'Marca' analisa principais objetivos e mudanças do Barcelona para 2019
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

'Marca' analisa principais objetivos e mudanças do Barcelona para 2019

Messi e Alba - Espanyol x Barcelona
Reforma total no Camp Nou, contratações de Rabiot e De Jong, além do título da Champions, são os principais focos do Barça de Messi e companhia (Foto: Pau Barrena / AFP)
LANCE! - 01/01/2019 - 13:48
Barcelona (ESP)
Mudança de ano e o Barcelona, líder do Campeonato Espanhol com três pontos de vantagem e classificado para as oitavas da Champions em primeiro, começar com uma longa lista de propósitos. No desportivo, 2018 foi positivo, porque a equipe ganhou os três títulos espanhóis de relevância: a Liga, a Copa do Rei (quarta seguida) e a Supercopa da Espanha. Porém, com uma dolorosa mancha: foi eliminado precocemente pela Roma na Champions, o que contribuiu com que o Real Madrid tivesse um caminho mais tranquilo rumo a sua terceira Champions seguida. Reparar essa recordação ruim é uma das prioridades em 2019.

SEM SEMIFINAIS DESDE 2015
Leo Messi, capitão desde a saída de Iniesta, mandou uma mensagem sem rodeios no verão passado: "Faremos o possível para que essa copa tão linda e desejada volte a estar aqui", disse o camisa 10 argentino na apresentação do elenco. Não é segredo: a Champions se converteu no objetivo principal do Barça. Depois de três temporadas seguidas caindo nas quartas de final e com tantos êxitos madridistas, recuperar o calor a nível continental é o mais importante. A primeira empreitada será as oitavas contra o Lyon.


MEIO CAMPO SUJEITO A ALTERAÇÕES
O Barcelona quer seguir melhorando seu elenco e adiantando-se ao declive de algumas de suas peças importantes. No meio, o clube estuda, em paralelo, as contratações de Adrien Rabiot e Frenkie de Jong. O francês chegaria, de forma livre, em janeiro e a baixo custo nas próximas semanas, já que não renova com o PSG. O holandês, porém, depende do Ajax.

DÚVIDAS NO BANCO
Não existe uma temporada no Barcelona sem que haja uma novela em relação a renovação de seus grandes jogadores. Se na temporada passada foi Umtiti que elevou o piso salarial, os próximos meses devem ser marcados pelas novas intenções de Jordi Alba, que tem contrato até 2020 e quer melhorar o vínculo. O lateral vive boa fase e quer cobrar de acordo comisso. Seu objetivo é se equiparar aos salários de Piqué e Busquets.

O ESPAÇO BARÇA E O ESCUDO
A nível mais institucional, o Barcelona tem como prevista começar as obras da reforma integral do Camp Nou, que passaria a se chamar 'Espai Barça' (Espaço Barça, em catalão), em 2020. Antes, a diretoria teria que encontrar um nome comercial que tem que ser aprovado em assembléia. O clube também espera inaugurar o Johan Cruyff, em Sant Joan Despí, um novo local que receberia jogos da equipe B e do futebol feminino. Além de procurar maneiras para remodelar o escudo, tendo em vista que os sócios rejeitaram a primeira proposta em outubro.

E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance