Saiba detalhes de polêmico negócio de Malcom com o Barcelona
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Saiba detalhes de polêmico negócio de Malcom com o Barcelona

Malcom Barcelona
Possibilidade de defender o Barcelona seduziu o jogador (Foto: AFP)
LANCE! - 25/07/2018 - 10:56
Barcelona (Espanha)
A transferência de Malcom para o Barcelona foi motivo de polêmica na Europa, nesta semana. O acordo com a Roma estava praticamente selado e o clube espanhol atravessou a negociação, conseguindo contratar o atacante brasileiro. A negociação entre Barcelona, Bordeaux e Roma foi cercada de detalhes e interesses, que propiciaram a venda de Malcom. Segundo o 'Daily Mail', o Barcelona esperou até o último momento para entrar na negociação e o movimento só foi feito depois do clube espanhol perceber que não conseguiria contratar outro brasileiro: William, do Chelsea e da Seleção Brasileira.

O Barcelona já estava de olho em Malcom desde 2014, quando o jogador ainda estava no Corinthians. A venda do atacante para o Bordeaux foi bem vista pelo clube espanhol, que acompanhou, de perto, o desenvolvimento do jogador no clube francês. 


O primeiro alvo do Barcelona era o francês Antoine Griezmann. O atacante francês, porém, resolveu renovar com o Atlético de Madrid, frustrando os planos do Barça. Com a recusa, William passou a ser o principal foco. O técnico Maurizio Sarri, entretanto, conversou com o presidente do clube inglês, Roman Abramovich, e pediu para que o Chelsea não vendesse seus jogadores mais experientes.

Por conta disso, o Chelsea recusou a proposta de 65 milhões de libras (R$ 319,7 milhões) e fixou o valor do jogador em 70 milhões de libras (R$ 334,4 milhões). Com o aumento do valor, a tática do Barcelona foi de demonstrar interesse em outro jogador para ver se o Chelsea recuava, na iminência de perder uma possível venda. A partir desse momento, o Barcelona passou a negociar com Malcom, mas sem descartar o William.

O brasileiro, no entanto, já estava praticamente acertado com a Roma. O diretor esportivo do clube italiano, Monchi, havia acertado os valores com o Bordeaux e o agente de Malcom estava indo para o aeroporto para acertar os últimos detalhes. O clube francês tinha aceitado a proposta de, ao todo, 36 milhões de euros (R$ 157,5 milhões) feita pela Roma.

O Chelsea não recuou e bateu o pé por William. Com isso, o Barcelona voltou toda as suas fichas para Malcom. O diretor esportivo e ex-jogador do clube, Eric Abidal, ligou para o presidente do Bordeaux e fez uma oferta superior. Disposto a negociar com o clube espanhol, o agente de Malcom foi chamado e recebeu a ordem de abandonar o seu voo para a Roma. Enquanto outros representantes voavam para Barcelona, outra parte da equipe permaneceu na França, onde, por videoconferência, notificaram o diretor esportivo da Roma.

Monchi declarou que teve sinal positivo do presidente romanista de cobrir a oferta do Barcelona, mas já era tarde demais. Seduzido pela possibilidade de usar a camisa 7 da equipe espanhola, Malcom já estava decidido em jogar pelo Barcelona.

A Roma não descarta a possibilidade de denunciar o Barcelona e diz avaliar as conversas que tem com o Bordeaux para ver se algo pode ser feito no campo jurídico. Malcom, por sua vez, já fez exames médicos com o clube e deve voa para Portland, nos Estados Unidos, para se juntar ao grupo do Barcelona.

Facebook Lance Twitter Lance