Os clubes brasileiros que já conquistaram títulos no Japão
menu button lance
lancelogo lancelogo lance
LANCE
LANCE
X
Compartilhe



08/08/2019 | 07:45

Os clubes brasileiros que já conquistaram títulos no Japão

  •  Copa Suruga 2019 - Athletico-PR
    O Athletico-PR viajou até o Japão para conquistar a Copa Levain, antiga Copa Suruga. O Furacão goleou por 4 a 0 o Shonan Bellmare, atual campeão da Copa da Liga Japonesa, para assegurar o segundo título internacional de sua história. Marcelo Cirino, Rony, Thonny Anderson e Braian Romero marcaram os gols no Shonan BMW Stadium, localizado na cidade de Hiratsuka . Relembre outros clubes que já levantaram troféus no país oriental.  (Foto: Reprodução/Twitter)
  •  Mundial 2012 - Corinthians
    No dia 16 de dezembro de 2012, o Corinthians conquistava o bicampeonato mundial na cidade de Yokohama.  Em um jogo sofrido, o Timão derrotou o Chelsea (ING) por 1 a 0, com dois heróis em campo: o goleiro Cássio,  que impediu gols de craques como Cahill, Moses e Torres e o atacante Paolo Guerrero, autor do gol do título, de cabeça, aos 23 minutos. (Foto: AFP)
  •  Copa Suruga 2009 - Internacional
    Em 2009, três anos depois de ser campeão do Mundial de Clubes da Fifa, o Internacional venceu o Oita Trinita por 2 a 1, no Estádio Big Eye, em Oita, e conquistou o título da antiga Copa Suruga. Alecsandro e Andrezinho marcaram os gols colorados em mais uma conquista no Oriente.    (Foto: Alexandre Lops/Internacional)
  •  Mundial 2006 - Internacional
    Em 2006, o Internacional dirigido por Abel Braga, conquistaria o mundo pela primeira vez. Na semifinal, em Tóquio, contra o Al Ahly (EGI) o time brasileiro venceu com gols de Alexandre Pato e Luiz Adriano. Dias depois, na grande decisão em Yokohama, contra o Barcelona de Ronaldinho Gaúcho, o Colorado se agigantou. Ceará anulou o craque do rival e, aos 37 do segundo tempo, Adriano Gabiru, que havia acabado de entrar, recebeu de Iarley e se eternizou na história com o gol do título. (Foto: Reprodução)
  •  Mundial 2005 - São Paulo
    No dia 18 de dezembro de 2005, o São Paulo desbancou o todo poderoso Liverpool de Steven Gerrard e Xabi Alonso e conquistou o título mundial pela terceira vez. O Tricolor venceu por 1 a 0, a decisão disputada em Yokohama, com um gol de Mineiro. Na semifinal, o time comandado por Paulo Autuori suou para vencer o Al-Ittihad, da Arábia Saudita, por 3 a 2, com dois gols de Amoroso e um de Rogério Ceni. O goleiro foi um dos grandes heróis da conquista com defesas milagrosas em ambas as partidas. KIMIMASA MAYAMA
  •  Toyota Cup 1993 - São Paulo
    Campeão mundial pela primeira vez em 1992, o São Paulo repetiu a dose no ano seguinte com uma partida épica contra o Milan, em Tóquio. Aos 19 minutos, Palinha abriu o placar para o Tricolor. O Milan só conseguiu empatar aos 3 da segunda etapa. Cerezo fez o segundo gol da equipe brasileira e Papin voltou a igualar. Aos 41 minutos da etapa final, no entanto, Cerezo lançou Muller, que ganhou na corrida de Baresi, e dividiu com Rossi. A bola rebateu no calcanhar do atacante e entrou para fazer história.  (Foto: Reprodução)
  •  Toyota Cup 1992 - São Paulo
    No dia 13 de dezembro de 1992, o São Paulo conquistou o seu primeiro Mundial de Clubes com uma vitória de virada por 2 a 1 sobre o Barcelona. Stoichkov abriu o marcador em favor dos espanhóis. O time são-paulino, entretanto, não se abateu. Três minutos depois, Müller fez grande jogada individual e deixou Raí na boa para empatar.  Aos 34 da etapa final, Palhinha sofreu falta na entrada da área e Raí acertou a linda cobrança, no ângulo, para dar o primeiro mundial ao time de Telê Santana, no Estádio Nacional de Tóquio. (Foto: Reprodução/Twitter Masahide Tomikoshi)
  •  Recopa Sul-Americana 1996 - Grêmio
    A conquista do bicampeonato Copa Libertadores da América em 1995 deu ao Grêmio a possibilidade de participar pela primeira vez da Recopa Sul-Americana no ano seguinte. O rival na disputa era o Independiente, da Argentina. No dia 7 de abril, na cidade de Kobe, Jardel abriu o placar, aos 19 do primeiro tempo. Os argentinos não deixaram barato e empataram três minutos depois com Burruchaga. Antes do intervalo, aos 51 minutos, Carlos Miguel colocou o Tricolor na frente novamente. Na segunda etapa, o Tricolor voltou embalado e fez mais dois com Adílson, de pênalti e Paulo Nunes. O Grêmio se sagrava Campeão da Recopa-Sul Americana com goleada nos por 4 a 1 sobre o "Rei de Copas". (Foto: Reprodução)
  •  Recopa Sul-Americana 1994 - São Paulo
    Em 1994, o São Paulo foi bicampeão da Recopa Sul-Americana ao vencer o Botafogo por 3 a 1, em partida realizada em Kobe, no Japão. Os gols foram marcados pelo meia Leonardo e pelos atacantes Guilherme e Euller. Roberto Cavalo descontou de pênalti para o Alvinegro. O jogo foi realizado no país oriental em razão de um contrato entre a Conmebol e uma empresa aérea. (Foto: Reprodução)
  •  Toyota Cup 1981 - Flamengo
    O dia 13 de dezembro de 1981 vai ficar para sempre na memória da Nação Rubro-Negra. O Flamengo de Zico e do futebol-arte não deu chances ao Liverpool, derrotado por 3 a 0 na decisão. Nunes, duas vezes e Adílio fizeram os gols do título  mais importante do clube carioca.  (Foto: Reprodução/Twitter Masahide Tomikoshi)
  •  Copa Kirin 1988 - Flamengo
    Em 198,  o Flamengo faturou a Copa Kirin, torneio anual de futebol organizado desde 1978 entre o final do mês de maio e o início de Junho. Os adversários do Rubro-Negro foram as seleções de China e Japão, além do Bayer Leverkusen, da Alemanha. Na decisão no estádio nacional de Tóquio, no dia 7 de junho, o Fla veceu o Bayer por 1 a 0, com gol de Zico.  O Galinho foi a grande atração do torneio e aumentou seu prestígio em solo japonês. Os organizadores praticamente exigiram a presença do craque de Quintino, ameaçando diminuiu a cota paga por partida em caso de ausência do ídolo.  (Foto: Reprodução)
  •  Botafogo de 1995
    Em 1996, o Botafogo, campeão brasileiro no ano anterior, foi convidado para ir até a cidade de Osaka para disputar a Copa Nippon Ham contra o Cerezo Osaka. O Alvinegro venceu por 3 a 1 e levou a taça para o Rio. Os gols do Glorioso foram de Túlio Maravilha, Zé Carlos e Souza. (Foto: Divulgação/Botafogo)
  •  Copa Kirin 1987 - Fluminense
    Em 1987, o Fluminense encarou Torino, da Itália, e as seleções do Senegal e do Japão na conquista da Copa Kirin. O Tricolor levantou o caneco diante de mais de 32 mil no Estádio Nacional de Tóquio, no dia em 31 de maio. Os cariocas venceram os italianos na decisão, por 2 a 0, com gols de Washington e Tato e trouxeram a taça para as Laranjeiras. (Foto: Reprodução)
  •  Copa Kirin 1985 - Santos
    Em 1985, o Santos foi o campeão da Copa Kirin, com uma vitória convincente por 4 a 2 sobre a  Seleção do Uruguai, de virada. Aguilera abriu o placar para a Celeste aos 14, Zé Sérgio aos 22 e Mirandinha aos 40, ainda no primeiro tempo conseguiram a virada; Na volta do intervalo, Mirandinha ampliou. Carrasco descontou e Zé Sérgio fechou o placar, no Estádio Nacional de Tóquio. A escalação do Peixe na partida: Rodolfo Rodriguez; Paulo Roberto, Davi (Fernando), Toninho Carlos e Jaime Bôni; Serginho Carioca, Mario Sergio e Humberto (Formiga); Gersinho, Mirandinha e Zé Sergio. Técnico: Castilho.  (Foto: Reprodução)
  •  Copa Kirin 1984 - Internacional
    Em 1984, o Internacional conquistou o título da tradicional Copa Kirin. Na semifinal, o Colorado passou pelo Toulouse da França, com goleada por 4 a 1. Na decisão, o time gaúcho derrotou Seleção da Irlanda, por 2 a 1, com gols de Milton Cruz e Ruben Paz.  (Foto: Reprodução)
  •  Toyota Cup 1983 - Grêmio
    O Grêmio conquistou o mundo pela primeira vez em 1983. Na decisão, o Tricolor enfrentou o Hamburgo, da Alemanha e venceu por 2 a 1, na prorrogação. Renato Portaluppi, atual treinador do clube, marcou os dois gols na partida realizada em Tóquio, no dia 11 de dezembro.   (Foto: Masahide Tomikoshi / Tomikoshi Photography)
SEUCLUBE
atletico-paranaense
atlético mineiro
avaí
bahia
botafogo
ceara
chapecoense
corinthians
cruzeiro
CSA
flamengo
fluminense
Fortaleza
Goiás
gremio
internacional
palmeiras
santos
sao paulo
vasco
Siga nas redes sociais
Facebook Lance Twitter Lance