LANCE! Espresso: A luta do Cruzeiro, agora, é pela sobrevivência
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

LANCE! Espresso: A luta do Cruzeiro, agora, é pela sobrevivência

Bruno Haddad / Cruzeiro
Bruno Haddad / Cruzeiro
Fabio Chiorino e Rodrigo Borges - 21/05/2020 - 07:40
São Paulo (SP)
Em 2013, o Cruzeiro iniciava trajetória que fez dele o mais bem-sucedido time no Brasil por cinco anos. Nesse período, conquistou Campeonato Brasileiro, Copa do Brasil e estadual - duas vezes cada torneio. Foram cinco anos de ouro para o lado azul de Belo Horizonte. Mas, em maio do ano passado, tudo começou a desmoronar.

A TV Globo revelou suspeitas graves sobre a gestão do então presidente Wagner Pires de Sá, que tinha como homem-forte Itair Machado. A polícia abriu investigação por lavagem de dinheiro e falsidade ideológica, entre outros crimes. Em dezembro, o Cruzeiro foi rebaixado pela primeira vez. Atolado em dívidas, perdeu boa parte dos jogadores, não consegue se reforçar e esta semana teve nova notícia desastrosa. A Fifa determinou que o clube vai iniciar a Série B com seis pontos a menos por não ter feito o pagamento pelo empréstimo do volante Denílson ao Al Wahda.

De principal time do Brasil, a Raposa é hoje um clube sem rumo, que gastou o que não tinha para viver uma ilusão que durou cinco anos e comprometeu seu futuro. O clube foi saqueado, como mostram as auditorias que vêm sendo realizadas, e vai ter missão muito dura.



-->
Times como Vasco e Internacional já tiveram dificuldade para voltar à primeira divisão, não conseguiram sequer o título da Série B. Começando com menos seis pontos e vivendo um período crítico e sem receber valor integral destinado aos clubes da Série A, como determinam as novas regras para os rebaixados, a luta não será pelo acesso, mas pela sua própria sobrevivência.

O LANCE! Espresso é uma newsletter gratuita que chega de manhã ao seu e-mail, de segunda a sexta. Leitura rápida, que vai colocar você por dentro das principais notícias do esporte. A marca registrada do jornalismo do LANCE!, com análises de Fabio Chiorino e Rodrigo Borges. Clique aqui e inscreva-se.

E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance