Após goleada sofrida, Mourinho cobra diretoria e critica a Fifa
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Após goleada sofrida, Mourinho cobra diretoria e critica a Fifa

José Mourinho - Manchester United x Sevilla
Mourinho não está nada satisfeito (Foto: Oli Scarff/AFP)
LANCE! - 29/07/2018 - 16:04
Ann Arbor (Estados Unidos)
Após a goleada sofrida na partida contra o Liverpool, o técnico José Mourinho não pareceu muito satisfeito em sua entrevista coletiva. O Manchester United perdeu por 4 a 1, neste sábado, para a equipe de Klopp e o português aparentou não lidar bem com a derrota. Ácido e crítico, Mourinho ressaltou que o time que entrou em campo não era o titular e criticou a organização da Fifa. Além de deixar claro que não está satisfeito com o elenco que tem e com a diretoria, que ainda não reforçou a equipe da maneira que o treinador gostaria.

- Você pode me perguntar se eu ainda quero novos jogadores, isso é outra questão. Eu gostaria de mais dois. Embora eu ache que não vou ter dois. Talvez eu tenha mais um, se possível... Eu entreguei uma lista ao clube com cinco jogadores que me interessam e espero ter um pelo menos. Se possível, tudo bem. Se não for possível, vamos continuar lutando, trabalhando e acreditando naqueles que temos - disse o português

O Liverpool foi muito superior ao Manchester United na partida. A equipe de Salah e Mané dominou a partida, chutou mais a gol e goleou o time de José Mourinho. Shaqiri, nova contratação dos Reds, ainda fechou o placar com um lindo gol de bicicleta. Com a maioria dos jogadores reservas, Mourinho fez questão de lembrar que o time que perdeu, não era o titular.

- Metade dos jogadores que iniciaram o jogo não estarão no nosso time titular. No mês de agosto muito deles não estarão aqui. Não é o meu time titular, não é nem a metade, nem 70% do meu time titular - reforçou o treinador

Por fim, sobrou até para a Fifa. O técnico criticou a organização da Copa do Mundo, dizendo que os clubes saem prejudicados após o término da competição, por conta das férias dos jogadores. Alguns dos atletas retornam depois da pré-temporada já ter começado, o que atrasa o planejamento do clube e a participação nos torneios preparatórios.

- Eu acho que a paixão que muitos americanos tem pelo futebol merce mais. O que gera a paixão é a qualidade, bons jogadores, boas equipes. Um bom Liverpool, Manchester United... A Copa do Mundo não respeita as equipes e os jogadores. Os jogadores que jogam a Copa do Mundo passam férias, mas os clubes pagam pelos jogadores que não tem - finalizou Mourinho

Facebook Lance Twitter Lance