Com gol no fim, Remo vence Náutico e sobe na tabela da Série B

Com gol no fim, Remo vence Náutico e sobe na tabela da Série B

Remo x Náutico
Partida foi disputada no estádio Baenão, em Belém (Foto: Divulgação/Samara Miranda/Remo)
Futebol Latino - 24/09/2021 - 20:58
Belém-PA
Na noite desta sexta-feira (24), o Remo contou com a volta de seu torcedor ao Baenão e deu um verdadeiro presente. Com gol aos 51 minutos do segundo tempo, Jefferson deu a vitória à equipe paraense sobre o Náutico, por 1 a 0. Com o triunfo, o time da casa subiu na tabela e agora ocupa a 7ª posição. Enquanto isso, o Náutico segue estacionado no meio da classificação.

Agora, as duas equipes voltam a campo durante a próxima semana. Na terça-feira (28), o Náutico recebe o CRB, às 19h. Por outro lado, na quinta-feira (30), o Remo viaja até o Maranhão para enfrentar o Sampaio Corrêa, às 21h30. As duas partidas são válidas pela 27ª rodada do Brasileirão Série B 2021.


Propostas diferentes
O começo de jogo no Baenão mostrou duas equipes adotando estilos diferentes. Mesmo fora de casa, o Náutico dominou a posse de bola e optou por trabalhar muito os passes antes de finalizar. A melhor chance do Timbu se deu com Jean Carlos, que soltou uma bomba de longe e assustou o goleiro adversário.

Por sua vez, o Remo tentou resolver as jogadas de forma mais rápida. Com a bola, o time da casa foi mais agudo que o rival e chegou com perigo em jogada individual de Victor Andrade. O camisa 11 recebeu pelo lado esquerdo da área, limpou para o meio e bateu, mas Alex Alves encaixou.

Quase olímpico!
Depois dos minutos iniciais, os dois times passaram a se estudar e o jogo acabou ficando travado no setor de meio de campo. O Remo tentou uma blitz aos 27 minutos, quando Victor Andrade fez nova jogada e tocou para o meio. Lucas Siqueira furou, e a bola se ofereceu para Arthur. O volante finalizou, mas Yago apareceu para salvar.

Por sua vez, quando o relógio chegou próximo da marca dos 30 minutos, o Náutico chegou por duas vezes seguidas. Matheus Trindade apareceu no campo de ataque e finalizou de longe, obrigando Thiago a espalmar para escanteio. Na cobrança, Jean Carlos mandou direto para o gol, e o goleiro precisou aparecer de novo para salvar o Remo.

Ficou no quase
No terço final da primeira etapa, o Remo levou mais perigo que o adversário, principalmente pelo lado esquerdo, com Raimar. No primeiro lance, o lateral fez jogada individual e bateu para defesa de Alex Alves. Em seguida, recebeu no fundo e tocou para Felipe Gedoz. O camisa 10 apareceu na linha da pequena área, mas finalizou travado e viu o chute sair em escanteio. Thiago Ennes também tentou de longe, mas errou.

O Náutico ficou mais acuado e se preocupou em evitar que os mandantes saíssem na frente. Assim, as únicas chances reais nos últimos 15 minutos saíram em lances de bola parada, com Jean Carlos. Mesmo assim, o jogo foi em 0 a 0 para o intervalo.

Foi na rede, mas...
A volta para a etapa final foi toda do Náutico. Assim como no primeiro tempo, o Timbu ficou mais com a bola no início dos 45 minutos finais e foi dono das principais ações. Na melhor delas, Júnior Tavares recebeu na entrada da área e tentou tirar de Thiago. A bola passou raspando a trave, mas parou na rede pelo lado de fora.

Por outro lado, o Remo não conseguiu repetir o que fez na etapa inicial, ou seja, chegar poucas vezes, mas com perigo. Com a bola, a equipe da casa pouco conseguiu fazer e se mostrou mais preocupada em se defender.

Colocou fogo no jogo
Depois de ver seu time ser pressionado no começo do segundo tempo, Felipe Conceição mexeu no plantel e colocou Lucas Tocantis. O atacante logo mostrou o motivo da escolha. Em seu lance inicial, recebeu pela direita e finalizou. A bola desviou em Breno e passou ao lado de Alex Alves.

Minutos depois do seu primeiro lance, o atacante foi lançado em velocidade e obrigou Alex Alves sair da meta para cortar. Contudo, o goleiro se lesionou e não conseguiu voltar para o gol. Assim, Arthur ficou com a sobra e tentou de longe, mas errou o alvo.

Com emoção até o fim
Pela primeira vez presentes no Baenão, os torcedores do Remo por pouco não conseguiram gritar gol. Isso porque, por duas vezes, ficaram próximos disso. Na primeira, Gedoz cruzou na cabeça de Jefferson, que tinha acabado de entrar. O atacante testou firme, mas viu a bola desviar na defesa e sair em escanteio. Logo no lance seguinte, Felipe Gedoz acertou mais um levantamento, dessa vez na cabeça de Rafael Jansen. O zagueiro mandou para as redes, mas a arbitragem pegou falta no lance e não validou o gol.

Contudo, nem a arbitragem e nem a defesa puderam impedir que Jefferson, aos 51 minutos, completasse escanteio vindo da esquerda para o fundo das redes, levando a torcida à euforia. Assim, o jogo se encerrou em 1 a 0 para o Remo.

E MAIS:
FICHA TÉCNICA
REMO 1 X 0 NÁUTICO
​​​Local
: Estádio do Baenão, em Belém-PA
Data/Horário: 24 de setembro de 2021 (sexta-feira), às 19h
Árbitro: Leo Simão Holanda (CE)
Assistentes: Cleberson do Nascimento Leite (CE) e Eleutério Felipe Marques Junior (CE)
Gol: Jefferson (51'/2°T) (1-0)
Cartões amarelos: Wellington Silva, Lucas Siqueira, Jefferson (Remo), Carlão (Náutico)
Cartão vermelho: Carlão (Náutico)

REMO: Thiago Coelho; Wellington Silva (Thiago Ennes, aos 21'/1°T), Rafael Jansen, Marlon e Raimar; Arthur, Lucas Siqueira (Neto Moura, aos 30'/2°T) e Marcos Júnior (Pingo, aos 29'/2°T); Felipe Gedoz, Rafinha (Lucas Tocantins, aos 16'/2°T) e Victor Andrade (Jefferson, aos 30'/2°T). Técnico: Felipe Conceição.

NÁUTICO: Alex Alves (Jefferson, aos 29'/2°T); Hereda, Yago, Carlão e Breno; Matheus Trindade, Rhaldney (Djavan, aos 37'/2°T), Jean Carlos e Júnior Tavares (Marciel, aos 37'/2°T); Álvaro (Gioavanny, aos 16'/2°T) e Vinícius. Técnico: Marcelo Rocha.

Facebook Lance Twitter Lance