Palmeiras derrota o Santos e tem sete pontos de vantagem na liderança
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Palmeiras derrota o Santos e tem sete pontos de vantagem na liderança

Palmeiras x Santos
Jogadores do Verdão comemoram um dos três gols anotados no clássico contra o Santos (EDUARDO CARMIM/PHOTO PREMIUM)
Yago Rudá - 03/11/2018 - 21:02
São Paulo (SP)
A cada rodada que passa, o Palmeiras aumenta suas chances de conquistar o Campeonato Brasileiro. Na noite deste sábado, o Verdão recebeu o Santos no Allianz Parque e venceu seu rival, por 3 a 2, com uma 'ajuda' do goleiro Vanderlei. Agora, o Verdão tem sete pontos de vantagem para o Flamengo, atual vice-líder, que joga domingo contra o São Paulo, no Morumbi.

Empurrados por mais de 38 mil pessoas, os comandados de Felipão tiveram um início de partida arrasador. Saíram na frente com Dudu e ainda no primeiro tempo ampliaram com Edu Dracena. Na etapa final, no entanto, viram o Santos crescer muito de rendimento e empatar a partida. O erro de Vanderlei, no entanto, foi determinante para o resultado.

Derrotado, o Peixe volta para a Baixada santista com a sensação de que poderia ter conseguido, pelo menos, um empate no Allianz Parque. O time do técnico Cuca se mantém na parte intermediária da tabela e briga por uma vaga na Copa Libertadores do ano que vem.


Primeiro tempo alviverde x segundo tempo alvinegro
As atuações de Palmeiras e Santos foram opostas nos dois tempos na partida. Na etapa inicial, o Verdão praticamente não tomou conhecimento de seu rival e, sem dificuldade, foi para o intervalo com 2 a 0 no marcador. Na segunda etapa, no entanto, o Alviverde se recuou e deu espaço para o Santos criar. O Peixe foi melhor nesta parte e chegou a empatar o jogo.

Verdão na frente
O primeiro tempo da partida no Allianz Parque foi de supremacia alviverde. Atacando pelos dois lados do campo e encurtando o espaço na saída de bola dao Santos, o Palmeiras não teve dificuldade alguma para abrir o placar. Jean achou Borja livre na área, o colombiano bateu forte. Sem muitas opções, Vanderlei espalmou a bola no pé de Dudu, que teve apenas o trabalho de empurrar para o fundo da rede.

O primeiro a gente nunca esquece
Contratado pelo Palmeiras no início de 2016 e com mais de 100 jogos pelo Alviverde, o zagueiro Edu Dracena, enfim, marcou seu primeiro gol com a camisa do Verdão. Após cobrança de escanteio de Dudu, o defensor subiu mais alto que a defesa do Santos e testou no contrapé do goleiro Vanderlei, que não teve chances na jogada.

Dedo do treinador
No intervalo da partida, o técnico Cuca tirou o garoto Rodrygo e colocou o experiente Copete. A presença do colombiano em campo mudou o jogo. Ainda no começo do segundo tempo, o Santos diminuiu com um gol do próprio camisa 36 aproveitando uma sobra dentro da área. O empate aconteceu minutos depois quando Copete iniciou a jogada e Dodô, de novo aproveitando rebatida na área, mandou para o fundo da rede.

Falha decide a partida
Tão seguro durante toda a temporada, o goleiro Vanderlei falhou em um lance capital do clássico e acabou decidindo a vitória para os palmeirenses. Na metade do segundo tempo, o camisa 1 do Santos não conseguiu segurar a cobrança de falta de Victor Luiz. O arqueiro tinha plenas condições de defender o chute, mas cometeu o deslize.


FICHA TÉCNICA
PALMEIRAS 3 X 2 SANTOS


Local: Allianz Parque, São Paulo (SP)
Data/hora: 3/11/2018 - 19h (de Brasília)
Árbitro: Braulio da Silva Machado (SC)
Assistentes: Kleber Lúcio Gil e Neuza Inês Back (ambos de SC)
Público e Renda: 38.938 pagantes/R$ 2.723.126,00
Cartões Amarelos: Edu Dracena (PAL); Luiz Felipe. Gabriel e Derlis González (SAN)
Cartões Vermelhos: Diego Pituca (SAN)

Gols: Dudu, aos 13’/1ºT; Edu Dracena, aos 39'/1ºT; Copete, aos 9’/2ºT; Dodô, aos 19'/2ºT e Victor Luis, aos 25'/2ºT;

PALMEIRAS: Weverton; Jean (Guerra, aos 28'/2ºT), Antônio Carlos, Edu Dracena e Victor Luis; Thiago Santos, Bruno Henrique e Lucas Lima (Felipe Melo, aos 21'/2ºT); Gustavo Scarpa, Borja (Deyverson, aos 42'/2ºT), Gustavo Scarpa, aos 30'/2ºT) e Dudu. Técnico: Felipão

SANTOS: Vanderlei; Victor Ferraz, Luiz Felipe, Gustavo Henrique e Dodô; Alison (Bryan Ruiz - Intervalo), Diego Pituca e Carlos Sanchez; Rodrygo (Copete - Intervalo), Gabriel e Derlis González (Bryan Ruiz, aos 31'/2ºT ) Técnico: Cuca


Facebook Lance Twitter Lance