Guarani faz partida consistente e ganha em Campinas do Atletico-GO
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Guarani faz partida consistente e ganha em Campinas do Atletico-GO

Guarani x Atlético-GO - Lucas Crispim
Foto: Reprodução/SporTV
Futebol Latino - 30/09/2019 - 21:53
Campinas (SP)
Vencendo e convencendo no estádio Brinco de Ouro da Princesa, o Guarani bateu por 2 a 0 a equipe do Atlético-GO em compromisso nessa segunda-feira (30) que valeu a abertura da 26ª Rodada na Série B do Brasileirão.

Os dois tentos marcados por Lucas Crispim, que desencantou com a camisa bugrina, deixaram o time de Campinas em 12º com 32 unidades e o time visitante, além de ter sua série de 10 partidas sem perder, parou nos 45 pontos em segundo lugar.  

COM (MUITA) RECLAMAÇÃO, CONTA ABERTA

Em um começo de jogo onde a movimentação chamava mais a atenção do que propriamente a organização das equipes, aos 10 minutos uma cobrança de escanteio desviada na primeira trave pelo zagueiro Luiz Gustavo sobrou para Lucas Crispim testar pro gol e, mesmo Mauricio Kozlinski tocando na bola, ela balançou as redes para o Bugre. Na comemoração, muitas reclamações do time goiano com um toque na mão de Luiz Gustavo na hora de ajeitar a bola que efetivamente aconteceu, mas não foi apontado pela arbitragem.

GOL DE PURA CATEGORIA

Enquanto o Atlético-GO notoriamente era quem tinha mais a posse e tentava sem muito sucesso incomodar a meta de Klever, esbarrando no bom sistema de marcação montado pelo Guarani, aos 32 minutos os donos da casa mostraram, em poucos toques, que não precisavam segurar muito a bola para marcar. Depois de roubada de bola no meio-campo, o avanço em bloco teve Michael Douglas acionando Davó que, ao receber o passe, achou a infiltração de Crispim tocando de letra e o camisa 11 não desperdiçou batendo rasteiro, embaixo de Kozlinski.

E FICOU BARATO!  

Em meio ao ritmo de imprimir velocidade, mas com coordenação nos passes de profundidade, o Bugre seguiu conseguindo pegar de surpresa a marcação atleticana. Com o adendo de que só não deixou o placar mais elástico em duas vezes, novamente com Lucas Crispim e Luiz Gustavo, porque Lucas Rocha tirou a bola quando já havia passado de Mauricio Kozlinski e o travessão em desvio no meio da área após falta batida pelo lateral-esquerdo Thallyson.

E MAIS:
QUERENDO MOSTRAR SERVIÇO

Depois de um primeiro tempo de pouca atividade ofensiva que incomodasse Klever, com quatro minutos o Dragão já havia feito mais do que em toda a etapa inicial.

Além do meio-campista Jorginho acertar um lindo chute de fora da área onde o camisa 1 do Guarani se esticou todo para defender, no escanteio logo na sequência Klever saiu mal do gol e o desvio de Rodrigo Rodrigues só não diminuiu a conta porque Luiz Gustavo bloqueou o lance e afastou do jeito que deu.

DEPOIS DO ÍMPETO...

Passados os 15 minutos iniciais do compromisso, o jogo entrou na mesma batida que esteve no momento em que o Bugre construiu sua vantagem: com o time visitante tendo posse de bola sem tanta efetividade na criação de jogadas e, por sua vez, a puxada de ataque campineira era sempre letal as linhas de marcação do time goiano que passava "sufoco" para conter os avanços, principalmente, nas costas do lateral-esquerdo Moraes.

APOSTA NO CHUVEIRINHO

Sem grande inspiração para conseguir trabalhar por baixo de maneira bem sucedida, as bolas paradas e chegadas para mandar a bola alçada na grande área pareciam ser as jogadas de mais perigo formuladas pelo Atlético-GO.

Somente em momentos onde Klever ou a zaga bugrina demonstrava lapsos de concentração os lances ameaçavam se tornar mais perigosos, porém logo os erros eram corrigidos e o duelo se encaminhou para a vitória do Guarani.

Facebook Lance Twitter Lance