Raio-X: veja os pontos fortes e fracos de Bayern de Munique e PSG para a Champions
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Raio-X: veja os pontos fortes e fracos de Bayern de Munique e PSG para a Champions

Neymar - PSG x Bayern de Munique
Bayern e PSG se enfrentam nesta quarta (Foto: LLUIS GENE/AFP)
Rafael Bizarelo - 06/04/2021 - 07:00
Rio de Janeiro (RJ)
Nesta quarta-feira, Bayern de Munique e Paris Saint-Germain se enfrentam pela partida de ida das quartas de final da Champions League. O confronto, que terá início às 16h (de Brasília), serve como reedição da última final da competição. O LANCE! traz um raio-x das duas equipes e como cada uma pode jogar.

Veja o mata-mata da Champions League



O QUE ESPERAR DO JOGO
O Bayern de Munique, apesar de toda a sua capacidade coletiva vista no título da última Champions League, chega ao confronto sem o seu principal jogador. Para o lugar de Lewandowski, o escolhido deve ser o atacante Choupo-Moting, ex-PSG.

Apenas a mudança de centroavante para a partida de quarta-feira já altera a forma como o Bayern ataca. Antes essencial para as jogadas, Lewandowski agora é substituído por Choupo-Moting, que tem cinco gols e nenhuma assistência pelo clube alemão.

Apesar da ausência de seu principal jogador, o Bayern tem muitas opções para atacar, e não é dependente da presença de um camisa 9 de elite como Lewandowski.

Após bater na trave, o Paris Saint-Germain tenta, enfim, o seu primeiro título de Champions League, e eliminar o Bayern de Munique nas quartas de final seria um grande passo para a equipe francesa.

Nesta temporada, o PSG ainda conta com Neymar e Mbappé, as duas grandes estrelas da equipe, mas tem o técnico Mauricio Pochettino como uma esperança de mudança para melhor na Champions League, visto que o argentino já levou o Tottenham à uma final da competição.


Bayern x PSG - análise
(Foto: LANCE!)
O ATAQUE DO BAYERN
Como indica a imagem, é visto que o volante Joshua Kimmich pode ditar as ações ofensivas do Bayern de Munique. As opções são várias, indo de sua dupla de 'pivote', Leon Goretzka, que sobe ao ataque para fazer corridas ofensivas até a entrada da área até ao lateral Alphonso Davies.

O Bayern pode explorar bem os lados do PSG, visto que Florenzi é dúvida para a partida, e Kehrer, zagueiro improvisado, pode jogar na lateral direita. A oportunidade é ótima para Davies e Gnabry forçarem corridas ofensivas e superioridade numérica, criando chances em cruzamento para dentro ou para a entrada da área.

A equipe alemã conta com um fluxo muito grande, e uma ótima capacidade de trocar passes até achar espaço no ataque. Seja por dentro ou pelos lados, uma brecha é o mínimo necessário para o Bayern conseguir oferecer perigo e marcar. Em todas as partes do ataque, o drible e a velocidade caminham juntos, mas a eficiência do centroavante não é a mesma sem Lewandowski.


Bayern x PSG
(Foto: LANCE!)
Para impedir o avanço de Kimmich no ataque, a alternativa do PSG é pressionar o jogador alemão já no campo ofensivo e tentar usufruir do alto volume ofensivo do Bayern.

O que deve ser feito é ter ao menos dois jogadores (cria-se vantagem numérica) pressionando Kimmich. A função seria do ponta-esquerdo e do jogador na função de 'camisa 10'. Ainda que seja dúvida para a partida, Verratti é o melhor para fazer a caça ao volante adversário, e teria auxílio de Neymar na ponta.

Caso Verratti não esteja disponível para o confronto, Neymar deve fazer a caça junto do ponta-esquerda, que seria Mbappé, ou até de Icardi, o centroavante. Dessa forma, Di María e Mbappé teriam espaço para avançar no 'susto' do adversário e criar uma chance de gol.


Bayern x PSG - análise
(Foto: LANCE!)
O ATAQUE DO PSG
A velocidade é o ponto-chave para o Paris Saint-Germain formar o seu ataque. Feito no erro adversário, o PSG pode explorar as poucas partes negativas do Bayern de Munique e de seu ataque impiedoso.

Quando a bola for perdida pelo Bayern, o PSG terá muito espaço para poder atacar, e isso se deve ao fato do alto volume de jogadores que o time alemão sobe para o ataque. Além disso, o treinador Hansi Flick é adepto da linha alta na defesa, e os franceses podem explorar a velocidade de seu ataque.

Com Davies no ataque pela esquerda e Alaba como um zagueiro avançado, pode existir muito espaço para Di María atacar na direita do PSG. Na esquerda francesa, Mbappé encontra velocidade para superar Boateng e Pavard, que não tem a mesma agilidade dos jogadores do lado esquerdo do Bayern.

Ainda assim, nada disso é possível sempre o 'trabalho sujo' de Herrera e Gueye para recuperar a bola e achar Neymar. O camisa 10 brasileiro é essencial para criar as chances que vão encontrar o ataque do PSG.

As opções do Bayern de Munique para parar este ataque veloz do PSG são simples: diminuir o volume de jogadores no ataque ou forçar a pressão na defesa do Paris Saint-Germain.

A primeira opção seria de trazer um volante de volta à defesa (provavelmente Kimmich, tendo em vista que Goretzka é importante para atacar a área adversária) e não avançar tanto os zagueiros e o lateral direito.

A segunda alternativa não é uma garantia, mas pode ser um meio que teria resultados em algumas oportunidades. Na defesa do PSG, apenas Marquinhos é considerado um jogador com grande capacidade de trabalhar bastante com a bola, visto que já jogou como volante. Dessa forma, a pressão em Kehrer, Diallo, Kimpembe e no goleiro Navas forçaria chutões, que fariam o Bayern recuperar a posse.

A partida desta quarta-feira, marcada para 16h (de Brasília), será apenas o início de um confronto de muitas emoções.


Facebook Lance Twitter Lance