Passeio! Com hat-trick de Agüero e gol de Jesus, City goleia Huddersfield
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Passeio! Com hat-trick de Agüero e gol de Jesus, City goleia Huddersfield

Jesus e Agüero
Aguëro e Jesus se destacaram na partida (Foto: Reprodução)
Igor Galletti* - 19/08/2018 - 11:25
Manchester (ING)
O Manchester City continua exibindo o seu futebol intenso e ofensivo que fez com que o clube fosse o campeão da última edição da Premier League. Os Citizens fizeram mais uma grande partida e venceram o Huddersfield, por 6 a 1, neste domingo, jogando em casa. Agüero com três gols foi o destaque da partida. Silva, completando 250 jogos, também marcou e Jesus completou o placar, quebrando o jejum de três meses sem marcar em partidas oficiais. O último gol foi contra, com grande arrancada de Sané, a bola rebate em Kongolo e dá números finais a partida.

O City demonstrou que ia dominar o jogo desde o início do primeiro tempo. Com posse de bola intensa e rápidas transições para o ataque, os Citizens começaram a partida atacando o Huddersfield para abrir o placar, o quanto antes possível. A equipe de Pep Guardiola teve amplo controle de jogo e não foi ameaçado, de forma que pudesse sofrer o empate ou uma improvável virada. A partida teve três nomes que se destacaram: Gabriel Jesus, Agüero e David Silva.

Aguero, o maior artilheiro do City
A temporada começou bem para Agüero. Na primeira partida oficial da equipe, a final da Supercopa da Inglaterra, contra o Chelsea, o argentino marcou os dois gols da vitória e garantiu o título para o City. Neste domingo não foi diferente. Agüero fez três gols na partida e também foi decisivo.

O primeiro foi um golaço: o argentino recebeu um maravilhoso lançamento do goleiro Éderson e pegou o goleiro Hamer adiantado. De fora da área, Agüero bateu de cobertura, com peculiar categoria, para abrir o placar. O segundo gol do argentino foi o terceiro gol do City.

Mais uma vez, o goleiro do Huddersfield também foi decisivo. Se no primeiro gol estava adiantado, no terceiro tento, não conseguiu segurar o cruzamento de Mendy e rebateu a bola no pé de Agüero, que só empurrou para as redes.

Após o segundo gol, o argentino estipulou como meta conseguir o hat-trick. E conseguiu. Após cruzamento de Mendy, o maior artilheiro da história do Manchester City, apenas escorou para fazer o quinto gol da equipe na partida.

Jesus quebra jejum
Gabriel Jesus não fez uma boa Copa do Mundo. O brasileiro saiu da competição sem marcar nenhum gol. Antes do início da partida contra o Huddersfield, Jesus amargava um incômodo jejum: eram três meses sem fazer um gol em partida oficial. Talvez por isso, o brasileiro começou a partida com muita intensidade. Jesus foi o que mais procurou o gol, sendo um dos mais perigosos da partida. O jejum foi quebrado com um chute rasteiro no cantinho, após pegar a sobra da defesa na entrada da grande área.

Silva alcança importante marca
David Silva antes da partida já era o destaque. O espanhol completou 250 jogos com a camisa do City. O espanhol foi a engrenagem do meio campo, com passes rápidos, boa visão de jogo e lindos dribles que importunaram a zaga do Huddersfield. Silva foi o autor do quarto gol na partida, com uma linda cobrança de falta, sem chances para o goleiro.

Huddersfield não consegue se impor
O primeiro tempo acabou 3 a 0 para o City e o Huddersfield era completamente dominado. Porém, no final do primeiro tempo, conseguiu marcar o seu gol de honra. Após cobrança de lateral, Mounie cabeceou para trás e encontrou Stankovic, que só empurrou para o fundo das redes. No início do segundo tempo, a equipe passou a atacar mais, buscando diminuir o placar, mas o gol de David Silva freou os ânimos do Huddersfield, que passou a se defender, para não tomar mais gols.

Goleada de seis gols
Em nenhum momento a equipe de Pep Guardiola abandonou a sua intensidade. Perto do fim do jogo, o treinador espanhol colocou o alemão Sané na partida. O atacante deu ainda mais velocidade ao jogo e, em uma das arrancadas, bateu na saída do goleiro, a bola rebateu no zagueiro Kongolo e entrou.

Com uma incontestável superioridade, o City fez uma partida impecável, teve força defensiva, com Kompany e Laporte, além de um meio consistente, com a força e técnica de Fernandinho e Gundogan. Os Citzens conseguem a segunda vitória na competição e seguem como favoritos, mesmo sem De Bruyne, ao título da competição.

*supervisionado por Bernardo Cruz

Facebook Lance Twitter Lance