Marca aponta principais mudanças feitas por Solari no Real Madrid
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Marca aponta principais mudanças feitas por Solari no Real Madrid

roma x real madrid - solari
Solari tem feito bom início no Real Madrid (Foto: AFP)
LANCE! - 06/12/2018 - 12:49
Madri (ESP)
Pouco mais de um mês depois de ser nomeado técnico interino (em um primeiro momento), Santiago Solari começa a mudar a cara do Real Madrid. O técnico argentino, que estreou contra o Melilla na Copa do Rei, tomou uma série de decisões que o permitiram o Madrid mudar de rumo.

O técnico estreou na sala de imprensa com uma frase que fugiu dos esteriótipos habituais de um treinador: "A ideia é ir para Melilla e jogar com os colhões. Essa é a ideia que temos". Considerado um homem da casa, essa mensagem foi, talvez, uma chamada para uma equipe que tinha acabado de ser goleada pelo Barcelona no Camp Nou (5 a 1).

A ideia surtiu efeito. Os jogadores não deram chances ao Melilla: um 4 a 0 que praticamente classificou os Blancos para a próxima fase e começou a reverter a situação. Solari começou uma pré-temporada na metade da campanha, com Pintus, peça chave da preparação física de Zidane e que tinha sido afastado por Lopetegui, o que tinha desagradado o elenco.

Valladolid
O plano continuou com a partida contra o Valladolid. Um encontro plano, chato, que trouxe Vinícius Júnior para campo (apostar no jovem brasileiro é uma de suas decisões, que agradou a presidência) e um pênalti que transformou o capitão Sérgio Ramos.

Em sua terceira partida, sua estreia na Champions, já deu amostras de seu estilo: apostou em Courtouis, substituindo Navas, um dos destaques das tês conquistas seguidas da competição. Também começou a mandar mensagens diretas para Bale

- O que ele tem que fazer é comer a grama toda vez que joga. Queremos que nos mostre sempre suas qualidades, é fantástico e queremos que nos mostre todo dia - disse

Começou também a não ser mais conivente com Isco e Asensio, que passaram a jogar menos e a começar, quase sempre, no banco de reservas.

E MAIS:
Caso Asensio
Precisamente, uma frase de Asensio, quando estava com a Espanha, abriu as portas para o banco de reservas. O atacante disse uma frase terrível para um atacante de 22 anos e que tem um futuro esplêndido: "Não sou eu que tenho que puxar o carro". Solari respondeu quase que imediatamente: "Todos que amam o Real Madrid tem que puxar o carro".

Aos poucos, Asensio vai recuperando seu prestígio, Isco não. O meia parece não entrar nos planos iniciais de Solari, que gosta de espartanos que lutam denro de campo. Assim, se destacam Lucas Vázquez, com seu esforço silencioso vai ganhando o posto de titular. Assim como Ceballos, que não teve dúvidas em aceitar a árdua tarefa de substituir Casemiro, liderando a equipe no triunfo contra o Celta, mas que foi terrivelmente superado contra o Eibar, na derrota por 3 a 0.

Goleiros
Nas partidas seguintes, contra Roma e Valencia, o Real Madrid começou a lembrar mais a época de Zidane: controle do jogo, menos tempo para chegar a meta rival e mais chutes a gol. A consequência foi uma efetividade maior e menos gols sofridos: Courtois sofreu apenas cinco gols em sete partidas, ficando sem ser vazado por cinco jogos.

Em relação a Benzema, nota-se o francês muito mais participativo, tanto no ataque quanto na defesa. Os jogadores da base são mais utilizados, como Javi Sánchez, Reguilón, Cristo... o que deu mais cor a equipe, mais juventude.

Resumindo, Solari, a cada problema que surgiu foi aplicando as soluções adequadas. E tem funcionado. São apenas sete partidas, mas o capitão mantém firme o timão do barco. E começa a superar as adversidades.

Facebook Lance Twitter Lance