Filhos, beleza, gol de bicicleta, Liga dos Campeões... CR7 abre o jogo
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Filhos, beleza, gol de bicicleta, Liga dos Campeões... CR7 abre o jogo

Cristiano Ronaldo e família posam vestidos de Juventus
Cristiano Ronaldo posa com a sua família (Foto: Reprodução/Instagram)
LANCE! - 22/08/2018 - 09:56
Turim (ITA)
Cristiano Ronaldo deu uma franca entrevista ao portal 'DAZN', nesta quarta-feira. O craque português falou sobre muitos assuntos, na maioria pessoais. Atualmente na Juventus, CR7 falou sobre a sua relação com seu filho, sobre lidar com a aparência, como foi feita a escolha do número 7 na Juventus, os esportes que gosta de assistir e a relação com seu ex-treinador no Manchester United, Alex Fegurson. Sobre o golaço de bicicleta, na temporada passada, justamente sobre a Velha Senhora. O português lamentou o fato de o gol mais bonito de sua carreira ter sido feito na Juventus.

- Alguns dizem que sim, outros não. Só posso dizer que os pequenos detalhes fazem a diferença, então ... Digamos que o que eu vi naquele estádio facilitou tudo, sinceramente. Lamento ter marcado contra a minha equipe atual, mas este é o passado. Foi o gol mais bonito da minha carreira. E quando vi que as pessoas aplaudiam, fiquei sem palavras. Eu nunca experimentei nada parecido - disse o jogador


O número 7 é o número favorito de Cristiano Ronaldo. O número faz parte de sua identidade e o acompanhou em momentos importantes de sua carreira. O português ressaltou a importância do número e disse como foi o processo de ficar com a camisa 7 na Juventus, tendo em vista que o número já pertencia ao atacante colombiano Cuadrado.

- Sim, é o meu favorito. Falei com o clube e com Cuadrado, que me disse: "Não tem problema, eu vou dar a você com prazer". Tudo correu bem, fiquei surpreso com a disponibilidade do clube e também de Cuadrado - revelou CR7


Desde o início de sua carreira, o tema beleza acompanhou a carreira do português. O craque tem marca de roupa e também é garoto propaganda de algumas grifes famosas e produtos de beleza. Apesar de manter uma ligação com a moda e com cuidados pessoais, CR7 disse que não é obcecado com sua aparência e que é "bonito por natureza".

- Não sou obcecado com minha aparência física, é algo natural, sou bonito por natureza (risos). É uma piada, mas tudo é importante: dar uma boa olhada, um bom cheiro ... Não é só para mulheres, mas para todo mundo. Todo mundo gosta de ver alguém bem vestido, sejam mulheres ou homens. Faz parte da nossa cultura - ressaltou o português

Por fim, Cristiano Ronaldo falou sobre seu filho, Cristiano Júnior. A família sempre foi um fator muito importante em sua vida. O português faz questão de cuidar de seus entes queridos e mantém uma relação especial com sua mãe, irmã e filhos. A relação com seu filho mais velho, que inclusive já virou meme na internet, é sempre retratada em suas redes sociais e em momentos fora de campo de forma muito carinhosa.

- Ele é muito competitivo. É como quando eu era pequeno, ele não gosta de perder. Será como eu, tenho 100% de certeza. Eu tento te ensinar coisas, mas a decisão sobre o seu futuro será sua e eu sempre vou te apoiar. Obviamente, eu gostaria que ele fosse um jogador de futebol, porque ele também tem essa paixão. Ele tem força, técnica, um bom chute... Mas ele vai decidir, ainda é pequeno. Eu não quero pressioná-lo, mas para mim seria um sonho vê-lo se tornar um jogador de futebol - finalizou o craque

Confira outros trechos interessantes da entrevista de CR7

Ferguson é como um pai
- Claro, foi muito importante no início da minha carreira, acabara de chegar do Sporting e ainda tinha uma mentalidade portuguesa. Dava muitos dribles e muitas vezes não tomei a decisão certa no campo. Eele me ensinou a melhorar. A Premier League é muito difícil e ele me ensinou tudo. Por essa razão, considero o Ferguson como um pai no futebol.

Sobre os filhos
- É incrível, todos os dias eu aprendo algo novo, é legal vê-los crescer. As perguntas que eles fazem, como olham para você e sorriem ... Eu me divirto, aproveito cada momento não só o maior, Cristiano, que tem oito anos de idade. Eles sempre me chamam de pai. É uma sensação incrível. Agora eu tenho duas meninas e um menino, eles estão começando a falar, a andar. Eles são a minha motivação para levantar todos os dias e ter sucesso. Eu me sinto abençoado

Lida bem com pressão
Não é fácil, mas às vezes gosto de jogar sob pressão, pressão positiva. Ter responsabilidades demais pode ser negativo, mas faz parte do trabalho, é parte do CR7. Não é um problema, eu sei como administrá-lo

Início difícil
Não era muito bom na escola, mas para mim a vida é a escola mais importante. Quando eu tinha 11 anos deixei meus pais e mudei de cidade e esse foi um passo muito difícil. Eu tive que crescer sozinho, claro, eu tinha meus companheiros, mas eu não tinha minha família. Foi difícil, mas isso me ajudou a ser forte. Há sempre tempo para aprender algo novo, pegar um livro e aprender. Isto não é um problema para mim. Eu melhorei muito, até aprendi inglês (risos). Eu tenho um bom nível de comunicação, as pessoas me entendem e isso é o mais importante

Fã de lutas
Sim, eu gosto das lutas do UFC, por exemplo. Também tênis, basquete, tênis de mesa é o meu segundo esporte, o que melhor me convém. Mas as lutas do UFC são as que eu mais assisto.

Liga dos Campeões não é obsessão
Obviamente, quero ganhar esta taça com a Juve. Vamos dar tudo, mas não será uma obsessão, vamos ver se este ano passa, o próximo, em três anos ... O importante para este clube é vencer, a Serie A, a Copa da Itália e chegar longe na Liga dos Campeões

E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance