Moto de suspeito pelo assassinato de Daniel está em nome de traficante
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Moto de suspeito pelo assassinato de Daniel está em nome de traficante

Moto de Juninho Riqueza
Edison Brittes já confessou o crime contra Daniel (Foto: Reprodução)
LANCE! - 09/11/2018 - 13:22
São Paulo (SP)
O caso da morte de Daniel está se destrinchando aos poucos. A moto que pertencia a Edison Brittes Júnior, suspeito do assassinato do jogador, foi apreendida pela Polícia Civil do Paraná na manhã desta sexta-feira. Porém, o veículo está registrado no nome de Celso Alexandre Pacheco de Quevedo, condenado por tráfico de drogas e que está preso na Penitenciária Estadual, em Piraquara, região metropolitana de Curitiba.

As autoridades já começaram a investigar a ligação entre o dono da motocicleta e Edison. O modelo CBR 1000, ano 2011, vale entre R$ 30 e R$ 40 mil reais. 

E MAIS:

Ainda nesta sexta-feira, Amadeu Trevisan, delegado do caso, voltou a afirmar que não houve estupro por parte do jogador. De acordo com Trevisan, o suspeito pela tortura e assassinato de Daniel caiu em contradições durante seu depoimento.

- O que a gente observa é que a palavra do indiciado se desmantelou, se desmanchou, porque a cada momento que a polícia desconstrói uma fala ele monta um outra história. Essa já é a quarta história que ele monta - afirmou o delegado, completando em seguida:

- Tenho certeza que não houve estupro, que se essa mulher tivesse gritado mais pessoas teriam ouvido. Tenho certeza de que se essa mulher acordasse da embriaguez, com o Daniel, ela poderia ter pulado a janela. Ficou evidenciado nos autos que ela estava embriagada e que só o indiciado ouviu ela gritar socorro - finalizou.

Daniel foi encontrado morto no último dia 27 em uma plantação de pinos, em São José dos Pinhais, região metropolitana de Curitiba.

O jogador pertencia ao São Paulo e estava emprestado para o São Bento (SP). Daniel surgiu nas categorias de base do Cruzeiro. Antes de se tornar profissional, reforçou o Botafogo em 2013, no qual teve espaço na equipe principal e se destacou no ano seguinte. Em dezembro de 2014, chegou a conversar com o Palmeiras, mas foi reprovado nos exames médicos e acabou contratado pelo São Paulo.

Facebook Lance Twitter Lance