Oliveira/ E.C Bahia
  •  Valencia  - Santos
    EDWIN VALENCIA (Atlético-PR, Fluminense e Santos) - Revelado pelo América de Cali, o volante chegou ao Atlético-PR em 2007 e permaneceu na equipe até 2010, ano em que assinou com o Fluminense. Pelo Tricolor, o jogador foi campeão brasileiro e carioca, mas não teve vínculo renovado e acertou sua transferência para o Santos em 2015, conquistando o bicampeonato paulista. Atualmente, Edwin Valencia está no Atlético Nacional Valencia tem se recuperado na academia do CT Rei Pelé (Foto: Ricardo Saibun / Santos FC)
  •  Dátolo - Vitória
    JESÚS DÁTOLO (Internacional, Atlético-MG e Vitória) - O meia chegou ao Internacional em 2012 e permaneceu no clube por uma temporada até assinar com o Atlético-MG, clube em que se tornou campeão da Copa do Brasil 2014. Após três temporadas em Belo Horizonte, o argentino assinou com o Vitória, onde foi campeão baiano. Atualmente, Dátolo está no Banfield (ARG) (Foto: Moysés Suzart/Divulgação/EC Vitória)
  •  Trellez - São Paulo
    SANTIAGO TRÉLLEZ (Flamengo, Vitória e São Paulo) - O colombiano assinou com o Flamengo em 2007, mas deixou o clube antes mesmo de jogar uma partida como profissional e só retornou ao Brasil em 2017, quando acertou sua transferência para o Vitória. Em 2018, Tréllez foi contratado pelo São Paulo com vínculo por quatro temporadas Divulgação
  •  Atlético-MG 2008 -  Petkovic
    DEJAN PETKOIVIć (Vitória, Flamengo, Vasco, Goiás, Santos e Atlético-MG) - Ídolo da torcida do Flamengo, clube em que atuou por seis anos em duas passagens e conquistou o Campeonato Brasileiro de 2009, o argentino teve sua primeira experiência brasileira no Vitória, entre 1997 e 1999. Petković também vestiu as camisas dos rivais Vasco e Fluminense, além de ter assinado contratos de um ano (cada) com Goiás, Santos e Atlético-MG Ricardo Cassiano/Lancepress;
  •  Rincón (entre 98 e 99)
    RINCÓN (Palmeiras, Corinthians, Santos e Cruzeiro)- O jogador que já foi preso e inocentado de acusações de lavagem de dinheiro e associação ao narcotraficante Pablo Rayo Montaño, chegou ao Brasil em 1994 para atuar no Palmeiras, mas surpreendeu mesmo com a camisa do rival Corinthians, clube em que se tornou bicampeão brasileiro (1998, 1999), paulista e mundial (2000). O ex-volante também tem passagens por Santos e Cruzeiro. Atualmente trabalha como treinador (Foto: Arquivo L!)
  •  Com um dos gols de Gamarra, o Palmeiras bateu o Táchira por 2 a 0 em sua estreia na Libertadores de 2006
    CARLOS GAMARRA (Internacional, Corinthians, Flamengo e Palmeiras)- Considerado um dos melhores zagueiros do futebol, o paraguaio chegou ao Brasil em 1995 e assinou com o Internacional, clube em que se tornou campeão gaúcho. Após a experiência, Gamarra seguiu para Portugal, mas retornou em 1998, quando acertou com o Corinthians e virou ídolo ao conquistar o Brasileirão do mesmo ano. O zagueiro ainda vestiu as camisas do Flamengo e do Palmeiras antes de encerrar a carreira no Olimpia, em 2008 Com um dos gols de Gamarra, o Palmeiras bateu o Táchira por 2 a 0 em sua estreia na Libertadores de 2006 (Foto: MAURICIO LIMA/AFP)
  •  Doval - Fluminense
    DOVAL (Flamengo e Fluminense)- quando atacante, o argentino teve apenas duas passagens pelo Brasil, mas ambas foram marcantes. A primeira aconteceu no Flamengo, entre 1969 e 1975, clube em que o jogador conquistou diversos títulos da época. Após o vínculo de seis anos, Doval se transferiu para o Fluminense, onde atuou por duas temporadas e fez parte do time que mais tarde ficou conhecido como Máquina Tricolor, ao lado de jogadores como Rivellino, Carlos Alberto Torres, Manfrini, Gil e Paulo Cézar Caju. Doval faleceu em 1991 (Foto: Divulgação)
  •  Mariusz Piekarski atuando pelo Flamengo (entre 1997 e 1998)
    MARIUSZ PIEKARSKI (Atlético-PR, Flamengo e Mogi Mirim)- Conhecido pela vida polêmica e pela acusação de bigamia, o polonês chegou ao Brasil em 1996, quando assinou vínculo por uma temporada com o Atlético-PR. No mesmo ano, transferiu-se para o Flamengo, mas teve passagem apagada, com apenas 13 jogos disputados e nenhum gol. A última atuação do meia no país foi em 1998, quando vestiu a camisa do Mogi Mirim. Piekarski se aposentou em 2003 após curta temporada no Anorthosis Famagusta Mariusz Piekarski atuando pelo Flamengo (entre 1997 e 1998) (Foto: Divulgação)
  •  Apresentação do Maldonado com o diretor Roberto de Andrade no Corinthians (Foto: Ari Ferreira/ LANCE!Press)
    CLAUDIO MALDONADO (São Paulo, Cruzeiro, Santos, Flamengo e Corinthians)- Considerado um dos melhores médios-volantes do mundo no período em que jogou futebol, o chileno chegou ao São Paulo em 2000 e transferiu-se para o Cruzeiro em 2003, ano em que se tornou campeão brasileiro e da Copa do Brasil. Após boas atuações em Belo Horizonte, o jogador assinou com o Santos e se tornou ídolo da equipe antes de vestir as camisas do Flamengo, clube em que também conquistou o título do Brasileirão, e do Corinthians. Claudio Maldonado se aposentou em 2015, no Colo-Colo Apresentação do Maldonado com o diretor Roberto de Andrade no Corinthians (Foto: Ari Ferreira/ LANCE!Press)
  •  Hugo De León foi um xerife na zaga do Grêmio na década de 80
    HUGO DE LEON (Grêmio, Corinthians, Santos e Botafogo)- O zagueiro chegou ao Brasil em 1980 e assinou com o Grêmio, se tornando campeão da Libertadores e Brasileiro pela equipe nos anos seguintes. Em 1984, de Leon acertou sua transferência para o Corinthians e ainda vestiu as camisas do Santos e do Botafogo antes de encerrar a carreira no Nacional, em 1993 (Foto: KAZUHIRO NOGI / AFP/Lancepress!)
  •  Diego Gavilán - Grêmio
    DIEGO GAVILÁN (Internacional, Grêmio, Flamengo, Portuguesa) - O volante chegou ao Internacional por empréstimo, mas convenceu com boas atuações e assinou com o clube em 2004, faturando três campeonatos gaúchos. Em 2007, o paraguaio acertou sua transferência para o rival Grêmio, onde também foi campeão estadual. Diego Gavilán também foi campeão carioca no Flamengo, em 2008 e teve rápida passagem pela Portuguesa antes de se aposentar, em 2012 (Foto: Santiago Pandolfi /Arquivo Lance!)
SEUCLUBE
america-mineiro
atlético mineiro
atletico-paranaense
bahia
botafogo
ceara
chapecoense
corinthians
cruzeiro
flamengo
fluminense
gremio
internacional
palmeiras
parana
santos
sao paulo
sport
vasco
vitoria
Siga nas redes sociais
Facebook Lance Twitter Lance