Brighton surpreende, decide no primeiro tempo e vence United
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Brighton surpreende, decide no primeiro tempo e vence United

Brighton
O detalhe da categoria de Murray (Foto: Reprodução)
LANCE! - 19/08/2018 - 13:59
Brighton (ING)
O Manchester United não conseguiu emplacar a segunda vitória seguida, nesse início de Premier League. Sem criatividade e com uma péssima atuação, o United perdeu para o Brihgton, por 3 a 2, neste domingo. O Brighton surpreendeu fazendo dois gols em dois minutos, com Murray e Duffy, respectivamente e, depois, ampliou com Gross, de pênalti. Lukaku fez o gol do Manchester, quando o jogo ainda estava 2 a 1, mas a equipe de José Mourinho não teve fôlego para empatar o jogo. Pogba marca, de pênalti, no último minuto, mas não evita derrota.

Equilíbrio no início
A partida começou de forma equilibrada, com as duas equipes tentando criar as jogadas e, em raras vezes, se aproximando do gol. A melhor chance do Manchester United foi com Lukaku. O belga recebeu passe dentro da área, mas bateu errado, para fora. O United tinha dificuldade de se aproximar do gol adversário, apesar de tocar bem a bola. O Brighton, porém, não conseguiu criar muitas oportunidades no início do primeiro tempo, o atacante Murray era o que mais levava perigo a defesa da equipe de José Mourinho.

Brighton mortal
A jogo estava morno, com vísivel equilíbrio entre as duas equipes. O futebol, porém, é imprevisível e o Brighton só precisou de dois minutos para incendiar a partida. O atacante inglês Murray, recebeu um cruzamento rasteiro, pela esquerda e desviou com rara categoria, com efeito, para abrir o placar e vencer De Gea.

O gol saiu aos 25 minutos do primeiro tempo e, aos 26 minutos, o zagueiro Duffy deixou o dele, após bate rebate na area. Impressionou como que o Brighton trocou passes dentro da área do United, o que possibilitou que a bola encontrasse o atacante inglês.

Lukaku deixa o dele
Os dois gols assustaram o Manchester e José Mourinho incentivava a sua equipe. Com muitas dificuldades de criar, principalmente após os dois gols, o United manteve a calma para tentar buscar o seu primeiro gol. Lukaku, o que mais causava incômodo a dupla de zaga do Brighton, composta por Dunk e Duffy. O belga, sempre muito bem posicionado, recebeu a bola dentro da area e cabeceou para aumentar as esperanças do United.

Brighton amplia e define
O gol de Lukaku, entretanto, não serviu para que o Manchester United focasse na partida e fosse para o segundo tempo com uma vantagem menor. Perdendo muitas bolas no meio e dando espaços no setor defensivo, o Brighton recuperou a bola, após Fred não conseguir o domínio e se lançou ao ataque. O zagueiro Bailly não conseguiu intervir de forma eficiente e fez falta em Gross dentro da área. O alemão mesmo foi para a cobrança, bateu mal e a bola ainda chegou a bater no goleiro De Gea, mas acabou entrando. O Brighton fazia 3 a 1 e enlouquecia José Mourinho no banco de reservas.

United faz no fim, mas não mostra sua força
No segundo tempo, o Brighton jogou com tranquilidade e soube impedir o ímpeto do United, na procura de fazer o segundo gol. Facilitou para a equipe a falta de criatividade e intensidade do adversário. O meio campo foi um setor determinante para a manutenção do resultado. A entrada de Fellaini, Lingard e Rashford não trouxe a velocidade e as transições do meio com o ataque que queria Mourinho. O United se limitou a fazer ligações diretas, tentando se aproveitar da altura de Fellaini e Lukaku. Nos acréscimos, o belga Fellaini sofre pênalti, Pogba converte, mas não impede a derrota.

Pogba e Martial
Os franceses foram envolvidos em polêmicas nesta temporada. Pogba chegou a dizer que não poderia falar sobre certas coisas que poderia ser multado e Mourinho rebateu dizendo que se ele quisesse se transferir, que pedisse a diretoria. Após as declarações, Mourinho resolveu apaziguar e protegeu o meia frente a imprensa. Na partida, Pogba tentou, mas não conseguiu sobreviver a falta de criatividade do United. O francês não foi tão preciso em seus passes, mas teve uma boa oportunidade em chute fora da área, que resultou em uma grande defesa de Ryan e fez o segundo gol do United na partida.

Se Pogba ficou com receio de ser multado, Martial realmente foi. O jogador sofreu uma punição da diretoria após atrasos em sua reapresentação. O atacante não foi muito bem na partida, apesar de imprimir certa velocidade ao ataque no primeiro tempo. O francês foi substituído no segundo tempo por Fellaini.

Os canarinhos
Fred e Andreas Pereira, convocados por Tite, para os próximos amistosos da Seleção Brasileira, tiveram atuações apagadas. Pereira teve dificuldades de se impor no meio campo e Fred também ficou a mercê do domínio da equipe adversária no setor. Ambos não conseguiram achar alternativas para melhorar o desempenho do United. Fred ainda errou o domínio que proporcionou o contra-ataque do Brighton, que terminou no pênalti e terceiro gol da equipe na partida.

Agenda da Premier League
Na próxima rodada, o Manchester United recebe o Tottenham, no dia 27 de agosto, às 16h. O Brighton enfrenta outro gigante e visita o Liverpool, no sábado, dia 25, às 13h. A segundad rodada do Inglês, porém, não terminou ainda. O Liverpool enfrenta o Crystal Palace, nesta segunda-feira, ás 16h.

Facebook Lance Twitter Lance