Com zaga forte e falha de Sidão, CRB tira Goiás da Copa do Brasil nos pênaltis
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Com zaga forte e falha de Sidão, CRB tira Goiás da Copa do Brasil nos pênaltis

Goiás x CRB
Foto: Reprodução/TV
Futebol Latino - 22/02/2019 - 00:09
Goiânia (GO)
A estratégia de um sistema defensivo mais fortalecido acabou superando a equipe que propôs o jogo, mas não capitalizou suas oportunidades no ataque.

Em duelo válido pela segunda fase da Copa do Brasil entre Goiás e CRB, o 1 a 1 no tempo normal levou o embate para os pênaltis onde, depois de diversos erros, o time de Maceió se colocou na sequência da competição.

ESTILOS DEFINIDOS



Passados 15 minutos de jogo, a maneira das duas equipes jogar estava muito clara para quem assistia. Enquanto o Goiás era quem tratava a bola na base da troca de passes e se movimentando para achar espaço na zaga alagoana, o CRB não tinha receio nenhum e posicionar suas linhas mais atrás, compactas, soltando-se apenas para apertar a saída de bola adversária em momentos pontuais. 

TRAVADO

A marcação do Regatiano era bem ajustada, dificultando com que o Verdão conseguisse infiltrar na defesa tocando bola pelo meio. Com isso, as boas alternativas apareciam nas entradas rápidas de Michael caindo pelo lado direito do ataque ou mesmo em chutes de fora da área.

Foi assim que o camisa 11, em lance rápido onde Júnior Brandão furou a finalização, e Léo Sena, arriscando uma bomba de fora da área, fizeram o Goiás chegar com mais perigo a meta de Edson Mardden.

E APAGOU

Quando o time da casa emendava oportunidades mais claras de gol, uma das torres de iluminação no estádio da Serrinha ficou totalmente sem luz aos 34 minutos, algo que forçou a partida a ser paralisada.

VOLTA QUENTE!

Para não deixar o ritmo da partida cair, o time Esmeraldino conseguiu criar outra boa jogada quando Renatinho recebeu passe de Marlone, ajeitou e, sem deixar a bola cair, chutou firme para a providencial espalmada de Edson Mardden. Quem também foi perigoso em cobrança de falta venenosa foi Renatinho, batendo no canto esquerdo de Edson e fazendo o goleiro do CRB trabalhar mais uma vez.

E MAIS:
GLU GLU...

Logo na volta do intervalo, o CRB, que ainda não tinha finalizado, chutou de maneira desajeitada com Lucas tentando apenas colocar a bola na área e o goleiro Sidão viu a bola passar debaixo de seu corpo. Com a falha, o zagueiro Wellington Carvalho chutou para conferir, estufou a rede e fez a festa dos alagoanos na Serrinha.

PRESSÃO TOTAL

Se com o empate sem gols o time da casa já era ofensivo, o tento que deixou a equipe atrás só fez as linhas ficarem ainda mais à frente. Resultado? Uma blitz do ataque do Verdão e, do jeito que dava, com a bola rebatendo na zaga e em um inspirado Edson Mardden, o Galo da Praia se sustentava na ponta do placar.

MARCAÇÃO POLÊMICA

Em meio as chegadas constantes dos anfitriões, aos 14 minutos Renatinho entra na área e parece não ser tocado por ninguém ao cair. Porém, o árbitro paulista Vinicius Furlan que estava muito perto do lance, marcou a penalidade onde Renatinho foi bem para deslocar Edson e deixar tudo igualado na capital goiana.

TENSÃO DERRADEIRA

Depois da igualdade e do aspecto físico dos dois lados baixando, o jogo ficou no seu nível mais equilibrado principalmente no aspecto nervosismo. Até mesmo o canto dos pouco mais de 7,6 mil espectadores era mais contido tamanha era a concentração no embate que, com o 1 a 1, se encaminhava para as penalidades.

MIRA RUIM!

Foi um verdadeiro festival de pênaltis perdidos onde apenas a batida de Wellington Carvalho foi defendida por Sidão. No mais, apenas chutes na trave e pra fora do gol onde os alagoanos foram "menos piores" e garantiram a vaga na próxima fase da Copa do Brasil.

Facebook Lance Twitter Lance